10 maio 2013

Duas vitórias para um título melhor do que 2012

Corresse como corresse e passe o que venha a passar-se, o campeonato do FC Porto este ano é brilhante. Apenas 6 empates sofridos e com queixas flagrantes de arbitragens mafiosas em Barcelos, Vila do Conde, Luz e Marítimo, com penáltis negados de forma escansalosa, no caso da Luz foras-de-jogo clamorosos que deixavam portistas isolados e um beneplácito arbitral para os caceteiros do Benfica com os suspeitos Matic e Maxi do costume.

Fui dos poucos, entre alguns na bluegosfera, que não desacreditaram. Depois do 1-1 no Marítimo, sim, tornou-se apenas mais difícil revalidar o título. Para mais com uma arbitragem de Capela, depois renovada no derby da capital. A época está espremidinha, espremidinha e nem foi brilhante, mas o essencial é o título.
 
E se muitos diziam, e podem ainda dizer, cobras e lagartos da época a nível interno, fruto de um plantel curto para as exigências, a verdade é que o FC Porto está a duas magras vitórias de mais um t(r)ítulo. Ganhando ambos os jogos em falta completará 78 pontos, na época passada fez 75 para ser campeão e o Benfica já leva, protegidinho, protegidinho, 74. O Benfuca superou-se, com ajudas do costume, da disciplina branda ao caseirismo anacrónico dos árbitros do Regime. Não é o FC Porto que está mal ou passou pior, a não ser não ter Hulk ou alternativas válidas no ataque.
 
Continuo a dizer que com os melhores 11 o Porto ganha ao Benfica. Provou-o na época passada e esta época na Luz. Com os titulares indiscutíveis não há pai prò Porto, não só do Benfica mas em Portugal. Mas o Benfica tem mais e valiosas soluções, em particular no ataque e aí até goleia. Por isso pôde aguentar-se, com sorte na Europa e ajudas arbitrais na taça da treta que é feudo histórico e histérico, sem perder tanto tempo.
 
Com apenas mais duas vitórias o FC Porto, que falhou vários objectivos esta época, será campeão de novo sem derrotas, o que poderia ser pelo terceiro ano consecutivo mas o arcanjo Gabriel esqueceu o bruto do Caixão em Barcelos para ilustrar como se faz a corrupção na Herdade Desportiva.
 
Mainada.

Sem comentários:

Publicar um comentário