17 julho 2009

Falcao, sem til nem o saco de caramelos…

O Lyon levou Cissokho pela verba que o Milan quis repensar: exemplos da pobreza dos barões de antigamente e da riqueza de palavra que poucos honram actualmente

Não sei se Falcao é bom ou não, mas pelo menos não se vendeu por um saco de caramelos, que é a versão oficial reconfirmada mas antes não difundida que marca a triste história do Benfica alegadamente moderno.

Como este o Vieira não foi buscar, cruzando o Atlântico como fez com Moretto, nem pelo qual montou guarda no aeroporto com o primo do empresário a distribuir estalos, lá ficou o Rui a fazer figura de coitadinho sem o dizer muito alto nem merecer a compaixão devida pelos basbaques das suas operações de marketing e acção executiva própria do seu alto cargo.

Falcao será apresentado amanhã no Dragão, a par de Valeri que o FC Porto privilegiou, pelo visto sem ter o temido interesse no Buonanotte alegadamente desejado pelo Benfica – ainda à cata de um Perdigueiro qualquer nas Pampas - e também aparentemente cobiçado pelos dragões.

O “saco de caramelos” foi a imagem utilizada por Toni para falar do seu fracasso como director-desportivo do Benfica, há uns 12/13 anos, num cargo em que foi entronizado com meses de antecedência enquanto se contratava o Jorge Jesus brasileiro que até foi campeão sul-americano, Paulo Autuori. Tudo assente no papel desde Janeiro, mas o final de 1996 não passou, além do afastamento precoce do título, sem contratações de vulto por falta de dinheiro, assumidamente, nem os habituais ataques ao “sistema” que o treinador louro do Brasil protagonizou.

Ao anunciar desistir de contratar Falcao, e sem entrar aqui a discussão da qualidade do jogador ou o merecimento de tal disputa por dois clubes rivais, Rui Costa quase chorou tal a impotência, balbuciando como um menino a quem tiraram a bola para jogar que o Benfica qualquer coisa em relação a jogadores que interessavam ao FC Porto... Enfim, uma lastimável atitude, de resto alicerçada no pasquim regimental que titulava serem as pretensões de Falcao coisa de garoto, abrindo demais a boca. O jornal a fazer a voz do dono.

Entre esse exemplo da falta de grandeza, polvilhada com casos de contratações fracassadas alegadamente por “culpa” do FC Porto e interesses não confirmados em jogadores por quem o FC Porto não mexeu uma palha (Buonanotte foi o mais recente), ecoavam ainda a chacota de adeptos mal formados, envieirados e escarafunchosos de que os 15 ME da venda de Cissokho não tinham razão de ser pelo recuo do Milan que aparentemente ninguém censurou.

Mas se o Milan não teve dentes para levar Cissokho, querendo repensar a maquia a largar, como o Benfica (e o Sporting) não têm dinheiro para fazer cantar um cego, o Lyon apareceu, perguntou a Pinto da Costa se queria sempre os 15ME para levar o lateral francês e face à resposta afirmativa os dirigentes do clube francês não tiveram receio de a palavra dada ser incumprida. E Cissokho, para mal dos “avaliadores das vendas” dentro e fora do FC Porto, lá foi para o Lyon, por muito dinheiro e porventura mais do que valerá mesmo, mas acima de tudo por uma questão de palavra, de honradez e de estatuto dos clubes em causa.

Fora a questão da valia dos jogadores a comprovar em campo, seja Cissokho, Saviola ou Falcao, de nada disto podem gabar-se muitos fidalgos arruinados. Só com crédito bancário, muitos cheques passados e memórias distantes de um passado que hoje é glorigozo. Para piorar a imagem decadente destes antigos barões, há clubes que gastam menos e ganham muito mais. E toda a Europa conhece os pobres, os infelizes, os remendados, os desesperados.

Basta, aliás, não estarem um ano (Milan) na Champions. Imaginem não estar dois anos. Ou estarem dois anos fora da Europa, de todo. Estes ecos correm o mundo. Até à Roménia, onde o desconhecido Álvaro Pereira posou com uma camisola de clube mas assinou por outro em “quatro minutos”. E à Argentina, onde de “falar à Benfica” só por conhecer Saviola e Aimar que também jogaram no River Plate, o tal Falcao percebeu a diferença entre jogar num 3º classificado remetido para pré-eliminatórias da Liga Europa e num tetracampeão que faz boa figura na Liga dos Campeões e na mesa de negociações.

Isto de Falcao para não falar do saco de caramelos que lhe ofereceram, propondo-lhe salários inferiores aos que auferia no River Plate, de Buenos Aires, na margem do Rio da Prata e num clube onde falta “plata”, precisamente, para se ter bem a noção do dinheiro que muitos anunciam aos quatro ventos.

23 comentários:

  1. No maisfutebol: «Responsáveis da direcção do Lyon vão fazer uma novo proposta hoje. Ligaram ontem a perguntar se podiam reunir-se connosco para concretizar a intenção. Não têm acordo com o jogador e se oferecerem 15 milhões o Cissokho não sai», assegurou o presidente do F.C. Porto

    Vi no telejornal o Presidente apenas disse que ainda não havia entendimento com o Lyon acerca do Aly..

    ResponderEliminar
  2. Zé Luís, estás em grande, vais desencantar cada foto...Aqueles óculos de estilo azeiteiradobacôco mesmo condizente com a pose do RC...Quanto aos caramelos, já provei e são bons mas muito doces...
    O Lyon parece-me estar a exagerar nos recados via CS, as coisas tratam-se com mais secretismo e elegância.
    Eles estão a ter uma posição de merceeiros!
    Acho que o Porto não os devia descartar, mas dar-lhes a entender quem manda em quem...Dezembro é já aí ao virar da esquina.

    ResponderEliminar
  3. esta história do cissokho já me põe confuso, mas enfim, é melhor esperar pela conclusão do negócio...
    quanto aos novos sul-americanos, tenho sempre a mesma postura: dar-lhes algum tempo e daqui a uns meses avalia-se!

    ResponderEliminar
  4. meireles, a montagem como sempre excelente é dos que se ufanam com o glorigozo no vermelhices.com.

    Isto do Lyon é covnersa para boi dormir. Acredito que está tudo feito mas faz-se mise en scène para que primeiro se concretizem os exames médicos e não dê o ridículo que deu com o Milan por culpa deste, depois há a confirmação e a comunicação formal à CMVM.

    Não acredito que Cissokho esteja amanhã na apresentação.

    Mas sabemos que isto do mercado é só quando está assinado e mesmo assim...

    Mas acho que a palavra de Pinto da Costa vale mais que um documento escrito. Como confiam os franceses.

    ResponderEliminar
  5. Tomem para refletir, s.f.f.:
    do Mundo Deportivo, opinião curta e grossa:
    "Los meses más felices de los perdedores
    Acabó la siesta azulgranaJoan Poquí - 17/07/2009 03:00Faltan tres días para la vuelta al trabajo de la plantilla barcelonista y, como si se hubiese activado una especie de alarma, de repente han ido encendiéndose luces tras la larga siesta azulgrana de la pretemporada. Para empezar, operación relámpago (de una efectividad que ni siquiera sospechábamos) para fichar a Maxwell. A continuación, viaje de Laporta y compañía a Ucrania y a Milán para desconcierto de media Europa. Mientras, un juez da la razón al Barça en su conflicto con Audiovisual Sports y de repente a la caja azulgrana le caen treinta millones. En un plisplás, la iniciativa es del Barça. Poco ha durado al Madrid de Pérez la alegría de los meses de verano, aquellos meses que son los más felices para los que no han ganado. Después acaba el verano y vuelven a ganar los buenos".

    p.s. - o Barça acaba de contratar Ibrahimovic, anunciam na Catalunha, pela módica quantia de 40/45 ME, mais Eto'o e Hleb.
    Ora, eu avaliaria Eto'o em outros 45 ME e Hleb nuns 10ME, logo dá um total aproximado de 100ME.
    Entretanto, o líbero ucraniano Chygrynski, que apreciei muitíssimo no Euro-06 de sub-21 em Portugal, recusou jogar no Barça - não dá para acreditar.

    ResponderEliminar
  6. As notícias que têm vindo a lume dão a entender que o Porto quer algo mais que os 15 milhões por Cissoko e acho bem, era o que estava indicado com o Milan.
    O Milan dava mais garantias que o Lyon de poder conquistar troféus Nacionais e Internacionais, o Lyon tem que dar outras benesses.
    Uma coisa me está a chamar à atenção, a política de empréstimos do Porto está a mudar, estão a virar-se para empréstimos em mercados fora do País -acho bem que eles regressem aos Clubes de onde vieram, é mais acertado- e a realizar vendas dos jogadores há muito tempo contratados...Creio que o melhor seria manter apenas os jogadores mais promissores que saiam da formação e um ou outro, que por qualquer razão, não tenha sido bem sucedido no plantel principal...

    ResponderEliminar
  7. E agora vejam lá se não conhecem esta realidade em Portugal da Imprensa do regime.

    Isto dito por um dos mais conceituados jornalistas espanhóis e senhor da Cadena Ser:

    José Mª García: "Florentino manipula, censura y 'corta' cabezas

    "El periodista José María García arremetió con dureza contra el presidente del Real Madrid, Florentino Pérez, en una entrevista a Catalunya Ràdio.

    García aseguró que "en mis 36 años de profesión, el presidente que más ha manipulado, censurado y que más cabezas ha pedido ha sido Florentino Pérez".

    El periodista criticó a los medios de comunicación por sus, a su entender, excesivas alabanzas al presidente madridista: "Abras el diario que abras, siempre le hacen una felación pública", manifestó.

    Em Espanha não escondem palavras:
    lá fazem BROCHES ao presidente do Real Madrid - tal como cá a certos clubes de Lisboa.
    Exactamente aquilo que penso.

    ResponderEliminar
  8. O que referes sobre o "Mundo Deportivo" é a realidade que também faz moda em Portugal, a alegria da Capital nos períodos "veraniejos"...Depois, tudo entra na normalidade!
    Lá como cá, as coisas são muito semelhantes e até se percebe porquê, lá como cá, existiram ferozes ditaduras e os símbolos desportivos dessas ditaduras, foram os das Capitais Madrid e Lisboa...Estas coisas demoram muito tempo a limpar das consciências, é como a religião, agarra-se-nos à carne como marcas do sarampo!
    O que nos é incutido na infância não desaparece com facilidade e pior, sem muita luta...

    ResponderEliminar
  9. O Felattio é ainda muito secreto em Portugal -só na Travessa das Almas- aqui é a sempre recorrida apalpançó.masturbação.descarada...

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  11. Ó Zé, se puderes, lê o editorial do Freteiro Delgado na última página de A Bola.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  12. Vila Pouca, há gente que não leio e esse é um deles, só se tropeçar no jornal num restaurante.

    á me bastou o Fernando Guerra, por acaso, duas vezes na semana passada. Sobre este, porque li mesmo e não esqueci, voltarei ao tema.

    Se quiseres, estás à vontade para meter aqui o tipo do intestino delgado.

    ResponderEliminar
  13. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  14. Já aqui tinha falado disto, num post sobre política, eleições e clubes, e reafirmo que ISTO é uma derrota anunciada.

    Pinto da Costa apoia Elisa Ferreira
    A candidata do Partido Socialista à Câmara Municipal do Porto, Elisa Ferreira, conta a partir de agora com o nome do cidadão Jorge Nuno Pinto da Costa na sua Comissão de Honra.

    ResponderEliminar
  15. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  16. Labaredas
    O desnorteado presidente da Assembleia Municipal de VN Gaia

    O presidente da Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia tem a estranha tendência de dirigir algumas «bicadas de milhafre» ao FC Porto, curiosamente um clube que prepara todos os seus sucessos (e são muitos…) numa das freguesias do concelho que o elege. O Labaredas não pode deixar de assinalar a sua incoerência.

    «Gostei de um FC Porto que mesmo sem a chegada do suplente de Renteria na selecção colombiana já mostra fio de jogo (…)». O presidente da Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia arrisca a ironia e esquece que o atleta que lhe inspira a piada infeliz vestiu a camisola do seu clube, durante largos dias, mas apenas em páginas de jornais. Quando chegou o momento da verdade, escolheu os Tetracampeões e preferiu a pronúncia do norte à vaidade centralista que, infelizmente, o presidente da Assembleia Municipal de Gaia pavoneia.

    O Labaredas suspeita que, mais dia menos dia, os gaienses se vão cansar de quem ofende e ataca sistematicamente o clube que muitos apoiam e que é o verdadeiro baluarte do Norte, mudando a sua opção eleitoral. Ou será que o «diabinho» vale assim tantos votos? Atenção «desnorteado», que os cálculos podem sair furados… E, já agora, uma sugestão. Porque é que, em vez de perder tanto tempo a escrever, não se cultiva com a leitura do livro de Nogueira Baptista, «O Águia do Graveto»?

    fcporto.pt

    ResponderEliminar
  17. http://i30.tinypic.com/34dn8t0.jpg

    Será que são parecidos? apenas saberemos amanhã..

    Um abraço, Gaspar
    http://odragaozinho.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. Boa, Gaspar.

    Gosto do cor-de-laranja, mas prefiro com mais azul tal comoem 1996 (diagonal com azul-laranja).

    E aprecio as listas largas do principal. Como antigamente.

    ResponderEliminar
  19. Zé Luís, podes dar-me o link de onde tiraste esse artigo de opinão do El Mundo Deportivo? Gostava de pegar nele para eventualmente o colocar no blogue onde agora comento. Obrigado

    Já agora estão todos convidados a deixar a vossa opinião no sectorofensivo.blogspot.com
    É um blogue generalista pelo que a discussão é saudável, mas acesa. Aguardo a vossa visita.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  20. Zé Çuís, o laranja que eu gostei mesmo foi o último, s enão me engano foi em 2006/2007, onde, curiosamente o principal também só tinha três riscas.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  21. É mesmo,até parece que o nosso Presidente se esfalfa para manter rui rio na camara do Porto!

    ResponderEliminar
  22. Zé Luís o apoio de PC a EF não é nem mais nem menos que uma clarificação política sempre desejável...E a derrota anunciada, já tinha sido apontada como certa pelas sondagens mesmo antes deste apoio, pode ser que assim as coisas até mudem.Espero bem que sim...
    Se mudarem, pode argumentar-se que foi graças a PC...Se se mantiverem as piores perspectivas, a culpa é de Elisa Ferreira que não soube ou não pôde, fazer destrinçar as suas candidaturas à Europa e à Câmara do Porto.
    Não me parece que Pinto da Costa tenha alguma coisa a ver com isto, este apoio deve ter-lhe sido solicitado e não o contrário, obviamente!...

    ResponderEliminar