20 setembro 2012

Quebrar o enguiço à maneira tuga - e mais contas (*) para os pacóvios elogiarem

O FC Porto perdera duas vezes em anteriores visitas a Zagreb. Desta vez ganhou, e sem espinhas. Histórico plasmado nas capas? Risível, aliás teve mais fdestaque o Real Madrid, com mais espaço apesar de em baixo na capa, do que o FC Porto, no Rascord. O Rascord, com 52 mil de vendas médias diárias no 1º semestre 2012 (APCT), deve vender muito em Valdebebas, já que os vale de azevedo e os vale tudo e vale bêbados não compram as patranhas.

O Benfica perdera sempre no Celtic. Desta vez empatou, mas continua sem sequer marcar um golo lá. Aliás, o 0-0 não poderia ser outro: nem uma ocasião de golo de parte a parte. Foi histórico, mas mais histérico; não valeu um corno, só um ponto, mas parece uma epopeia. Ui, não perderam, mesmo que o ataque tenha sido inexistente. Enfatizou-se o empate como uma vitória. A única vitória ficou no tinteiro para mais uma página da história portista. Valeu mais o empate do benfas porque a equipa estava sem vários jogadores, o Celtic não. O Dínamo de Zagreb é fraco, mas o Celtic não. O Otelul Galati era fortíssimo, na época passada.
 
Dos jogadores em falta, quatro, dois estão castigados pelo que são e dois foram vendidos porque tinha de ser., logo não foi uma delapidação externa nem infortúnio por lesões. Nem imagino as manchetes se perderem só 2-0 com o Barça em casa. Aliás, quando há anos empataram 0-0 com o Barça em casa, podendo ter levado 10-0 sem desprimor, foi como se tivessem ganho o campeonato. O Moretto até defendeu um penálti do Ronaldinho no Camp Nou, hoje está no Avaí... onde se lhe juntou esse dragão tatuado na omoplata que é Argel...
 
De mistificação em mistificação, chegamos ao Relatório e Contas: tantas receitas, quase 20ME, da Champions e tiveram resultado negativo em 11ME em 2011-12. Depois os outros é que não sabem onde pára o dinheiro e os lucros. Ah, mas já estão a contar com as vendas recentes a mostrar no próximo balanço. Claro, o FC Porto não, se o fizer está a enganar. O Benfica "vende" (entre aspas) saúde e a notícia tem em baixo, irrelevante, uns 426ME de passivo. Que se agravou. Mas os grunhos vem achar tudo bem e, assim, atiram pedras às contas dos outros. Mentalidade benfas como a mentalidade tuga e o chico-espertismo chuchialista.

(*) Por falar em contas, vai aí mais uma polémica de capelinha. A chulice da RTP saiu a terreiro. Há dias, no cúmulo do ridículo, protestaram a entrevista de Passos Coelho ser em S. Bento, o que implicaria mais custos operacionais - como se nunca tivesse havido entrevistas a PM no palácio do Governo. Seria cómico se não fosse trágico. Chulice que começa pelos pivots televisivos que ganham milhares de euros mensais para lerem um teleponto, às vezes mal, e sem retoques ao longo do dia no "enunciado" das notícias. A RTP2, quando o Sporting acabava de perder com o Rio Ave em Alvalade, nem informação deu de um jogo que acabara a meio do telejornal da Sandrinha Felgueiras. O Teletexto é uma vergonha, horrendo, devia dar despedimento com justa causa. Mas alguns dos leitores de teleponto ganham uma dezena de milhar de euros mensais. Mário Crespo tem reafirmado a verdade incontornável mas inconveniente. A RTP custa mais de um milhão de euros por dia aos contribuintes. Ainda hoje vi o meu recibo da electricidade: 2,25 euros mensais para a Contribuição para o Audiovisual. Não chegam os impostos normais, são mais 2,25 à parte para a chulice institucional, digna do regime podre do tempo da outra senhora e da decrépita nova "democracia" cá da parvónia. Mas Carlos Daniel e companhia negarem ser mentira o que ministros ´já afirmaram é como os grunhos da Silva acharem que Witsel rendeu tanto como Hulk. Um pagode e seria cómico se não fosse trágico. A RTP custa mais de um milhão de euros por dia aos portugueses - DESDE HÁ 10 ANOS. Comeu de facto mais de 3,7 mil milhões de euros numa década. E não querem que se saiba. Mais: contra a privatização ou fecho, fazem guerra surda (ou nem isso, pois é perceptível à distância) ao Governo que diz "a RTP não vai continuar como está, a RTP vai mesmo mudar". Como sempre, os instalados na vidinha, os videirinhos e os vidrinhos de cheiro são os que agitam as massas e há pacóvios que vão na conversa. Como diz o Mário Crespo, boa noite e boa sorte!

Adiante.
Os portugueses adoram ser ludibriados. O Sporting é outro exemplo. Mais uma noite histórica, como o Benfica mas ao contrário: não venceram o Basileia pela primeira vez, mas ao menos mantiveram o registo de não sofrer golos. LOL!

A propósito, ainda, dos protestos, dos protestantes (não os rivais do Celtic), dos "democratas" (com aspas) e do Mário Chulares a quem dedico umas linhas no post anterior, respigo isto no blog Porta da Loja, de autor e de novo por falar em contas:
« Sob o governo de Guterres [...] os cofres do estado abriram-se generosamente para a Fundação Mário Soares. Instalada num edifício camarário, recebia 7 500 contos anuais do governo para arrendar um gabinete a Soares (a que este tem direito como ex-presidente). O Ministério do Ambiente [sabemos quem era o ministro?] atribuiu-lhe 300 mil contos para uma nova sede; só o partido «Os Verdes» questionou a relação entre a Fundação Mário Soares e o meio ambiente. No final de 2001, através do ministro da Cultura, Augusto Santos Silva, recebeu 6 000 contos só para digitalizar os arquivos [umas jóias guardadas: documentos inéditos do G.O.L. dos anos 1910-34]. Durante cinco anos, Soares obteve do estado, para a fundação, 752 807 contos.
[...] Após dois mandatos, quase octogenária, Maria Barroso ficou dispensada da presidência da Cruz Vermelha pelo ministro da Defesa, Paulo Portas. Gerou-se polémica de alta densidade, como se o domicílio dos Soares fosse a nação inteira.»
J. Freire Antunes, Os Espanhóis e Portugal, 1.ª ed., Oficina do Livro, [Lisboa], 2003, 521, passim.

6 comentários:

  1. TAMBÉM NÃO VI ESSES MESMOS, QUE NÃO VOS PASSAM CARTÃO QUANDO GANHAIS (SERÁ QUE NEM NA 4ª FEIRA TIVERAM ESSE "DIREITO"?), CHAMAR À 1ª PÁGINA AS HUMILHAÇÕES DESPORTIVAS SOFRIDAS PELO FÊCÊPÊ



    A PRIMEIRA EQUIPA SÉNIOR, SELECÇÃO INCLUÍDA, A PERDER (e com um golo do Manduca!) COM UMA EQUIPA DE CHIPRE, O APOEL

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar