30 julho 2009

Decência na Justiça, antes da Informação

As críticas que se avolumam a "certa Imprensa" e o desfazer dos casos em tribunal, ao arrepio das condenações populares e perseguições pessoais: de Pinto da Costa a Fátima Felgueiras na literatura de cordel que os meios de investigação legítimos gostam de acompanhar sem moto próprio

Não sou advogado de defesa de ninguém, mas causa-me perplexidade que nos últimos anos tantos casos de Polícia e Tribunais acabe em águas de bacalhau. Tudo porque, antes, foi feito um chinfrim noticioso que quase levou a condenações públicas. Tem havido vários episódios e outros estão na calha ou em vias de ter alguma sentença em local próprio. Normalmente, não tem havido condenações. Nem no BPP, onde só ao fim de tanto tempo se apurou um arguido que era a cara do banco, nem no BPN onde também só um típico e oportuno "Bibi" apareceu na pessoa do ex-administrador, já para não falar do Carlos Silvino a pagar só as custas do que sucedeu na Casa Pia.

Isto vem a propósito de hoje terem ocorrido duas manifestações quase simultâneas e de sinal contrário: enquanto Fátima Felgueiras era absolvida de mais um processo, este por causa dos apoios ao clube de futebol local que nenhuma câmara do País deixou de ajudar de alguma maneira, o Correio da Manhã puxava mais um caso alegadamente envolvendo Pinto da Costa. Hoje, porventura, o mesmo jornal não trará a lume, nem numa página inteira ou sequer metade dela, a absolvição de Fátima Felgueiras contra quem ali foram publicadas páginas arrasadoras para a (conveniente? em nome de quem?) condenação pública.

A Justiça, lenta e aparentemente receosa quanto a dar passos mais céleres, firmes e indiscuívieis, ainda funciona, apesar das críticas justas ao seu modo de operar e a alguma dúvida sobre a seriedade de muitos dos seus protagonistas principais: magistrados e juízes. Mas nos dois casos citados, pessoais e pouco políticos, a Justiça ilibou Pinto da Costa e Fátima Felgueiras, não discuto aqui a bondade de tais sentenças.

Isto acontece uma semana depois de uma notícia fundamentada, alicerçada em documentos oficiais, pormenorizada e sem margem de refutação ter surgido no "Sol" sobre os negócios do Benfica com os seus terrenos, os de outros que poderia manipular e a cegueira das instituições que devem, até por estarem sedeadas na capital de todos os poderes e capacidades decisórias e investigativas, operar por moto próprio, guiados pela absoluta procura da verdade e interesse popular em nome do bem público que, no Seixal, vai muito além da noticiada, há um ano, informação do calote de 500 euros mensais de água do Benfica à edilidade local onde foi erigido, sem investigações nem curiosidade jornalísticas, o seu centro de estágio.

Parece, mais uma vez, que o Ministério Público e a afamada, mas inconclusiva e incapaz de provar os seus méritos tão propagandeados, Procuradora-Geral Adjunta, a aclamada Zorro da Justiça, não se preocuparam com o que foi publicado no semanário que denuncia tráfico de influências e danos do bem público seixalense. A este respeito, não só Miguel Sousa Tavares foi eloquente em matéria que domina e que contradiz a sua capacidade crítica em termos de futebol "tout court", mas o nosso confrade Reflexão Portista trouxe há dias algumas dicas do que respigou de um blog seixalense que há muito vinha alertando sobre as manigâncias e traficâncias lá na margem sul.

Se não somos surpreendidos pela tónica sempre unilateral dos diversos correios da manha deste País de vigaristas com melhor ou pior nome, já a alusão, para suportar a manchete de hoje, a mais um livro de literatura de cordel deixa-me perplexo. Porque o MP lá arranjou entretenimento de um livreco para seguir umas pistas que nos trazem à memória o triste exemplo carolíngio de há uns anitos e que tem sido amplamente derrotado em tribunais de vária importância mas de decisão unânime em todos.

O MP não tem vontade própria, meios adequados e inteligência investigativa capaz e que vá mais longe do que o bestunto Ricardo Costa da Liga de Clubes no pífio Apito Final? Esta PGR caiu em desgraça quando pretendeu ser engraçada mas não aprende a lição e quer prender por encomenda. Forçosamente.

Enquanto há tempos tivemos um caso amoroso estragado em que a própria interveniente, ainda que mudando de camisa consoante a loja de conveniência para o seu bem-estar, se dispõe a falar das minudências da vida conjugal, agora parece termos mais um chico-esperto que, como antes com alguém junto da Selecção no Mundial e um ex-assessor do Presidente da República a falar das conversas privadas deste com diversas figuras públicas, acha-se no direito de testemunhar o que ouviu ou soube como mero relações públicas.

É a ralé da República. Cheira mal, mas é só o sintoma da ferida de morte que consome a Nação e o seu estado anímico febril e perfil psicológico doentio.

30 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Parabéns Bimbo, foste o primeiro a comentar.
    Tens direito a uma banana...

    ResponderEliminar
  3. Kalanic no Dragão!

    http://visaodemercado.blogspot.com/2009/07/kalinic-de-azul-e-branco.html

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  6. Bimbinho, querido, com esse vocabulário todo deves ter andado na escola com o intelectual do teu presidente, não?...

    ResponderEliminar
  7. Sem dar muita importância aos "gazeificados" do costume, devo comentar que me parece, que o que se passa lá em baixo, não interessa muito aos que estão em cima...Porque correm o risco de ficar por baixo, nas próximas eleições!
    Claro que não tem nada a ver com promiscuidade, pois não?...Dir-me-ão que é uma questão, de bom senso...Mas as iniciativas da "Morgada" da Justiça não me apoquentam nada, pois não tem muito, a ver com Justiça, tem mais a ver com folclore!

    ResponderEliminar
  8. Começo a pensar que a Morgada quer é dar nas vistas para o nosso Pintinho!...O Fiscalista já era!

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  10. Porque isto tem tudo a ver com as mulheres que dormem com o nosso Presidente, se dormem em casa de uma ou dormem em casa da outra, se são Carolinas ou têm outro nome qualquer, se cheiram mal dos sovacos, se aparam os pêlos das orelhas ou do nariz, se cortam as unhas dos pés ou se para se aguentar o aroma dos mesmos, tem que se fumar, com carácter de urgência, um charrito de erva...Cá para mim a leitura política, está à vista desarmada.

    ResponderEliminar
  11. Este blogue anda muito mal frequentado!Penso eu de que...
    Quanto á dona morgada,dou razão ao Meireles,anda mal fodida!
    O Sr pgr não é mais que um pau de cabeleira,ao serviço dos superiores interesses da nação da tanga vermelha a toque de caixa dos pasquineiros de merda!
    Estão com medo os mediocres que o FCP seja penta de novo e rebente com esta merda de clube que este país de merda elegeu como seu ícone desportivo!
    Isto não passa de folclore tão a gosto do zé povinho!O que é preciso é dentro de campo continuar a dar-lhes com a pá,e fora provar em tribunal que não passam de uns merdas invejosos e mandá-los prá grande puta que os pariu!Porcos lisboetas,passavamos muito bem sem vêr o vosso focinho!

    ResponderEliminar
  12. Claro Meireles!

    Não consigo ser indiferente a tudo isto. Constantemente, por cá, é premiada a incompetência.

    Usa-se e abusa-se de manobras de diversão para camuflar a gritante concorrência desleal.

    Temos ganho, temos dado provas cabais da nossa competência e contribuido para a pôr a nú a incompetência de outros.

    Mas o que interessa verdadeiramente para o povo é que se condene na praça pública. Que se realce o assessório e não se fale do essencial.

    Se se tenta desmascarar as manobras no Seixal, responde-se com contas bancárias do Pinto da Costa; se se denuncia o campeonato de júniores, destaca-se o recurso ofendido de quem tira partido.

    É isto! Como demonstra a caricatura aqui expressa pelo ignóbil bimbo: quando se discute a destruição da imagem perante a opinião pública, desconversam com flatulência e sexo.

    Filipe Vieira afirmou quando se convocou a equipa galática do MP "agora é que vai ser!" E o que "foi" afinal"? A tentativa de linchamento público de uma pessoa com o fim de destruir o êxito e justificar a incompetência de quem proclamava "agora é que vai ser", sem qualquer resultado na Justiça própria de um Estado de Direito.

    Que consequências teve esta autêntica injustiça para os seus responsáveis?

    Continuam a ser pessoas com créditos e continuam a desempenhar incompetentemente as suas funções.

    Pinto da Costa diz acreditar na Justiça dos tribunais. Essa, no caso do FCPorto tem funcionado. Mas será essa a única justiça que se deseja?

    Portugal tem demonstrado que se pode brincar impunemente com a honra dos outros. Sem consequências. Tem sido sempre assim.

    Haja interesses políticos ou económicos por trás, e deixa de haver justiça que nos valha.

    O bimbo é a caricatura perfeita de tudo isto. Maior insistência nos seus comentários idiotas e será proclamado herói das causas dos incompetentes.

    ResponderEliminar
  13. Não há maneira de banir este bimbo?
    Que cancro!

    Excelente post.
    A última frase é divinal.

    Abraço

    ResponderEliminar
  14. O bimbo cheira mal dos pés...O bimbo foi rejeitado no FCPorto, porque tinha os dentes tortos e cariados...O bimbo é um sub-produto da flatulência benfiquista...O bimbo não existe, o bimbo é um gás...O bimbo é um balão de São João!

    ResponderEliminar
  15. É sempre assim: aparece uma notícia indesejada como os contratos do Seixal, levanta-se uma suspeita contra PC, investiga-se, especula-se, monta-se um senário muito criativo, condena-se na opinião pública, com esforço leva-se a tribunal onde é desmentido. No fim alguém pergunta: "Lembram-se do Seixal?"; "Seixal?! O que tem o Seixal?!"

    Esta estratégia tanto serve para contratos suspeito de um centro de estágios como para a derrota humilhante em sucessivos campeonatos de futebol. Basta fazer as "contratações" certas.

    ResponderEliminar
  16. Desculpem. Onde se lê "senário" deve-se ler "cenário", obviamente.

    ResponderEliminar
  17. Por sobre a nostalgia antiga, o que faz correr bormelhos da mourama à pgra é mais inveja e despeito que a mesma gripe 'a' de maldade e fanatismo.

    ResponderEliminar
  18. Desculpem a ignorância do macaco, mas mesmo que se condene a censura, não poderão os "donos" do blog banir os vómitos do tal Bimbo, porque, de tão fedorentos e asquerosos (quiçá piores do que o dos gatos tinhosos quando se metem connosco) poluem o ambiente?
    Parabéns ao João pelo seu post.
    Desprezo pelos mete-nojo que aparecem só para poluir. Na falta de motivos para se alegrarem, chateiam quem está feliz. O diabo quando não tem que fazer abre o cu e caça moscas. Porque não experimentam?

    ResponderEliminar
  19. Não se pode simplesente ignorar quem não está minimamente interessado em futebol?
    Acho, contudo, estraordinária esta capacidade de querer ganhar a qualquer custo, de se quererem agarrar a qualquer pormenor para lançar teorias de conspiração sobre tudo aquilo que lhes vem à cabeça. Imagino que a grande maioria dos encornados ainda se lamente por o Olgário não ter dado um brinde ao Benfica...
    Parece-me que só me resta concordar com quem diz que qualquer gajo com sucesso é criticado porque o resto não passa de um bando de incompetentes rancorosos. O que não percebem é que os deixa vulneráveis aos populistas mais baixos, seja na política, seja no futebol.

    Mas quanto à Fatinha, devia ir apodrecer durante uns meses por ter fugido do país.

    ResponderEliminar
  20. Pontos comuns destas "investigações" do MP:

    - Mulheres do PdC

    Há mais de um ano que se sabe que PdC e Filomena não habitam na mesma casa.

    É óbvio que mais uma vez PdC se deixa trair pelas alcoviteiras. As meretrizes. As putas. Aquelas que não sabem estar caladas.

    A estas, tem-se dado cargos culturais, chefes de claque, secretárias da secretária da secretaria - sem acento - que com isenção de horário fazem compras no Norte Shopping.

    É esta gente de saia que anda a fomentar estas "investigações" que não chegam a lado nenhum.

    O MP vai para julgamento com sacos cheios de capas de jornais e uma grande ilusão persecucutória.

    Tudo cheira a merda. O MP, a Morgada, o PdC, o Vieira, as vacas, os lagartos e os bois negros!

    Melhor! Este país cheira a merda. A inveja, os jogos de bastidores, as cooperativas, as autarquias, a imprensa, a saúde, a educação, a cultura, o desporto, a economia, os polícias, os ladrões, a "pátria" os taxistas e as putas.

    Todos escrevem livros e todos "investigam".

    Investigam merda.

    Merda para isto.

    ResponderEliminar
  21. Somos um país de MERDA!!!!!!
    E viva ESPANHA!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  22. DE HOJE.

    O CM volta à carga, agora REPESCA a história de alegadas irregularidades com jogadores do FC Porto.

    É curioso, porque é uma notícia REQUENTADA e que foi levantada por causa deste processo que acabou na semana passada sobre facilidades concedidas por uma advogada de Barcelos para regularizar estrangeiros em Portugal.

    Desde que este caso rebentou, há uns anitos, que se associou o caso e os seus protagonistas aos estrangeiros que jogam no FC Porto.

    Agora que o caso ficou, apenas, em 4 anos de pena suspensa por 3 crimes, dos mais de 600 à partida na acusação do MP, o CM retoma a estória acabada de ser liquidada em Tribunal e de cuja sentença, aliás, a principal acusada e condenada vai recorrer dos tais 3 crimes.

    É isto a Informação. Um nojo.

    ResponderEliminar
  23. Como muito bem escreve o "João" estas notícias do CM e largamente copiadas pelos outros orgãos da CS apenas surgem com um único e exclusivo objectivo: que não se fale mais na corrupção e tráfico de influências passados a escritos nos contratos efectuados entre o Benfica e a tal empresa imobiliária (Euroárea)!
    O despudor é tamanho, a certeza da impunidade é tão grande, que passam estes crimes a escrito e assinam por baixo!!!!!

    ResponderEliminar
  24. Um caso de perseguição arbitrária de quem, por iludir raiva e despeito da seita, mais não faz que entretê-la de promessas de vingança.
    A baixeza, o ridículo, emergem logo da falta de vergonha e mínimo de bom-senso com que se usa um órgão da República de forma tão acintosa, sectária e prepotente.
    E, enfim, já um caso de pessoalíssima sede de protagonismo, como de incontornada doença.

    ResponderEliminar
  25. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  26. Bimbo, isso, o Benfica é o maior, o Vieira não anda a foder o teu clube, tens é q inventar teorias de conspiração para explicar a merda que tu és e apoias.
    Sou a favor, quando acordarem tá o Benfica a falir. E sem ganhar campeonatos para justificar nada desta pouca vergonha.

    ResponderEliminar
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  28. Bimbo, se vens do sul, faz-te à ponte, passa o rio, e vai pr'á PQTP!!!!

    ResponderEliminar