01 setembro 2009

As imagens "azenham" as palavras

A horrenda actuação do V. Setúbal na Luz não fará discutir a qualidade da Liga portuguesa... E as façanhas teóricas do ex-futuro treinador do FC Porto expostas ao ridículo vão passar ao lado da desculpa dos jogadores que se intimidam com 40 mil pessoas...
Tivesse o FC Porto perdido em Kiev, em Outubro passado, e asseguraram muitos que Carlos Azenha substituiria Jesualdo depois da série de derrotas consecutivas na Champions e no campeonato nacional. Muita gente o garantiu e eu também o ouvi, para além dos comentários avulso aqui té no blogue.
Tive, por isso, muita expectativa em ver Azenha a treinar a sério, ou mais ou menos. Aquele que parecia o responsável das vitórias portistas enquanto as derrotas eram assacadas ao treinador principal no Dragão, por dois anos, um dia quis arriscar ser nº 1 no banco mas passou pelo comentarismo televisivo com dotes de grande palrador e conhecedor de todos os segredos do jogo, apontando erros e defeitos e enumerando todas as virtudes do léxico futebolês extensivo a um ror de entendidos da bola que pululam nas tv's.
Foi, portanto, com curiosidade que quis ver o que era esta equipa do ex-futuro treinador do FC Porto, aquele que muitos ainda garantem por quem Pinto da Costa teria uma "apaixoneta" técnico-táctica que um dia lhe abriria as portas do Dragão com passadeira azul. 
O resultado de 8-1, desta noite, nem diz nada. Sofrer quatro golos de bolas paradas nem é o pior. Até o bravo José Mota levou 7 na Luz com o Paços de Ferreira, com cinco golos de cantos. O treinador do Benfica era Jesualdo... Mas, curiosamente, essa nem era a primeira vez que os pacenses jogavam na Luz. E outras equipas jogaram com muitos estreantes na Luz e não fizeram a triste figura que os sadinos ontem protagonizaram, mais do que os méritos propagandeados sobre os vitoriosos da noite.
A desculpa de Azenha nas vésperas, de que tinha muitos jogadores que nunca estiveram na Luz nem jogaram perante 40 ou 50 mil pessoas, soou-me logo a falso. Foi um alerta. Uma desculpa esfarrapada que a realidade demonstrou.
Nem os jogadores sadinos, na sua maioria, têm estaleca para a I ou mesmo a II Liga, como o treinador Azenha demonstrou que, antes da falta de adaptação ao um palco de primeira, falta trabalho... de treinador. O V. Setúbal, por acaso um clube da minha simpatia afectiva desde os tempos de Pedroto e as primeiras grandes noites europeias que vi a uma equipa portuguesa, foi uma coisa inenarrável. Repita-se: não é pela fragilidade pueril nas bolas paradas, foi a patética incapacidade que se notou em jogadores campeões nacionais e até treinados por Azenha no FC Porto, como o polaco Kazmierczak que conheceu uma só velocidade no jogo, parado. A equipa, essa, espalhava-se entre a inaptidão dos laterais e a falta de noção mínima das coisas do meio-campo, para acabar num ponta-de-lança notado em Chipre do que pode ser apenas o olho clínico de um treinador experiente...
Da nulidade absoluta sadina é difícil encontrar termo de comparação. Poderia dizer que nunca vi equipa tão má na I Liga e que equipas das divisões não profissionais, que também nunca haviam actuado na Luz, já mostraram mais argumentos e predicados do que o V. Setúbal que parece destinado a dar barraca este ano.
Mas a confrangedora mediocridade sadina não fará, ao contrário de outros argumentos atirados quando as coisas parecem decididas para o FC Porto no campeonato, acender a discussão da qualidade do campeonato. Alguns vão embandeirar pelos oito golos, sendo metade de bola parada e três deixados pelos sadinos incapazes de dois passes seguidos que o Benfica aproveitou para marcar em jogadas individuais. Valeu a pena ver, sim, o cruzamento de Coentrão, em posição difícil, e o belo cabeceamento de Nuno Gomes. O resto foi uma dor de alma, entre uns mecos que mal sabem correr e pior ainda se tiverem de o fazer com uma bola e os benfiquistas que se deslumbram com facilidade, porque sinceramente não vi jogar um caracol a não ser o sadino em velociade devagarinho ou parado como esse mostrengo polaco que o FC Porto ainda tem sob contrato.
Não sei que futuro Azenha terá, seja no V. Setúbal seja na carreira pessoal. Mas as imagens estragam as palavras, antes de as dispensarem. Alguém dizia, ainda, que os teóricos das televisões adivinham tudo, sabem os segredos e conhecem as receitas. Azenha sofreu a goleada que há muito se antevia aos comentadeiros e paineleiros e é uma vítima desse palavreado balofo. Veremos no futuro, ele que diz ter um desafio aliciante, para mais quando o mercado ofereceu a fechar mais um lote de emprestados que nem de segunda escolha são. E se muitos discutem o número de jogadores cedidos a este ou aquele, se centrarem a atenção na qualidade que trazem ao jogo, e da que deriva da sua formação, então vamos mesmo concluir que campeonato assim tem equipas e jogadores a mais. Mesmo treinadores.  

26 comentários:

  1. Eu vi mais ou menos o jogo, e de facto, o Setúbal foi de uma pobreza atroz. Sempre que o SLB corria, era golo. Até metia pena aquela triste figura. Penso que a única coisa positiva do jogo é ver se os ensaguentados embandeiram em arco e se estatelam.

    ResponderEliminar
  2. Não vi o jogo, apenas vi o resumo, de positivo apenas o golo do Helder Barbosa, que continua a marcar ás GAYvotas!! Relembro que na época passada marcou pelo Trofense, e valeu o empate diante dos passarinhos..

    ResponderEliminar
  3. http://oantilampiao.blogspot.com/2009/09/vale-pena-isto-tudo-por-marc-zoro.html

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Nunca alinhei no "linchamento popular" do Jesualdo, bem pelo contrário, e muito menos na sua hipotética substituição por Carlos Azenha.

    Dito isto, também não me parece justo avaliar os méritos do Carlos Azenha apenas pelo jogo de ontem.

    Eu recordo que o Setúbal iniciou esta época sem ter jogadores e que o treinador andou semanas a fazer castings e a "treinar" com jogadores provenientes do 2º escalão a chegarem a conta gotas.

    Agora que finalmente tem um plantel completo, incluindo vários
    jogadores emprestados pelo FC Porto e SLB, veremos se daqui a umas semanas o Carlos Azenha já irá conseguir apresentar uma equipa minimamente decente.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  7. Quem leu as minhas opiniões neste blogue, sabe que sou um acérrimo defensor do Professor Jesualdo, e nunca fui dos que pediram Azenha.

    Contudo, acho extremamente injustas as criticas que o Zé Luís fez ao Carlos Azenha. O jogo de ontem, em virtude da situação do V.Setúbal em relação a contratações tardias, minimizam - e muito - as responsabilidades do seu treinador.

    No final faremos as contas.

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  9. Miguel Teixeira,

    O individuo que escreve acima com o meu nome, é aquele que anda a escrever como "falso Soren" ha ja algumas semanas.

    Alguns dos comentarios que aqui leram nas ultimas semanas nao sao da minha autoria e em nada representam aquilo que penso.

    Tem o mesmo nick da pessoa que "expulsou" o Meireles do blog.

    Ja pedi para que o seu nick fosse pura e simplesmente bloqueado. Assim nao aconteceu.

    Dragon 4, saiba que nao lhe respondi na caixa de comentarios anterior. Nao escrevi absolutamente nada. Nem sequer discordo daquilo que escreveu.

    Este espaço sempre foi importante para mim, mas falta de limpeza so me deixa uma saida, que é obviamente a de deixar de comentar no Portistas de Bancada.

    Um abraço a todos os Portistas que fizeram deste blogue aquilo que ele é hoje.

    Desejo as maiores felicidades ao Zé e ao Menphis.

    Até sempre e viva o Porto.

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  11. Andas-te a divertir ó falso Soren?! É muito fácil saber quem é o verdadeiro... o verdadeiro é o das 19:17.

    Isto de quem não tem nada que fazer à vida....

    Respeita as pessoas!

    ResponderEliminar
  12. Estes espaços, que tardei em frequentar porque não me "cheiraram bem" quando fiz as primeiras incursões, estão a confirmar a minha relutância inicial. De facto aparecem tipos que se divertem a fazer tropelias e dizer disparates, quando o que deveria estar em causa era um debate civilizado de opiniões e conceitos, susceptível de enriquecer cada um de nós. Mas a agressão, o insulto e a calúnia imperam frequentemente, o que só demonstra o baixo nível intelectual e civilizacional de quem assim procede. Estes espaços não podem ser escape de frustrações nem de compensação por desgostos sofridos à custa de ofensas a quem não pensa como nós. Haja elevação!

    ResponderEliminar
  13. Se juizo de valor fiz sobre Carlos Azenha foi apenas pelo jogo de ontem. Só. O futuro não sei, o passado não me importa.

    Outros treinadores foram estrear-se à Luz e com jogadores igualmente estreantes e não fizeram a pobre e porca figura dos sadinos.

    Aquilo foi uma vergonha. Havia ali jogadores que nem correr sabiam. A bola é um estorvo. Para não falar da táctica e da descoordenação global arrepiante. Uma vergonha.

    Os jogadores são muito fracos, muito maus. Se o treinador náo tem culpas, decerto não as tenho eu. Se escolheu jogadores assim e assado, se fez televoto ou anúncio no jornal é problema dele. Se optou por este emprego e este clube tem de assumir que aquilo tudo foi uma merda. E duvido, sim duvido, que tenha futuro. Mas deixo a possibilidade de melhorar, porque pior será impossível.

    Eu também não liguei ao que disseram do Azenha quando lhe encontraram todos os predicados mal ele deixou o Dragão. Ele é que sabia, ele é que fazia ele até comentava na tv e parecia saber e conhecer tudo.

    Este é um bom exemplo de como (não) se devem fazer as coisas. Azenha é um exemplo dos fala-barato televisivos que no campo dão-se mal. O que se passou na Luz foi que aquela equipa, que admito tenha mais de um mês de treinos, não tinha de facto trabalho algum.

    Há jogadores que nem correm: Kaz. Há aqueles que nem sabem correr com a bola: os dois laterais paupérrimos. A bola estorva tanto que 3 golos foram de bolas perdidas com jogadores que até se viravam as costas (golo de Aimar).

    Se aquilo valeu alguma coisa só para a diversão no Youtube.

    O Jaime Pacheco começou uma época, já na mó de baixo, com o Boavista também sem jogadores, com alguns das divisões inferiores, com novatos, com tipos ue nem deviam ser jogadores de futebol e podia perder mas não jogava tão mal e tão sem nexo que é um insulto aquilo que o V. Setúbal fez ao futebol e ao seu nome.

    Se o Azenha podia fazer melhor, não sei. Sei que aquilo que se viu é zero. É como o outro: jogar o dobro de zero é zero.

    O treinador assumiu o desafio. Achou-o aliciante. Ele lá sabia as linhs com que coseria a sua equipa.

    Mas para além do inexistente trabalho do técnico, em nenhum capítulo físico, técnico e táctico, a questão é a forma de fazer o plantel? Então se esta é a tónica e há desculpas, pois dessa forma sou mesmo pela redução de clubes na I Liga.

    É isso que, no fundo, está em causa, para mim. O Azenha é só um àparte que deve fazer mal aos defensores da sua sabedoria nunca comprovada. Há, neste capítulo em particular, portistas que deviam ter vergonha pelo que disseram sobre ele. Não fui eu. Eu apenas constato o que vi e todos viram. Uma vergonha.

    ResponderEliminar
  14. Continuo a lamentar que intrusos velhacos teimem em desassossegar quem está de bem. Lamento em particular pelo meireles e pelo soren, que se sentem atingidos mas escusam de apontar-me o dedo, pois não sou polícia, em condições normais não estou vigilante e em férias muito menos, não tenho hipóteses e tempo para ver quem escreve e o quê.

    Se os amigos citados não o entendem, apesar de já ter sublinhado este passageiro desencontro meu com o blog em que me limito a deixar uns posts, tenho pena, mas de momento não posso fazer melhor.

    De resto, como já repararam na coincidência, só de há uns tempos a esta parte isto sucede. Alguém conhecedor dos segredos da casa dá-se mal com a vida alheia. As partes técnicas do controlo do blog nunca foram preocupação minha, limito-me a pagar pequenos fogos que existam sem poder acorrer a todo o lado a toda a hora.

    ResponderEliminar
  15. Não sei se será do treinador, mas a construção do plantel do vitória, foi feito ás tres pancadas e o que se viu foi demsiado mau , ao nivel de uma divisão regional.
    Basta ver que não conseguiam dar dois toques seguidos na construção das jogadas de ataque.
    Foi pauperrimo, mas tambem o facto de em tres lances de bola parada terem feito tres golos, de terem levado com tres amarelos em 20 mns e pq é o terceiro penaltie em tres jogos a seu favor( pelo ritmo vão ser 30 no final da epoca),que ao contrario dos outros ,não existiu - veja-se a perna do defensor parada , mas com um arbitro tambem associado local, era obvio que seria assinalado..
    deixem-nos cantar,coitados!
    Só falta a TV Oficial (SIC), anunciar que a LIGA EUROPA é espectaculo e a Champions é Peanuts!
    FORÇA GRANDE FCP..
    Somente tetracampeao!

    ResponderEliminar
  16. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  17. Zé Luís,

    sobre o Azenha, devo dizer que nem gosto do estilo. Apenas comentei o teu post, não concordando, na medida em que a época só agora começou.

    O Setúbal foi buscar jogadores no desemprego e outros à 3ª Div. francesa...

    Eles não têm dinheiro para mandar cantar um galo. E nisso subscrevo a tua opinião sobre a redução de clubes. Não têm dinheiro, escusam de passar vergonhas. Ainda que vergonha, vergonha, devia ter o Kaz. Um jogador que já foi do FCP e da selecção polaca...

    Simplesmente patético o seu jogo de ontem.


    Em relação ao estado do blogue, pouco posso dizer, pois há muito que deixei de ser convidado. A falta de tempo e vontade para escrever foram os motivos. Desde essa altura que sempre que posso venho ler o que escrevem, mas nem sempre comento. Esta época de férias já me deu algum desafogo para vir aqui dar umas opiniões, mas já vi que o ambiente anda tenso em virtude de andarem por aí uns espertinhos.

    Devo dizer que acho mal que deixem de comentar. Isso é dar mais motivos aos invejosos para que façam esse tipo de jogo sujo.

    Alguma coisa tem de mudar no PdB, para que não se perca aquele que já foi sem margem para dúvidas, o melhor blogue Portista.

    Um abraço para o Soren, Menphis e Zé Luís. Espero que o Soren não deixe de comentar - pois é dos que mais gosto de ler - e que os outros dois consigam limpar a merda que aqui anda.

    ResponderEliminar
  18. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  19. Quanto ao jogo da Luz, não vi. Vi o resumo apenas. Por isso, não vou comentar aspectos tácticos nem de escolha de plantel.

    Sobre o Azenha devo dizer que sempre foi um personagem que, enquanto esteve no FCPorto, me passou despercebido. O seu protagonismo coincide com a sua saída do clube.

    A partir daí passa a comentador irritante com todas as soluções para o FCPorto da crise de início da época passada; Depois a idolatrado pela CS e certos portistas que achavam que o êxito do FCPorto se devia só a ele; A seguir a vaidade com a divulgação por tudo que é sítio da sua casa nova.

    Enfim, depois de lhe ver protagonismo constituí opinião sobre ele. E nunca foi famosa.

    Quanto ao Benfica: naturalmente que não podiam estar mais inchados, como já estiveram o ano passado, como aqui lembraram e bem, depois do jogo nos Barreiros.

    É bom que estas coisas aconteçam: está mais do que visto que o Benfica cai com facilidade no pecado do excesso de confiança.

    Quanto aos PdB: enfim... espero que se recomponha rapidamente. Faço minhas as palavras do Miguel. Este blog é IMPORTANTÍSSIMO saudável.

    Claro que quem joga com a personalidade dos outros, ainda que virtualmente, é de besta.

    Ceder ao jogo sujo desse anormal é dar-lhe de bandeja o sabor da vitória.

    Lamentei pelo Meireles. Não merecia. E lamento pelo Soren. Mas não cedam. Será o pior que podem fazer.

    Não é fácil ver um anormal falar por nós. Mas ignorem-no.

    Um abraço a todos os portistas bem intencionados desta 'casa'.

    P.S.: Não se atirem ao Zé Luís. Não será fácil policiar um blog. Nem é por esses meios que ele (intruso) se afastará. Será pelo cansaço, nunca pela importância que eventualmente lhe dermos: isso só o fortalece.

    ResponderEliminar
  20. Sobre o jogo do Benfica vs Vitória de Setubal apenas gostaria de comentar aqui uma coisa que é a seguinte:
    O jogo desenrolava e eu ia ficando cada vez mais triste, não pelo Benfica estar a marcar golos atráz de golos, não pelo Carlos Azenha estar a ser humilhado mas sim por achar que o meu/nosso Porto com Jesualdo Ferreira no comando técnico nunca aconteceira tal coisa pois apartir dos 3-0 ele adormecia e a equipa hibernava.

    Eu sei que ganhar por 1, por 3 ou por 8 na práctica é a mesma coisa mas que deve dar uma gozo tremendo vermos a nossa equipa cilindrar assim outra deve e nessa altura no estádio a vibrar com aquilo tudo o que menos nos importa é se a equipa adversária é boa ou má estamos a pensar é que nós somos os maiores!!!!!!!!!!!

    Agora voltando á realidade, o facto de o Benfica ter ganho 8-1 não quer dizer nada pois ainda na época passada ganhou por 6-1 ao Maritimo e foi a merda que se viu.

    SAUDAÇÕES PORTISTAS

    P.S. Miguel Teixeira disse:
    "Em relação ao estado do blogue, pouco posso dizer, pois há muito que deixei de ser convidado. A falta de tempo e vontade para escrever foram os motivos. Desde essa altura que sempre que posso venho ler o que escrevem, mas nem sempre comento. Esta época de férias já me deu algum desafogo para vir aqui dar umas opiniões, mas já vi que o ambiente anda tenso em virtude de andarem por aí uns espertinhos.

    Devo dizer que acho mal que deixem de comentar. Isso é dar mais motivos aos invejosos para que façam esse tipo de jogo sujo.

    Alguma coisa tem de mudar no PdB, para que não se perca aquele que já foi sem margem para dúvidas, o melhor blogue Portista.

    Um abraço para o Soren, Menphis e Zé Luís. Espero que o Soren não deixe de comentar - pois é dos que mais gosto de ler - e que os outros dois consigam limpar a merda que aqui anda."

    E eu digo que concordo plenamente com o Miguel Teixeira e quero deixar uma palavra de solidariedade para com o Soren que é das pessoas que eu mais gosto de lêr aqui neste blog.

    ResponderEliminar
  21. Embora esteja afastado do blog por motivos pessoais que agora não interessam para o caso, mas que nada têm a ver com o próprio blog, sempre que posso estou presente e diariamente estou por aqui, tendo-me comprometido a ajudar o Zé Luís em tudo o que estivesse ao meu alcance. Uma das funções em que tenho dado o meu contributo, e usando ainda o meu poder aqui dentro, é precisamente tentando limpar o blog da canalha que têm vindo para aqui infestar o blog. Tentei irradiar o Meireles falso com sucesso, mas com pena de não ter conseguido a tempo de fazer com que o verdadeiro continuasse a comentar e tento agora acabar com o Soren falso, apagando tudo o que ele vai escrevendo por aqui.

    Soren, tenho muita pena da tua reacção, é certo que ninguém gosta disto que está a acontecer, principalmente o próprio visado, mas a verdade é que o canalha está a conseguir o que quer. Afastando-te, tal como o Meireles fez, apenas contribuiu para a vitória do canalha e perda do blog em termos de discussão. Se sabes de alguma forma de irradiar por completo um perfil de utilizador de um blog agradecia que dissesses como, já que, que eu saiba, tal não é possível e por isso tal não foi feito. Se alguém sabe de alguma forma de o fazer agradecia o contacto com a explicação.

    Como tal e resumindo, pedia ao Soren e ao Meireles que voltassem e comentassem e assim não dessem ânimo à criança que anda a brincar com o blog. O PdB, eu incluído neste caso, compromete-se a fazer os possíveis para fazer desaparecer a criança do blog.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  22. Vi o jogo na estação pública(?) que o transmitiu e por momentos fiquei como que para o confuso...com tantos orgasmos que o adepto do SLB que estava a fazer o relato do mesmo, julguei que a malta do cabo me tinha oferecido umas hora à pala num qualquer canal porno.
    Foi tudo espectacular, até a actuação do gajo do apito, no lance do penalty do 3 a 0.
    Para o atrasado do Tadeia o Ramires foi inteligente ao ir de encontro ao tosco do gajo do Setubal (que nem qualidade teve para se afastar do passa fome brasileiro), ao contrário do Lisandro, esse simulador que destruiu a verdade desportiva do ano passado no mais que famoso lance do Dragão...são visões, perdão opiniões.
    Outra visão que me fez rir foi a do Dias Ferreira, muito parecido ao Servan em ver coisas do outro mundo, em que conseguiu ver que o jogador do FCP tocou a bola com a mão no passe para o 3º golo, quando se vê claramente que quem joga a bola com a mão é o tipo da Naval...com visionários destes já vi porque que é que é Paulo Bento Forever.
    É um fartote esta comunicação social brumelha.
    Uma palavra para o Azelha, este tipo enganou me bem. Tava convencido, e ele tb ao que parece, que o gajo até percebia alguma coisa de tácticas, jogadores, esquemas ou seja de TREINAR uma equipa, quando afinal ao que parece é outro Rui Santos, mas sem o cabelo lambido e os tiques de dono da verdade absoluta, que de tácticas não percebe um corno. A ver vamos...a não ser que estivesse a guardar o autocarro para o Dragão.

    ResponderEliminar
  23. Porque não fazem o blog aberto só a convites.

    Falo contra mim porque pouco escrevo e muito leio, mas a verborreia destes clones está a afastar "users"que contribuiram e fizeram este blog o que ele é hoje.

    Zé Luís e Menphis pensem nisso, este blog é um importante espaço de diálogo de portistas,e não pode/poderá ser sabotado e corrompido por bestas que deviam frequentar blogues anti-portistas tal o asco e o veneno que destilam.

    Saudações (des)portistas!

    ResponderEliminar
  24. Ainda sonhei que o Azelha estivesse a pagar algum frete ao seu padrinho na carreira de treinador.

    Será que para marcar o seu distanciamento ao FCP, demonstrou ser tão gentil e doce para com o mais maior grande clube do mundo, para caír nas boas graças da CS e etc?

    O ano passado, o Setubal levou 4 ou 5 em casa com o Benfica e depois foi de autocarro para o Dragão, com o seu treinador no final do jogo com o Benfica a afirmar que se calhar iria fazer uma gracinha ao Dragão!!!

    Puxa leva 4 secos em casa, e para continuar nas boas graças dos bermelhos diz que vai ao Dragão fazer uma gracinha?

    No ano passado e nesse jogo, Cardozo e o Nuno Gomes também marcaram, como este ano aconteceu a mesma coisa.

    A outra grande goleada do Benfas, foi a um clube de amarelo, que sempre que se deslocava ao galinheiro, metia o guarda redes suplente. Porque seria? Uma das vezes saiu de lá com sete.

    E o outro que treinou uns de xadrez que levou 4 do Benfas e 6 dos berdes e veio ao Dragão vencer com um golo em fora de jogo no último minuto?

    Será que não cheira a mais do mesmo?

    A esperança de vender Cardozo é tanta, que até já afirmam aos 4 ventos, que este sim vai ser o ano, como o melhor artilheiro do campeonato.

    As jogadas dos cantos é sempre a mesma. O armário espanhol, ou D.Luis, vão ao primeiro poste desviar a bola ao segundo onde aparecerá Cardozo a concluir, com Saviola ou Aimar a colocarem-se em fora de jogo, entrando muitas das vezes dentro da baliza adversária, de maneira a abrir a defesa adversária.

    Revejam os jogos como o de Guimarães e do Setubal, e podem verificar o que afirmo.
    No golo contra o Guimarães vejam que o DMarias está dentro da baliza do Guimarães. Chegou lá primeiro que a bola devido à sua louca velocidade...

    A mim o que mais me custa engolir é que se o FCP, fizer este tipo de jogadas, podem ter a certeza que o bandeirinha levanta logo o pau, para assinalar o fora de jogo do ataque do FCP.

    São estes pequenos pormenores que se revelam pormaiores quando a cor das camisolas passam de azul a vermelho.

    Outro situação, é a quantidade de faltas que são marcadas ao ataque do FCP, em comparação com o Benfas.
    Quem quiser ter o trabalho de as somar se calhar vai verificar que só em 3 jogos já existe um desnível muito grande entre as 3 equipas ditas grandes.

    Uma entrada de Polga a pés juntos leva a expulsão do jogador adversário( académica )

    O jogo em portugal é muito conduzido pelas habilidades dos homens do apito, que de burros nada têm.

    ResponderEliminar
  25. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar