02 julho 2009

Segunda Taça de Portugal perdida para o doping?

O FC Porto é o primeiro “suspeito” de anomalias, mas nunca acaba como vítima de muitos roubos do futebol português: a final de 1992 foi tão fraudulenta como a de 1961? Descodificar as “denúncias” de Fernando Mendes que ninguém procurou fazer: para salvar a pele de treinadores benquistos?

Ergueu-se logo um coro de virgens ofendidas e, estranhamente, nem foram jogadores, técnicos e dirigentes a reclamarem contra as confissões de Fernando Mendes no seu livro “Jogo Sujo”. Adeptos, em comentários vários, e alguns jornaleiros de meia tigela insurgiram-se contra as revelações de doping do ex-jogador profissional. Desproporcionado. E nunca contextualizado.

Tudo isto, claro, depois de logo se começar por associar o doping assumido de Fernando Mendes à sua carreira no FC Porto. O historial dos factos desmentiam-no, claramente, mas a maioria dos invertebrados que acham ter “substrato” para opinar não pensou duas vezes.

Ao aludir a um clube vencedor, um treinador da moda e um presidente carismático, metade da populaça pensou logo no FC Porto. O que comprova que por esses atributos o FC Porto é sobeja e justamente conhecido por todo o Portugal: o que gosta e o que não gosta. Problema deles.


Ainda houve alguns comentários mais conscientes, ao contrário de jornaleiros que aludiam a um caso de polícia (presumindo-se justiça e tribunais) que a PGR logo desmistificou sem abrir qualquer averiguação, a identificarem um caso relatado com o Boavista, a propósito de um jogo com o Inter de Milão (dos tais “três campeões mundiais”: Matthaeus, Brehme e Klinsmann o “calmeirão” atacante a quem Fernando Mendes terá ganho lances aéreos…).


Esse jogo ocorreu em 1991, na época 91-92 que terminou com o Boavista em 3º lugar, em igualdade pontual com o Sporting e a dois pontos do 2º que foi o Benfica. Mas não só. O bicampeão FC Porto, com Carlos Alberto Silva ao comando, não conseguiu a dobradinha: perdeu no Jamor (1-2) com o Boavista, esse mesmo onde Fernando Mendes jogava e onde era usual o recurso a doping.


Ora, depois da confissão de Manuel Oliveira de que os jogadores do Leixões se doparam e ele mesmo sentiu-se mal, tal a quantidade de “comprimidos”, na final da Taça de 1961 ganha ao FC Porto e nas Antas, temos mais uma Taça de Portugal ganha por doping ao FC Porto?

Esta é que a questão a pensar? Mas alguém pensa?


Quem lembrar essa final portuense no estádio do regime terá notado, como eu, que os axadrezados corriam muito mais do que os campeões nacionais: 1-0 (Marlon Brandão), 1-1 (Jaime Magalhães) e 2-1 (Ricky) foi a evolução do resultado surpreendente. No campeonato, o FC Porto ganhou 2-0 e fez 0-0 no Bessa contra o Boavista.

Esta é a primeira conclusão que tiro do assunto. Temos dois intervenientes directos nesses jogos a revelarem que havia substâncias proibidas e rendimentos artificialmente aumentados. Manuel Oliveira, hoje retirado após tantos anos como treinador, disse-o numa entrevista de há um ano e picos em A Bola, que passou despercebida até nos destaques dados graficamente no jornal. Fernando Mendes assume doping no Bessa ainda que não tenha referido directamente o jogo do Jamor. Mas frisou que era comum fazer aquilo e a época do Boavista foi muito bem sucedida, teve um treinador reconhecido e Valentim Loureiro era um presidente carismático.


As primeiras ilações ficaram por aqui. E descortinar que clube teria sido foi só obra de alguns iluminados, porque da parte da Imprensa profissional nem uma centelha de investigação.


Mas…

Benfica em vez de Boavista?
… e se Fernando Mendes se enganou? Não eram (adversários) três campeões mundiais, mas dois?... Ora bem, pelo Benfica, na Taça UEFA, Fernando Mendes fez a sua estreia europeia frente à Roma (0-1, 0-1). Alinhavam pelos romanos… dois campeões mundiais (de 1990, Völler e Berthold).

O jogador não quis referir nomes, riscou-os até da primeira versão do livro. O povão logo lançou palpites e apontou ao FC Porto. Dedução canina, como na experiência de Pavlov. Alvitrou-se o Boavista. Mas poda ter sido o Benfica. Fernando Mendes, desassombrado como sempre, pode não ter o rigor todo a contar as coisas, embora soubesse, obviamente, do que falava desse jogo contra três campeões mundiais e um deles calmeirão (Klinsmann, mas podia ter sido Völler).

É interessante, não é, o que pode fazer uma pesquisa atenta que, por exemplo, o regressado Blog da Bola não fez. Ao menos limitou-se a elogiar a “coragem” do ex-jogador em contar algo de que todos sabem, afinal…


Selecção, no Restelo…
Mas não é só isto. Fernando Mendes fala até de jogos da Selecção. Aquela que ele não mais representou depois de chegar ao FC Porto, onde jogou até 1999. Mas, mesmo assim, para os viciados no sistema de culpar o FC Porto do mal do futebol português, a associação de ideias funcionou mas voltou a não resultar.


Fernando Mendes jogou sucessivamente no Sporting (1985-89), Benfica (89-91), Boavista (91-92), Benfica (92-93), E. Amadora (93-94), Boavista (94-95), Belenenses (95-96), FC Porto (96-99) onde foi tricampeão e esteve no tri, no tetra e no penta, jogando pela primeira vez na Liga dos Campeões.

Esta é a parte que importa. Inicialmente, o ex-jogador aludia a casos de doping generalizados, depois demarcou o FC Porto e por fim ilibou os três grandes. Fica mal deixar os pequenos expostos, mas essa é a única crítica que lhe deixo, enquanto muitos condenaram a simples denúncia de uma situação que não é corriqueira mas de que o futebol, como outros desportos, não se livra e temos tido vários exemplos públicos disso mesmo – onde está a novidade e a admiração?

Ora, ao aludir a um jogo de preparação de Portugal, jogado cá, em que ao intervalo recebeu uma injecção miraculosa, do médico do seu clube de então, para aguentar a 2ª parte, Fernando Mendes só podia estar a referir-se ou ao jogo com a Alemanha (1-2) nas Antas ou com a Grécia (1-0), no Restelo.

O primeiro a 21/2/1996, o segundo a 27/3/1996, de preparação para o Europeu. Nessa época, o jogador actuava no Belenenses, de João Alves, onde era médico o famoso Luís Lourenço que esteve envolvido numa reportagem dos “Donos da Bola” à socapa no seu gabinete privado em Leça e ao qual estava ligado um laboratório “do Norte” onde se abasteciam jogadores e clínicos com substâncias dopantes.

Porque em todos os outros amigáveis da selecção em Portugal, de 1990 a 93, Fernando Mendes… não jogou. Nem com Artur Jorge nem com Carlos Queirós. Curiosamente, Oliveira não o levou ao Europeu-96, apesar de apanhar Fernando Mendes no FC Porto após esse Verão, mas nunca mais o jogador voltou a representar Portugal. O seu último jogo internacional foi mesmo como jogador do Belenenses no Restelo, frente à Grécia.

Fernando Mendes defrontou a Alemanha mas só entrou aos 77’ (por Dimas) e fez o jogo todo contra a Grécia. Logo, o doping ao intervalo, na selecção mas com a ajuda clínica do seu clube (e na sua casa), foi no Belenenses!

Imprensa abafada…
Estes assuntos são suficientemente relevantes para serem pelo menos mencionados na Imprensa, mas às vezes há uma estranha letargia dos que se entretêm a comprar e vender jogadores na “silly season”… Esperei pelos desportivos de 2ª feira e nada. As primeiras revelações foram no Maisfutebol, mas lá ninguém opinou nem contextualizou os trechos citados do livro. Bonito serviço. Na 3ª feira, os desportivos… nada. A Lusa instou a Procuradoria e esta nada…


O jogador, nos últimos dias, atenuou responsabilidades a vários níveis, mas estão definidos os clubes onde se dopou. Boavista e Belenenses. E pensarmos que os seus técnicos (Manuel José no Bessa já tinha treinado Fernando Mendes com 17 anos no Sporting em 1986; João Alves fê-lo no Belenenses, mas também no E. Amadora) podem tanto passar sem saber de doping no seu balneário como Sócrates desconhecendo que a PT queria comprar a TVI… é considerar que dois reputados técnicos estão também marcados pela associação a doping. Dois técnicos, de resto, benquistos na Imprensa do regime, ambos com perfil lisbonense ou sulista, benfiquistas assumidos, que agrade q.b. para não se lhes beliscar a reputação – será isso?


Numa altura em que passa um ano da condenação do benfiquista Nuno Assis por doping – e sentenciada no TAS de Lausana, a penalizar as instâncias disciplinares nacionais que o ilibavam em Portugal por meios fraudulentos de fazer justiça tão criticáveis, mas então não denunciados pela Imprensa do regime, quanto o recurso a substâncias dopantes pelos desportistas – e vários jogadores desse clube estiveram envolvidos, em distintas modalidades, em casos de doping; se já tivemos Kenedy afastado do Mundial-2002 por doping e até Fernando Couto suspenso (por culpa de um shampô…), para quê tanto alarido e críticas à iniciativa do jogador em falar de doping (dois capítulos em 14 do livro) no futebol?

Fernando Mendes, entretanto, já demonstrou que o título do livro está mal dado, ou talvez não se a tentativa de colar o desassombro, a especulação e uma boa dose de intriga favorecerem as vendas imperiosas que ajudam a fazer a vidinha de cada um… Se, afinal de contas, houve uma primeira versão “hard”, com nomes e locais, datas e dados históricos, mas ficou na gaveta, o “Jogo Sujo” não existe. É tudo porreiro, pá! Tanto que o próprio ex-jogador revela, afinal, ter muitas e boas memórias do futebol profissional e os episódios de doping, além de escondidos de responsáveis técnicos e directivos nalguns casos, serem descontinuados e, por isso, sem grande relevância, quer na sua carreira quer nos títulos que a acompanharam bem como os respectivos clubes.

Funcionou ao contrário da Carolina, primeiro em versão “soft” e depois apimentada com Pinhão. Veremos se vende mais ou, pelo menos, tem mais credibilidade.

Mas, uma vez mais, quem a quis questionar que credibilidade profissional tem ao ignorar os factos?

36 comentários:

  1. amigos

    se o lisandro sair para o lyon ou para um clube de igual dimensão pelos tais 20 milhoes de euros os coleguinhas da sad podem ter a certeza que os meus 3 dragon seats não vão ser renovados.

    ResponderEliminar
  2. Uma pequena correcção. O Rogerio Azevedo, jornalista da bolha, já tinha decifrado o clube, os campeões do mundo, com quem o boavistão fez uma grande eliminatória, eliminando o Inter e aproveitou para falar de Oceano, pois foi o jogo em que marcou o seu ultimo golo pela selecção, no Restelo e com F. Mendes a titular.

    Claro que no Rascord quase todos os acéfalos falavam do FC Porto e relembraram os carecas que jogaram no Porto...

    ResponderEliminar
  3. São estas interpretações que não se fazem. Não havendo portistas com paciência para encontrar a coerência dos relatos sem nomes, nenhuma destas questões seria levantada.

    Vejo aqui especulação, claro. Mas não tanta como no apito dourado. E nem me atrevo a comparar a sua credibilidade com a das pessoas ligadas à acusação no apito dourado.

    A final da Taça referida foi, curiosamente, a primeira a que eu assisti ao vivo. Lembro bem da frustração: depois do 1-1 via-se nitidamente que não tínhamos pernas, nem digo para marcar o segundo, mas para evitar a vitória do Boavista.

    Não tivesse Fernando Mendes esclarecido logo à partida que não se refere nas suas acusações ao FCPorto, já muitas divagações teriam sido feitas por muitos pseudo comentadores da Bola ou do Record.

    Aliás, seria uma desculpa de ouro para justificar a falta de vontade de relatar as eleições patéticas do clube deles.

    ResponderEliminar
  4. Essa taça também está entalada como o campeonato? :/

    Nos 3 grandes não há doping e eu sou o Pai Natal.

    ResponderEliminar
  5. Pai Natal,

    Desculpa lá. Mas quando falam em entalados, só me vem à cabeça o teu clube.

    ResponderEliminar
  6. Axadrezado,

    Ninguém esta a dizer que nos tres grandes nao ha doping.
    No Benfica ja houve muito caso de doping. E alguns bem recentes. Até ja morreu um miudo em Guimaraes de galinha ao peito. Nunca houve uma verdadeira discussao sobre as causas dessa tragédia.

    Ja ouviste falar da famosa farmacia de Cedofeita?

    Evidente que nao era nenhuma farmacia de Cedofeita, era de outro lado qualquer, mas qualquer gajo que ja deu 2 pontapés numa bola sabia ver que as equipas do Pacheco andavam constantemente dopadas e jogador que la passasse 3 anos podia arrumar as botas porque o corpo nao dava mais.

    O que o post lança para a discussao, entre muitos "pormaiores" é a falta de profissionalismo jornalistico, a dualidade de abordagem a casos bicudos do futebol portugues e a constante tentativa de perseguiçao ao FCPorto.

    O FCPorto, ao contrario do Boavista, nunca foi nenhum cavalo de troia da cidade do Porto. Nunca se vendeu à 2a circular como o teu clube fez inumeras vezes.

    Alias, o ultimo campeonato conquistado pelo teu clube, aconteceu porque so havia uma equipa na perseguiçao aos dopados: era o FCPorto.

    Se a perseguiçao fosse encetada por uma das madalenas de Lisboa, nao terias sido campeao porque o controlo anti-dopagem seria realizado com pompa e circunstancia.

    Foi mais um grande marco que deixaram os Loureiros. Motivo de regozijo para muito parolo. Que distribuam agora uns frigorificozinhos para amenizar a vergonha que foi a sua gestao.

    ResponderEliminar
  7. Ora bolas, lá se foi uma oportunidade de ouro (ou dourada?) para o Botelho fazer mais uma fita!

    ResponderEliminar
  8. Subscrevo DragaoPentacampeao!

    Agora qualquer rameira ou "drogado" escreve um livro !!
    E diz o que apetece, o que vende, o que causa espanto e é polémico.
    Mais um tipo a fazer ceninhas tristes em busca do cifrão no país à beira mar plantado.
    Mas ele diz muito mais que isso.
    Segundo li no site do Porto, escrito pelo labaredas(pk?) foi a Leonor Pinhão que o levou para o Benfas!

    Novo Blog http://carregaporto.blogspot.com/

    Caro Zé Luís, ja coloquei o vosso blog na minha lista de blogues tripeiros!
    Podem linkar tambem o meu blog aí ?

    Abraço

    ResponderEliminar
  9. no fcporto.pt:

    Independência?

    O Labaredas decidiu ler o livro de Fernando Mendes, depois do alarido gerado pelos casos de doping relatados pelo antigo defesa-esquerdo e que motivaram espanto generalizado. A obra, todavia, inclui passagens bem mais interessantes. Como a que se segue e que… fala por si.

    «Acho piada quando hoje em dia oiço falar em promiscuidade entre jornalistas e dirigentes desportivos. Se existe? Naquela altura já existia. Fui confrontado com a hipótese de rumar ao Benfica por duas figuras do jornalismo nacional, e em especial da Imprensa desportiva: Leonor Pinhão, assumida benfiquista do jornal A Bola, e João Bonzinho, que também pertence ao mesmo jornal e que nunca fez questão de negar as suas cores clubistas. Foi-me dito que ambos tinham ligações próximas com a direcção do Benfica» (…) «Assinei contrato pelo Benfica, no Bairro Alto, na casa de Leonor Pinhão e do seu marido, o realizador João Botelho. Para além dos dois, estavam lá João Bonzinho, Jorge de Brito, como representante do Benfica, e o meu jovem advogado, Cunha Leal, então um ilustre desconhecido» (…) «Pareceu-me haver uma enorme contradição neste episódio entre a função de um jornalista e a sua proximidade com um clube».

    ResponderEliminar
  10. A referência à Leonor Pinhão lá está, essa senhora é que devia ser investigada, pois está metida até ao tutano em situações de promiscuidade comprovada com um Clube de Futebol...Ela e o imberbe do marido!...Que raios os partam...Imbecis...Eles e o Ministro da Economia Portuguesa, é cada tratante...

    ResponderEliminar
  11. É caso para afirmar que ao nosso Porto, só ganham com doping!...Essa de 1961 estava fora das minhas cogitações.

    ResponderEliminar
  12. E reparem que o melhor jogador do Leixões foi a correr para o Sporting: -Osvaldo Cambalacho!...Cambalacho, sem mais, Cambalacho!
    E esse Manuel de Oliveira é aquele senhor ex-Treinador, que parece querer perceber muito de arbitragens nos jogos Rádiodifundidos?...Se é, é caso para dizer...BOA!...

    ResponderEliminar
  13. Meirelesportuense,

    Essa espécie, entenda-se Leonor Pinhão, é a mulher dos sete oficios:
    1-jornalista
    2-directora de comunicação do SLBosta/recadeira,
    3-directora desportiva do SLBosta
    4-Agente de escritoras alternadeiras
    5-Lambe botas do Vieira
    6-Líder de campanhas eleitorais alvos de citações
    7-piiiiiiiiiiiiiiii

    Essa do ministro xD.
    É circo na luz , na assembleia da republica.
    Está tudo louco?
    Meirelesportuense, deixei-lhe um mail, veja! xD

    Novo Blog
    http://carregaporto.blogspot.com/
    Abraço

    ResponderEliminar
  14. Passei por aqui e gostei do que vi.
    Já o adicionei.
    Felicidades.
    Visite-me também.

    ResponderEliminar
  15. Meu caro Zé estás admirado? Lembraste de Benfica/Porto no tempo que o mesmo treinador treinava o Benfica e para a taça perdemos 2-0, com o Edgar a correr tanto que acabou o jogo e tiveram que o agarrar que ele queria continuar a correr?

    Um abraço

    ResponderEliminar
  16. (Perdão pela intromissão)

    Lisboa, 03 de Julho de 09, 9:00h, sente-se um cheiro nauseabundo estranho, fétido… veio depois a explicação através da TSF:
    - no pavilhão dois do slb acabaram de ABRIR AS URNAS!

    ResponderEliminar
  17. Acabei de ver o Telejornal da RTP-1, e mensionaram que estava a decorer uma reunião em Inglaterra, para ser consumada a transferencia do Raul Meireles. Alguem sabe de alguma coisa??
    Era só o que faltava, distruirem o meio campo, e ainda mais, sendo um Português.. daqui a dias não há nenhum no plantel..

    ResponderEliminar
  18. Temos a equipa toda a venda.
    Miséria de politica. Ainda agora renovaram com o meireles e estão a tentar vende-lo. Até mete nojo...

    ResponderEliminar
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  20. Eu também vi isso Nuno. Se for verdade é um escandalo. Só espero que ao menos a SAD se deixe de treatas, dê ao menos uma alegria aos adeptos e traga o Van der Vaart. É caro? Caro é ter de pagar ordenados ao Guarin, Kaz, Helder Barbosa, Vieirinha, Pittbul e Bruno Vale (vai ser emprestado até acabar a carreira). Deixem-se de tretas, juntem o útil ao agradável e tragam um jogador de classe mundial que ainda por cima é querido por todos os adeptos.

    ResponderEliminar
  21. Duarte, andei a "vasculhar", tudo o que é site desportivo, e a verdade é que não encontrei nada sobre a possível transferência do Meireles.. vamos esperar que tenha sido apenas mais uma gafe da RTP..
    Nesses nomes que falas-te, Porto comprou resto do passe do Guarin.. não sei se choro, se riu..

    ResponderEliminar
  22. Nuno é melhor rires. Foi uma boa solução!
    Quanto à RTP, enfim, por alguma coisa as relações com o Porto não existem!

    Labaredas ataca de novo.
    Novo blog:
    http://carregaporto.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  23. no fcporto.pt:

    O papagaio não faria melhor

    A Labaredas isolou um pequeno texto da imprensa desportiva de ontem. Primeiro porque também assistiu ao debate em questão, depois porque este «Passe Curto» resume claramente o que se passou. José Manuel Delgado não teve um desempenho jornalístico propriamente «animador» para a classe. O papagaio verde de bico encarnado, de resto, não faria melhor.

    «O desanimado»

    «Na noite de terça-feira, vi um interessante debate na RTPN, em que participaram Hugo Gilberto, moderador, António Magalhães, director-adjunto de «Record», António Tadeia, director-adjunto de «O Jogo» e um porta-voz da candidatura de Luís Filipe Vieira, que reduziu a «um dia animado» as movimentações de Bruno Carvalho que levaram ao despacho do juiz que impede Vieira de se candidatar nas eleições de amanhã [hoje].

    O presidente do Benfica, com o seu voluntarismo, cometeu três erros: antecipou as eleições, minimizou o único adversário que ousou avançar – e o seu excelente advogado… - e escolheu mal o «animador» para a comunicação social.»

    Alexandre Pais, Record, 2 de Julho de 2009

    ResponderEliminar
  24. Boas

    De acordo com este site

    http://www.footballtransferleague.co.uk/football_player.aspx?football_player=Raul+Meireles

    os únicos rumores sobre o meireles em inglaterra dizem respeito ao Newcastle.

    Já que este desceu, não vejo o Meireles a ir para a 2ª em Inglaterra

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  25. Quem é que a SAD do FC Porto já vendeu hoje? Alguém sabe?

    ResponderEliminar
  26. A mensagem de Lucho aos adeptos do FCPORTO:
    http://carregaporto.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  27. Os meus parabéns ao Zé Luis por esta pesquisa e cruzamento de elementos, que conduzem a conclusões muito claras.

    ResponderEliminar
  28. Excelente pesquisa, Zé Luís.

    Louvo a coragem do Fernando Mendes em denunciar estas situações mesmo a custo de sair com a sua reputação manchada.

    ResponderEliminar
  29. Faço minhas as palavras do José Correia. Eu pensei que alguém haveria de fazer uma pesquisa para descodificar as partes "gagas" da obra. Ela aí está. E bem sucedida. Só é pena que a Com. Social não dê o merecido relevo ao acontecido. E até um famoso PORTISTA COM MUITO ORGULHO ignorou a situação, continuando a preferir chingar no Presidente, a quem deve muito do seu orgulho. Com amigos como este não são precisos inimigos. O tipo é um infiltrado, um submarino, que aproveita a liberdade para agredir PdC,como cão que morde a mão de quem lhe dá de comer. Virtudes da liberdade de imprensa, e cobardia de quem nem sequer permite que se contestem, no seu blog, as ideias que expende.

    ResponderEliminar
  30. Nelson Pena disse:
    «amigos

    se o lisandro sair para o lyon ou para um clube de igual dimensão pelos tais 20 milhoes de euros os coleguinhas da sad podem ter a certeza que os meus 3 dragon seats não vão ser renovados.»

    Ainda bem porque adeptos destes não fazem falta.

    ResponderEliminar
  31. O nosso segundo melhor presidente foi eleito novamente. Com ele à frente do benfica, ganhámos 6 campeonatos.

    Ganda orelhas!

    ResponderEliminar
  32. Foi eleito com 92% dos votos -votaram só 20 mil, mas contaram como se tivessem votado 200 mil, BOA!- como na Coreia do Norte!...Aquilo é mesmo uma ditadura, "mole"...Se fosse no Porto era "incapacidade de regeneração" "enquistamento político"...No Benfica, é sinónimo de "vitalidade" e "adesão colectiva"....Tassssssssssssssssssss....

    ResponderEliminar
  33. Aristodemos, "estar-se cagando" deve ser o que ele faz com muitíssima frequência, se reparares, deve ser por isso que normalmente está sozinho...Ninguém aguenta!

    ResponderEliminar
  34. .

    Ainda tens de investigar a Taça que o Porto perdeu para o Sporting por 0-2, com 2 golos do fenómeno Tiuí - tenho a certeza que foi doping, porque 2 golos daquela pérola, foram espasmos de alunicinações, estou certo! :)

    .

    ResponderEliminar