10 março 2012

Parar é morrer

Em três velocidades, devagar, devagarinho e parado, o FC Porto conseguiu resgatar um pontito num penálti no último minuto, por Hulk, evitando outra humilhante derrota com a Académica e pelo menos desta vez não perdendo 40 anos sem perder com os estudantes em casa...

Desta vez, Hulk, Álvaro, Moutinho, Lucho e James, o James que muitos pedem para entrar de início, não estiveram bem. Não recuperaram do esforço da Luz? Pensaram ganhar sem correr? Que a Académica ia facilitar depois de 0-0 com o Benfica a jogar em casa à defesa? Que o árbitro ia "ajudar"?

No que tocava ao FC Porto fazer, confirmou-se: nada foi feito. No restante, cada qual fez a sua parte, a Académica defendeu e actuou apenas nas zonas de pressão na linha do meio-campo. Limitou-se a jogar do fundo do court contra quem não tinha profundidade. Daí um jogo sensaborão e sem ocasiões de golo. À parte um lance que Janko falhou na cara do g.r. mas em fora-de-jogo, porém confirmando que falha demasiado para aquilo que marca - e repetiria de cabeça para as mãos de Peiser após o intervalo...

Deixo a pergunta colocado na resposta a um comentário no início da semana? É possível ser campeão sem um ponta-de-lança de jeito?

Com o FC Porto manietado e a sofrer um golo numa insistência e cruzamento lateral para um raro remate à baliza de Helton, nada pior do que a lesão de Fernando, acidental mas originada por um central academista ter disputado a bola com o brasileiro na linha do meio-campo. Defour nada acrescentou, tal como Sapunaru nada acrescenta e, neste caso, ainda bem que se lesionou (entrou Djalma). Depois saiu Rolando, amarelado numa falta inexistente. Kléber foi mais um para o monte. O FC Porto jogou ao monte no ataque, sem extremos para ladear a montanha de jogadores na área da Académica.

Mas à falta de médios - já se adivinhava que iam faltar médios, depois da sangria -, só dava para meter outro meco na área. Raros momentos de discernimento. Pouca capacidade de remate e sem nunca fugir à pressão defensiva dos forasteiros.

Negado um golo quase feito, por fora-de-jogo inexistente de Hulk e com Janko ao lado e os dois contra o g.r., sobre o intervalo, o árbitro roliço transformou ainda um penálti sobre Hulk num amarelo que afasta o Incrível do jogo de 6ª feira.

A agonia tornou-se de tal ordem que a Académica não rematou na 2ª parte e limitou-se a controlar os danos, originando os seus com paragens constantes, lesões a potes e adiando o que parecia incontornável: o golo portista. Surgiu por acaso, num penálti indiscutível, com bola no monte e uma mão na bola (segundo amarelo e expulsão). Não se jogou futebol nos últimos 15' mas isto é uma maravilha para os resultadistas.

Quando se pedia um arranque decisivo do FC Porto para atacar o título, um solavanco na recta final era o que menos se esperava. O FC Porto parou e quase morreu. Assim, dando alento aos adversários directos, é mesmo para jogar até ao fim, agora há três jogos seguidos fora, o próximo sem Hulk, talvez sem Fernando e de caminho tem de jogar o Paulinho Santos, com o Semedo de prevenção.

Era preciso outro aviso de que isto não está fácil? A equipa estaria tão segura de si sobre a "responsabilidade" (inevitabilidade?) de as camisolas ganharem jogos?

Uff, livrámo-nos de perder duas vezes seguidas com a Académica... Ao menos prevalecem os 40 anos sem derrota em casa... E viva o velho!

5 comentários:

  1. Boas,

    Ates de falar do jogo devo falar do arbitro ... 3 penaltis não assinalados, mão de Abibe aos 6 minutos, depois outro corte com a mão que o arbitro assinala fora da area, o terceiro falta sobre Hulk dentro da area, e ainda dou de barato o fora de jogo mal assinalado a Hulk quando este se isolava na cara do guarda redes.
    Quanto ao jogo, demos 45 minutos ao adversário, é incompreensível que se jogue daquela forma depois de tomarmos a liderança do campeonato. Não há ninguém que consiga dizer aos jogadores que temos que começar a ganhar o jogo logo no primeiro minuto ??? não entendo.
    Na 2ª parte mais ofensivo mas pouco consequente e com falhas de concentração no momento da finalização. Não sei se a opção de 2 pontas de lança foi a mais correta dado que a bola não chegava lá, provavelmente reforçar o meio campo com o cebola fosse mais inteligente, digo eu que não percebo nada disso.
    A realidade é que perdemos 2 pontos para o Braga e os unicos culpados somos nós. A ver vamos o que o futuro nos reserva.

    Um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. É um copy/paste do que escrevi hoje no Porta19, e se calhar muitos escreveram a mesma coisa na bluegosfera:

    RBN diz:
    10 de Março de 2012 às 13:28
    Bom dia Jorge, o FCP não pode dar 45 minutos de avanço à Briosa, como andou a fazer noutros jogos que não no galinheiro.

    Temos que matar logo o jogo ainda na 1ª parte, porque nós sabemos que num único lance ou remate fortuito do adversário, a coisa pode azedar para o nosso lado, tantas vezes já vimos este filme, e perdem-se pontos irrecuperáveis.

    É isso que espero do FCP logo mais, e sabendo de antemão que o Braga joga mais cedo e os galináceos apenas amanhã, uma vitória hoje já colocava o FCP a 6 pontos do clube dos menstruados lisboanos, e teriam eles que entrar amanhã em Paços com toda a pressão em cima deles.

    Podíamos estar a 6, estamos a 4 e se Deus não acode, continuávamos a 3.

    Chorinhos por causa da arbitragem?Eu não vou por aí, a culpa é só e toda nossa.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Isto de dar 45 minutos de avanço é recorrente no Dragão , o treinador fala nisso, mas quem é que faz o planeamento e a gestão do jogo ?
    Adiante..
    Depois do João Capela em Olhão, do Bruno Paixão em Barcelos , veio este Marco Ferreira que tambem não é internacional , roubar até não poder mais!!
    Mais, o Penalti indiscutivel a nosso favor foi assinalado aos 89 mns, mas só foi marcado aos 92 mn com o guarda redes da Academica a gozar com todos e o arbitro ainda não contente , reiniciou a partida aos 94!
    Do anti jogo da Académica , da passividade e da cegueira do arbitro e da forma adormecida de enfrentar a partida .. valeu tudo..pagámos e bem a fatura da luz!

    ResponderEliminar
  4. Off the topic: (no meu blog)

    Futebol: Treinador com prestígio precisa-se no FC Porto

    FC Porto, sempre!

    ResponderEliminar
  5. Boas tardes: Subscrevo o texto e o comentario do "Louro", por inteiro! Á parte peuqenos roubos cirúrgicos, não há desculpa para aquela primeira parte miserável dos nossos players...
    Já tínhamos visto este filme há pouco tempo! Deste modo somos nós s dar moral a "Guerreiros" e "Lampiões"!
    Assim não!!!

    ResponderEliminar