10 abril 2011

FC Porto continua a ganhar à Liga

Não vi o Portimonense-Porto (2-3), mas deve ter sido bonito: vi agora a evolução do resultado e os marcadores, Hulk, Falcao e até Maicon continuam a facturar, marcando golos em campo para suplantar a pouca vergonha que, nos gabinetes, continua a ser esta Liga, na esteira da porcaria da anterior gestão do tasqueiro abarracado mas do qual o novo perfil do gestor de ocasião não se distingue, pois aquilo continua sem rei nem roque como se viu pelo patético castigo ao treinador-energúmeno e a nota ao árbitro mafioso com o correspondente avaliador.


O FC Porto continua a marcar pontos à Liga, de quem receberá o troféu de campeão no domingo. Receber ou não, não é questão, o campeão continua a senda vitoriosa que, de repente, encheu tanto o orgulho portista que já ninguém se lembra do último deslize.


Ainda bem que, entretanto, pude ficar à margem do lado de fora do País que, presumo, voltou a fazer festa com o partido albanês a culpar os outros do seu fracasso criminoso e as capas dos pasquins a exultar com os pequenos triunfos dos clubes lisbonenses.


Continuem assim, ragazzi, que as palmas portistas ser-vos-ão devidas.

11 comentários:

  1. Ainda pensei que tinha comprado um valor mais elevado.

    http://paraisovadio.blogspot.com/2011/03/jose-socrates-tem-vida-de-luxo-e-o-povo.html

    ResponderEliminar
  2. Para atentar onde chega a despudorada falta de vergonha...até nos júniores(sub19),o FCPorto foi hoje vencer em Braga e o que colocaram no sapo desporto..... Os dragões venceram os bracarenses e mantêm a vantagem de quatro pontos sobre o segundo classificado, o Sporting.

    Confira os resultados:

    V. Guimarães 1-1 U. Leiria
    Sporting 1–0 Gondomar
    Naval 0–4 Benfica
    Sp. Braga 1-0 FC Porto
    -----------------------
    O FC Porto lidera com 27 pontos seguido de Sporting (23pts) e Benfica (18 pts).

    O que os trama é que se o FCPorto ganhar no próximo sábado ao Sporting fica com sete pontos de vantagem e só restam 9 pontos em disputa...é pois o jogo do título
    Quanto aos "graúdos"é bom não esquecer o ROUBO de Alvalade que passou impune:fora de jogo escandaloso do chileno e expulsão falseada do Maicon que nem tocou no "palhaço"que foi já para o circo em S.Paulo..e tudo isto "apitado"pelo Sousa Lampião,acolitado pelo que levou o cachação do diabão de Gaia e pelo ferrari de Valongo...

    ResponderEliminar
  3. Vi o jogo, nunca me passou pela cabeça que pudéssemos perder, mas cheguei a admitir que o empate iria suceder...Foi bom e a vantagem aumentou relativamente aos nossos "perseguidores".
    -19 pontos!

    ResponderEliminar
  4. Bom dia,

    Ontem como era de esperar não fizemos um grande jogo.

    Villas-Boas face aos castigos, e face aos desafios da Liga Europa, poupou jogadores, dando oportunidade a outros para mostrarem se merecem ficar no plantel da próxima época.

    Foi uma primeira parte paupérrima, em ritmo lento, com um Portimonense a necessitar de pontos que nada arriscava, e um FC Porto que sabia que face à nossa superioridade individual e às fragilidades defensivas do adversário mais tarde ou mais cedo marcaria.

    Na segunda parte demos mais velocidade ao jogo, e com naturalidade chegamos à vantagem num fantástico golo de Hulk.

    Poucos minutos depois sofremos um golo de bola parada, numa desatenção da nossa defesa que deixou Ruben Fernandes saltar à vontade.

    Mas a superioridade do FC Porto fez nos voltar à vantagem no marcador, numa excelente jogada de combinação, culminada com uma excelente assistência de Ruben Micael.

    Souza um dos que ontem não aproveitou a oportunidade, em mais um lance de bola parada não acompanha o salto de Mourad que restabelece o empate.

    O Porto reagiu naturalmente e Maicon, o melhor elemento da nossa defesa no jogo de ontem carimbou a vitória num excelente cabeceamento.

    Destacar pela positiva, Ruben, Hulk (melhor em campo), Maicon, Moutinho e Falcao que estiveram melhor que os seus colegas.

    Pela negativa Souza que não agarrou a oportunidade, embora também tenha pesado o muito tempo de ausência.

    Rolando também teve um exibição menos conseguida, deixando-se antecipar no primeiro golo do Portimonense, e esteve muito lento.

    Sapunaru, Guarin e Belluschi cumpriram.

    Sereno teve pela frente o melhor jogador do Portimonense, Candeias e foi resolvendo os problemas colocados. Notou-se a falta de rotina e entrosamento com os restantes colegas de sector.

    Beto penso que podia ter feito melhor no primeiro golo dos algarvios, uma vez que a bola cai na sua zona de acção, de resto cumpriu efectuando duas grandes defesas.

    Boa presença de público, e uma arbitragem sem erros.

    Abraço e boa semana

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Ou me engano muito ou os próximos jogos do Campeonato vão ser a repetição deste em Portimão.

    Os atletas, embora queiram ganhar sempre, vão ter tendência para o relaxe e para exibições descoloridas, o que é pena, pois reconheço alguma qualidade nas segundas linhas, capazes de actuar em níveis perfeitamente aceitáveis.

    Cabe ao mestre André incentivá-los a dar o melhor de si mesmos.

    Seria muito bonito, útil e agradável acabar o campeonato sem derrotas mas também com exibições positivas.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Mais um passo rumo a invencibilidade, foi um jogo fraquinho ou quanto baste, a linha defensiva esteve um pouco tremida, mas o objectivo foi conseguido, tiveram um gesto bonito os jogadores ao mandar as camisolas para os ultrasfcp como forma de agradecimento por o seu apoio durante toda a época em todos os estádios, pois somos nós a vossa força a vossa voz.
    Cumprimentos,
    www.ultrasfcporto.com

    ResponderEliminar
  7. Zé Luís :

    ..."Não vi o Portimonense-Porto
    (2-3)"...

    Mas, desta vez , vi eu
    ( e ao vivo )!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Rapazes, desculpem só agora meter os comts. porque estou fora.

    Mas já fiquei a saber pelo meireles que ganhámos +2 pts. ao "nosso rival que vai muito atrás", como previa.

    De resto, continuarei bem longe por uns tempos, tentarei ver na net os prxms. 2 jogos esta semana, o do título no domingo já noutras paragens mais vizinhas.

    Ci vediamo pronto!

    ResponderEliminar
  9. Zé Luís, ganhamos 3 pontos aos "desgraçadinhos da Luz", eles perderam na Figueira!...

    ResponderEliminar
  10. Boas Amigos

    vejam lá isto:

    "No Name sem castigo por fogo em autocarro

    Caturna estava condenado por incendiar veículo dos Super Dragões.

    As cinco escutas ao telemóvel de Hugo Caturna, pouco antes de um autocarro de adeptos do FC Porto ter sido "pasto das chamas" ao lado do Estádio da Luz, não deixaram dúvidas ao juiz Renato Barroso. "O autocarro vai ao ar hoje"; "isto é regar pneus"; "tá ali, é roxo [autocarro]..."; "ainda só acertei a tampa disto, a do garrafão"; "era pôr já tudo a arder"; são frases gritadas por telefone a amigos, na tarde de 21 de Junho de 2008, que levaram a oito anos de cadeia. Agora, o Tribunal da Relação libertou o membro dos No Name Boys por "falta de provas".
    Caturna estava em escuta como outros cúmplices – acabaram detidos 37 membros da claque do Benfica por vários crimes. É um dos 29 condenados em primeira instância, porque, no caso em que foi incendiado o autocarro dos Super Dragões, antes de um jogo de hóquei, o juiz concluiu que "poucas vezes se esteve perante escutas tão concludentes de que o arguido dirigiu a operação criminosa".
    Agora, a Relação só conclui que "há uma razoável probabilidade" de Caturna "ter desempenhado um papel" no incêndio. Fica só provada a "intenção genérica" – apesar de referências à "garrafa, ao cheiro [combustível] e à tampa".

    ABSOLVIDO POR UM DOS CRIMES MAIS GRAVES
    Os 37 elementos dos No Name Boys foram detidos em 2008 na operação ‘Fair Play’, por associação criminosa, tráfico de droga, incêndio (Hugo Caturna), roubo, dano ou ofensas à integridade física. Acusados pela Unidade Especial de Combate ao Crime Violento do DIAP, conheceram a sentença a 28 de Maio do ano passado – depois de julgados na 5ª Vara Criminal de Lisboa, presidida pelo juiz Renato Barroso: 13 penas efectivas, 16 suspensas e oito absolvições. Só a associação criminosa ficou por provar. Caturna estava já a cumprir oito anos e meio por um dos crimes mais graves, mas a Relação absolveu-o agora: "Indubitavelmente ele esteve nas proximidades do local onde foi chegado fogo ao autocarro e manifestou propósito de lhe causar estragos, ainda que não a intenção específica de incendiar".

    ONZE JULGADOS PELA VIOLÊNCIA ANTES DO BENFICA - FC PORTO
    Onze dos 13 detidos pela PSP junto do Estádio da Luz no domingo, antes do Benfica-FC Porto, vão ser julgados sumariamente no Tribunal de Pequena Instância Criminal, no Campus de Justiça, em Lisboa, nos dia 12 e 13. Para além dos detidos – entre eles sete por agressão e incitamento à violência, um por agressão a agente da PSP e dois por posse de artigos pirotécnicos – foram identificadas mais cinco pessoas pelos distúrbios. Recorde--se que quatro polícias ficaram feridos e duas viaturas foram danificadas. A PSP apreendeu tochas e petardos, bolas de golfe e cavilhas de ferro das obras. Além destes casos, há outros dois processos em que o Ministério Público propõe que os suspeitos sejam impedidos de entrar em estádios por seis meses."

    Fonte: CM


    Um abraço !

    ResponderEliminar
  11. Meireles, não sabia o resultado, apenas que esteve empatado ao intervalo e deduzi que tivesse ficado assim quando falaste dos 19 pontos de diferença, eu contava 17 do nosso lado já com a diferença no confronto directo e somei mais 2...

    DD, o lado bom da coisa é que, depois de eles andarem a pedir para as escutas não servirem, agora podem dizer que não há provas suficientes apesar dos indícios flagrantes.

    É uma forma de não mais estar na sua boca alguma alusão ao Pífio Dourado e o wishful thinking a respeito do que deveriam ter sido as sentenças - e na justiça civil PdC foi totalmente ilibado, a justiça desportiva deu o que deu e queriam que fosse mais.

    Ou, então, se calhar o Vieira é quem tem razão e a justiça desportiva vale mais do que a civil.

    ResponderEliminar