18 maio 2011

Porto: contagem decrescente

A Câmara Municipal de Braga, de Mesquita Machado também em viagem para Dublin, instalou um ecrã gigante numa zona central da cidade para os munícipes usufruírem em conjunto de um momento histórico para a capital do Minho que justamente orgulha, e divulga, o ser bracarense.

Nem é preciso ser a porcaria do costume para defender o defensável e mostrar o indefensável, como faz hoje o correio da manha aqui: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/muitos-portistas-gostariam-que-eu-ganhasse numa peça não assinada e, além de imprescindível para a seriedade do pasquim que passa por ser o mais bem sucedido do País de iletrados de quem se estranharia tamanha ausência de coerência editorial, tão inverosímil como os vídeos de Jacinto Paixão mais velho e de cabelo desalinhado que não se lhe conhecia em 2004 quando supostamente os gravou na mesma praça da porcalhota ali por Alcabideche ou quejando.


Alguém sabe de uma iniciativa do género na Invicta cidade que se prepara, já arrumando muito trânsito, para umas corriditas de carros na Boavista tão ao gosto do elitista edil do burgo?


É que se souberem, eu não vou. Entretanto, fiquem com o que é o Porto e o FC Porto, algo que Rio algum travará.



video

2 comentários:

  1. Foi bonito, emocionou-me e não é a primeira vez, mas este desfecho foi inteiramente justo e importante, independentemente do rancor que nos foi sendo lançado por todos os canais televisivos, até durante o dia de hoje, mesmo que a coberto de um suposto apoio à equipa tida como mais fraca...
    -Parabéns ao Braga, mas devo dizer que para ganhar um título destes, tem que se ser mais ambicioso.
    -Não basta ficar na expectativa.
    -Não é suficiente esperar pelo erro do adversário.

    ResponderEliminar
  2. E ainda uma nota, o Platini teve que engolir uma nossa vitória, em directo...E cumprimentar o Presidente Jorge Nuno, perante todo o Universo Desportivo!

    ResponderEliminar