07 novembro 2018

Jesualdo, o treinador das vitórias e único tricampeão português

Ao assegurar o título nacional na época passada, com Sérgio Conceição ao comando, o FC Porto impediu o Penta do Benfica acima de um Tetra tenebroso e mafioso. Ao mesmo tempo, impediu que Rui Vitória atingisse um tricampeonato pessoal como só Jesualdo Ferreira tem entre treinadores portugueses.
Destaquei esse facto em  Maio, no Twitter. Hoje volto a evocar o grande professor que triunfou plenamente no FC Porto.
O Benfica acaba de somar o 4º jogo consecutivo sem ganhar, com o sonso das vitórias... O empate, equivalente a derrota, com o Ajax também faz do gajo com aspecto de tasqueiro no banco do Benfica ficar atrás de Jesualdo, já agora...
É que há 10 anos, por esta mesmíssima altura, Jesualdo deu a volta a uma situação grave de crise. Vitória não sabe o que isso é!
O FC Porto em 2008-2009 perdeu 2-3 com Leixões, 0-1 com Dínamo Kiev e 0-1 na Figueira da Foz com a Naval.
O Benfica perdeu 0-2 com Belenenses, 0-1 em Amesterdão com o Ajax e 1-3 com Moreirense... Agora fez 1-1 com o Ajax a praticamente está fora da Champions...
Jesualdo, como então escrevi, tinha capacidade para dar a volta.
Após 3 derrotas terríveis, o FC Porto foi ganhar a Kiev (2-1) e voltou a Portugal para ir ganhar a Alvalade (2-1), aliás a última vitória lá obtida...
E a época 2008-2009, além de levar o FC Porto aos 1/4 final da Champions, teve a dobradinha campeonato-taça.
Não se prevê que tal suceda no Benfica...
Alás, o grupo fácil do FC Porto vai, provavelmente, ser jogado até à última jornada quanto ao apuramento dos dois primeiros.
O grupo difícil do Benfica vai ficar, provavelmente, arrumado na próxima jornada, basta o Benfica perder como sempre perdeu em Munique...
Já agora, depois da derrota na Luz, e instado a comentar as 2 derrotas já acumuladas no campeonato, Sérgio Conceição atirou que poderia ser as últimas derrotas do FC Porto no campeonato!
E pegou bem na equipa para um ressurgimento espectacular como provam os últimos jogos. Era preciso Herrera e Brahimi fazerem o que faziam na época passada e passaram a fazer. E surgiu Oliver, que aqui sempre disse ser apenas meio jogador e agora está a 3/4 de jogador: falta atirar à baliza e marcar golos, de fora, como Otávio já mostrou...
E da forma que está o actual FC Porto, pós última derrota na Luz, a confiança só pode estar em cima. Como a equipa está, no 1º lugar.

Sem comentários:

Publicar um comentário