30 setembro 2009

Falcao à Madjer quebra enguiço

Helton, Álvaro Pereira, Fucile, Rolando, Bruno Alves,Tomás Costa ( Guarin 67´), Belluschi, Raúl Meireles, Mariano ( Valeri 90´), Hulk e Falcao ( Farías 88´)

Marcadores: Falcao ( 75´) e Rolando ( 82´)

E de repente, aos 75 minutos, Falcao fez reviver, aos seus adeptos, emoções de outrora, que fora gloriosas, um calcanhar imitando Rabah Madjer, em 1987, quebrou com o enguiço e foi o inicio de uma vitória, bastante sofrida como merecida, embora o FCPorto não tivesse realizado uma grande exibição.

Era quase obrigatório vencer, perder não era aconselhável, pela importância que tem os jogos em casa nos jogos da Champions League, e ainda por cima frente ao seu adversário principal no grupo, o FCPorto não desperdiçou a oportunidade, numa partida onde experimentou de quase tudo, desde sofrer um bom bocado até ganhar com à-vontade.

Com Tomás Costa no lugar de Fernando, o jogo foi muito à imagem das partidas, frente ao mesmo adversário, da época passada, o Atlético de Madrid, desta vez a passar um mau momento na Liga espanhola, apresentou uma equipa onde se preocupava mais em fechar os caminhos da sua baliza do que tentar abrir brechas na equipa adversária.

A equipa espanhola fechou-se muito, jogando sempre com os jogadores muito próximos, sempre preocupados em tentar fazer uma teia aos jogadores ofensivos portista, Belluschi, Hulk e Falcao eram as referências atacantes em que os madrilenos nunca perderam de vista. O FCPorto até entrou relativamente bem na partida, Hulk destacava-se na frente do ataque, sempre com sinal de perigo cada vez que pegava na bola, mas o Atlético, a meio da primeira parte, equilibrou o jogo, e a equipa portista começou a perder algum fulgor, Raul Meireles, a demonstrar, mais uma vez, que este ano ainda não se encontrou com ele próprio, não conseguia dar fluidez ao seu futebol, Belluschi estava muito marcado, e a equipa ressentia-se disso.

Via-se um FCPorto com muitos passes curtos falhados, alguma displicência defensiva, e pouca irreverente no ataque. Nos últimos 5 minutos, já se viu um FCPorto a querer abrir brechas na defesa adversária, mas o domínio era apenas territorial, até porque a equipa portista pouco rematou na primeira parte.

Na segunda parte, o Atlético ainda aumentou as dificuldades do FCPorto, a equipa portista parecia estar a passar um mau bocado, muito por culpa dele próprio, era tremenda a falta de coordenação, os passes falhados pareciam erros de infantis, e a equipa parecia estar preso.

Mas foi quase necessário bater no fundo para que a partir daí, a exibição portista subiu, de que maneira, de valor qualitativo, depois do golo de Falcao, a equipa de Madrid foi obrigada a abrir, o FCPorto jogou com mais espaço e muito melhor.

Aos 82 minutos, Guarin, que entrou muito bem na partida, marcava um canto como o Raul Meireles não conseguiu durante toda a partida, Bruno Alves tem uma
grande cabeçada que leva a bola embater ao poste, e depois Rolando empurrou a bola para a baliza deserta fazendo o resultado final. Até ao fim, o FCPorto apenas trocou a bola de forma segura e inteligente não deixando sequer que o Atlético de Madrid pensasse em tentar reduzir a desvantagem.

Por último, é justo reconhecer que Fucile pôs no bolso o português mais apoiado por Portugal, sempre são 6 milhões a tentar lhe dar apoio moral, que a defesa portista em geral esteve bastante bem, e que Hulk está a jogar cada vez melhor e de forma mais inteligente, além de Falcao estar a evoluir bastante bem.

O FCPorto, com esta vitória, abriu as portas da qualificação aos oitavos de final, fazendo 6 pontos, como é sua obrigação, contra o APOEL dar-lhe-á quase o passaporte para a fase seguinte, o próximo jogo em casa, mas a maior conquista acaba por ser, tudo depende de nós, isso é o mais importante.

25 comentários:

  1. Uma vitória bastante sofrida, iniciada com um já histórico movimento portista.

    Fucile e Alvaro muito bem..para mim os melhores jogadores em campo.

    Meireles, mais um jogo para esquecer.

    Hulk, está a tornar-se um jogador inteligente

    e Falcao continua a mostrar veia goleadora.

    Grande ambiente no estádio!!

    ResponderEliminar
  2. Se não me apagarem desta vez...
    Desta vez era fácil, era só não inventar.
    Mas como tem a mania de ser vedeta há que meer o Tomas, só para contrariar as linhas dos jornais.
    A cupa é dos jornais, proponho fazer uma petição para os jornais não mostrarem mais previsões de linhas iniciais...

    ResponderEliminar
  3. nao foi uma exibição brilhante, mas o que interessava ficou no dragão: os 3 pontos.

    má primeira parte, exceptuando os ultimos 5 minutos. má entrada na 2ª, onde poderiamos ter sofrido o golo. recompusémo-nos e ganhamos merecidamente.

    enorme jogo do fucile. pelo que me lembro, nao perdeu um lance.

    a qualificação está aberta. talvez com 2 vitorias sobre o apoel, quando recebermos o chelsea já estamos qualificados, pq nao vejo o atletico a fazer mais do que um ponto contra o chelsea, em dois jogos. mas é preciso cuidado, o apoel empatou com o atletico e so sofreu um golo do chelsea. nao vao ser favas contadas

    ResponderEliminar
  4. Notas a realçar deste jogo:

    -O Tomás Costa não é jogador para o FCP

    - O Fucile quando motivato e concentrado, não dá abébias aos adversários no um contra um

    - O Fernando é neste momento talvez o jogador mais insubstituivel da equipa

    - O Falcão é um ponta de lança à antiga, faz-me lembrar o saudoso Gomes pela maneira como se movimenta

    - O nosso meio campo não tá a funcionar bem, devido principalmente à má forma do Meireles

    - O Belluschi está a jogar fora de posição, ele é um 10 típico e devia jogar mais perto dos avançados. Ele tem disfarçado, porque é um jogador muito abnegado.

    Em suma, se fizermos no mínimo 4 pontos nos 2 jogos contra o Apoel, ficamos com as portas da qualificação entreabertas

    ResponderEliminar
  5. O FCP esta em crescimento e bateu uma equipa em crise de resultados ,mas com muito valor.
    Fucile o melhor em campo (que grande exibição e que garra), Hulk muito bem e a defesa impecavel.
    Só ganhámos o jogo , quando o professor emendou no meio campo ( o Tomas Costa pode jogar nas alas , mas A TRINCO não!).
    comentei isso na altura quando foi realizada a substituição: " já ganhámos"!!
    Amanha as capas dos jornais o FCP vai ter um destaque pequenino numa competição menor, pois a Euroliga é que é!!

    ResponderEliminar
  6. Grande Porto, carago!!

    Do Falcao já não preciso de mais nenhuma prova. É um verdadeiro matador, não engana!! Vitória muito importante contra um adversário directo na luta pelo apuramento.

    Surpresa a titularidade do Tommy. Primeira parte razoável e segunda bem melhor. Guarín entrou muito bem, há que o dizer. Mexeu com o jogo. Vencemos justamente!

    Grande festa com saudações especiais ao mouro e ao pesetero :)

    TETRAbraço

    ResponderEliminar
  7. Até me apetecia dizer muitos blás, blás, que na mesa do restaurante em jantar de aniversário da minha filha fui projectando baixinho, mas não sou de dar flancos em público para eventuais inimigos/ adversários se deleitarem... por isso, GANHÁMOS, e muito bem como soi dizer-se e foi evidente, ainda por cima a "rasgar" abaliza adversária com um golo à Rabat Madjer.
    Obrigado a todos, em especial aos directos protagonistas Hulk e Falcao.
    Queriam melhor?! Eu também poderia querer, claro, mas foi muito bom, PONTO. Viva o F.C. PORTO!

    ResponderEliminar
  8. Melhor o resultado do que a exibição, persistem ainda algumas escolhas estranhas no professor que impedem a equipa de comandar o jogo, ter mais posse de bola e por via disso, não sofrermos tanto. O Mariano continua a ser o fetiche abençoado (montanhas de oportunidades na equipa) ontem até lutou muito, mas decididamente é um trapalhão, o Tomás Costa revelou-se uma má aposta para aquela posição, o Belushi tem de jogar mais à frente, ontem até se bateu bem a defender mas a atacar estav demasiado loge da sua zona de acção natural. Importante foi ganhar e deixar tudo em aberto para seguir em frente. Cuidado com o Apoel, não é pera doce. Viva o FCP e Domingo há mais em Olhão

    ResponderEliminar
  9. Gostei, na globalidade, do jogo. Acabei-o com bem mais satisfação do que no Sábado.

    Houve de facto muitas dificuldades no meio campo o que, como habitual, nos retirou a iniciativa e posse de bola, mas mesmo assim acho que houve muito querer. Eu ainda me lembro de tempos em que o jogo do fcp chegou a ser ainda mais enfadonho com bolas a circular na defesa de um lado para o outro. Aqui o jogo tenta ser vertical, embora nem sempre bem, admito.
    Mas a espaços fiquei (ainda) mais convencido que a matéria prima está lá e que é essencialmente um problema de cabeça. Problema esse que, na minha opinião, tem a ver com a tal 'onda' que inunda o país. É que se repararem, quando a equipa se soltou parecia que tudo saía melhor. Claro que o Atl.M. sentiu o toque, mas mesmo assim, acho que estando mais tranquilos a produtividade subiu muito.
    Tivessem todos o empenho do Fucile e seríamos muito melhores.
    Mais uma vez Beluschi muito bem, correu imenso, na minha opinião, e defendeu mais do que eu imaginava.
    Fiquei igualmente espantado com a performance do Guarin (afinal ele corre!). Pareceu-me mais rápido e certeiro. Sempre que penso que é um 'não jogador' para o FCP lá vem ele e faz-me pensar o contrário. O Prof acertou na mouche nesta substituição...

    Como nota final: sei que a maioria dos portistas deve ter visto o jogo na RTP. Eu vi na SportTV (mais pela questão do HD) e fiquei perplexo com os comentadores. Não tanto com o negativismo permanente relativamente à nossa equipa (num jogo que me pareceu em grande parte equilibrado insistiam em dizer que se o AM quisesse nos metia no bolso) mas pela forma como reagiram aos golos do FCP. Se em lances de perigo na área gritavam de emoção (que não me escandaliza, faz parte do jogo), quando o Porto marcou o 2º golo parecia que o cometador estava a chorar! Fiquei atónito! Eeeee é golo do FCP. Bolas, que mer**! (não disse, mas foi a ideia que passou). Eu sei que tanto em relação a isto como à Bola e record podemos dizer que sempre foi assim, mas ou sou eu que estou com a mania da perseguição ou isto está exageradamente pior. Que vergonha!

    ResponderEliminar
  10. Fucile e Falcao os melhores, os piores dupla Mariano e Jesualdo..
    como é possivel jogar tão mal, e aguentar 90 min!?, mesmo não fazendo nada o jogo inteiro (nem recuperou, nem desiquilibrou)nem sendo aplaudido como forma de lhe dar confiança por parte dos adeptos.. Como é possivel um treinador ver que faltava qualquer coisa no meio campo, porque estavamos a ser controlados pelo fraquinho Atletico de Madrid nesse sector e esperar tanto tempo para fazer uma alteração?

    Espero que o CR10 e o Varela recuperem rapidamente, porque jogar com o Mariano tem sido o mesmo que jogar com menos um.

    Repararam na capa d'ABOLA? grande destaque para o Falcao, ainda bem que esta estrela não foi parar aos "encornados" ehhe

    Viva o F.C.Porto!!

    ResponderEliminar
  11. Enorme Fucile, um jogador à Porto.
    Classe de Falcao, boa entrada do Guarim que virou o jogo. Boa e justa vitória.
    Mas ... ainda muito passe errado,pouca criatividade na construção - realmente o Belluschi devia jogar mais à frente - e não há quem imponha os ritmos de jogo.
    No entanto a equipa está a crescer e vamos confiar pois Roma e Pavia não se fizeram num dia.
    Ah e Helton também excelente.

    ResponderEliminar
  12. Santos, para compensar, os da RTP1 tiveram um orgasmo em directo lol

    ResponderEliminar
  13. Ai sim Santos, eu vi mesmo na RTP e não foi muito diferente com o convidado/comentador todo entusiasmado quando Aguero tocava na bola, o homem passou o jogo a elogiá-lo e quase esquecia o resto. Faz realmente parte da onda, anti-porto doentia que grassa por aí. Ontem o país estava "espanholado" mas foderam-se uma vez mais.

    ResponderEliminar
  14. Bem pessoal a vitória foi boa, mas a exibição muito muito má!!! O pior é que nem sabia como havia de conseguir virar o jogo, com o Varela e o Cebola no estaleiro torna-se complicado abrir as defesas. Mas ganhámos!!!!

    Outra coisa a malta aki na bancada queixa-se muito da comunicação social por causa disto e daquilo, mas malta a m***a tem sido sempre isto. Não se lembram de um jogo que o nosso Portinho ia fazer para a taça uefa quartos ou meias finais numa altura em que a lixeira em frente ao colombo ia abrir ou coisa do género???? A capa da bola foi um saloio qualquer que tinha um burro e veio com ele a pé lá do cu judas para a m***a da segunda circular. Vejam lá a cegueira desta corja jornaleira. Mas isso é que nos dá força!!!!!

    Mais, a malta que vive no Porto e no Norte em geral não sabe a sorte que têm, porque onde vivo e trabalho em Lisboa, esqueçam, não é possivel falar de bola, corruptos para aki, para ali é fruta, para esta corja o nosso Portinho nunca ganhou nada de maneira séria. Portanto estão a ver, vocês ainda podem ver os nossos moços ao vivo , eu só na tv com o som desligado com o meu que também sofre como eu! Enfim...

    Vamos andando assim. Mas a melhor delas todas é esta:

    o clube mais transparente do mundo a ultima final europeia que foi, qualificou-se com um golo com a mão, e esta hein??????

    Abração a toda a malta do blog

    Obrigado!

    ResponderEliminar
  15. Vi o jogo o APOEL com o Chelsea e sinceramente fiquei preocupado. Já há por aí muito portista a dizer que a qualificação são favas contadas mas para mim está muito longe disso. Jogaram muito bem contra o Chelsea. Para ser honesto, até me pareceram melhor que o A. Madrid...

    ResponderEliminar
  16. Tal como tinha vaticinado antes do jogo, não foi uma grande partida, mas foi uma excelente vitória e isso é que me interessa. A equipa denotou uma vez mais as virtudes e defeitos deste inicio de época.
    As virtudes são as habituais; garra, determinação, vontade de vencer, um Helton muito bem assim como a defesa. Os defeitos; fundamentalmente a falta da classe do Lucho e do Lisandro, o menor rendimento do Meireles, a falta do Fernando, tudo isto agravado pelas lesões do Varela e Rodriguez. Pelo menos metade dos fora de jogo assinalados ontem, com a dupla de argentinos da época passada não existiriam.
    Quer Belluchi quer Meireles ainda não acertaram no momento exacto para meter a bola nas costas da defesa contrária. Essa sincronização de movimentos leva tempo mas chegará, não duvido.
    Quanto às substituições e rendimento dos jogadores, estou totalmente de acordo com o treinador: Cada um opine como entender, mas quem conhece os jogadores é ele. Acho curiosas algumas opiniões acerca do Guarin, hoje e a seguir ao jogo de Braga.

    Relativamente aos comentadores, bem... já resolvi o problema. É desagradável, mas vejo os jogos em som. Cada vez me convenço mais de que não vale a pena perder tempo com eles, já estava mau antes, mas agora com a excitação que por aí grassa à volta do milagre de Jesus, eles perderam o pouco bom senso que ainda restava a alguns. O importante é continuar a ganhar dentro do campo e deixá-los andar.

    Saudações Portistas

    ResponderEliminar
  17. Meus amigos acho que ontem ficou provado que nenhum jogador devera ser assobiado pois deram tudo por tudo para vencerem o jogo, é certo que temos jogadores em que o rendimento não está o que queríamos mas temos que ter calma pois com a fanfarrice que anda ai pelos lados da capital das bananas tem se esquecido do tetra campeão e temos construído a nossa equipa passo a passo. AH para quem dizia que o falcão era mais um farias deve ter a língua bem torcida...

    ResponderEliminar
  18. SANTOS:

    também vi o jogo na sporttv HD e pareceu-me que a hesitação dos comentadores no 2º golo se ficou a dever ao facto de fazerem um compasso de espera para saberem se o golo seria validado, face ao adiantamento do Rolando (que estava em jogo).

    eu próprio também fiz um pequeno compasso de espera antes de saltar do sofá :)

    cumps

    ResponderEliminar
  19. Gostei do jogo.
    Uma segunda parte - na minha opinião - mais ofensiva por parte dos azuis e brancos, com o golo de Falcao a merecer completo destaque nesta partida.
    Vamos em frente!

    Gaspar

    ResponderEliminar
  20. O FC Porto fez uma exibição pálida durante cerca de setenta minutos em que se abusou do passe longo e mal dirigido. Nesse período fomos inofensivos e permitimos que o Atlético rematasse com perigo. Helton foi seguro, mantendo as redes invioláveis.

    Depois da entrada de Guarín o jogo levou uma grande volta. Surgiu o Porto europeu a jogar e a encantar.

    Temos que conseguir jogar a maior parte do tempo de jogo dessa forma. Se tal acontecer o Penta será mais que certo.

    Gostei da raça, atitude, coragem, empenho e classe do Fucile. Hulk, Falcão, Belluschi e Helton foram as outras exibições positivas.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  21. Boas Zé Luis

    Aqui se vê como se faz dinheiro para os lados do C.C.Colombo.

    http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/fr25467.pdf

    Quem estipula o valor destes jogadores? Como se consegue saber qual o valor de uma possivel venda, sem a mesma ter sido efectuada?

    Queres ver que estes conseguiram importar a táctica de bolha imobiliária dos states para a Luz?

    Só neste país e neste clube.

    Se eu entrego o valor da minha mercadoria a outros para uma possivel venda, o valor da minha empresa não deveria diminuír e por via disso as acções da minha empresa não deveriam valer menos?

    Aqui não!!! Valorizam em quase 10%.

    Milagre.

    Depois de ter comprado o Zporting, o BES vai acabar por comprar o Benfas...

    ResponderEliminar
  22. Ainda sobre o jogo :
    mais uma vez o sr meireles joga com uma displicência aterrorizante. Devagar, cheio de tiques, toques à miguel veloso, confiança de quem olha para o banco e não vê substituto.
    A entrada de Guarin foi importante, não pela saída de tomas, mas por ter encostado o sr meireles à posição 6 e assim ter evitado que todo o jogo passasse por ele.
    Com o sr meireles preocupado apenas em cobrir o meio campo, o que na verdade fez bem, o jogo do porto ganhou profundidade, chegada rápida ao ataque.

    Os melhores em campo foram o ALvaro e o Jorge. Apesar de ser triste, ter dois laterais que são os unicos que transportam a bola, prefiro que sejam eles, do que a bola passe pelo sr meireles.

    ResponderEliminar
  23. Agora se percebe melhor a inacreditavel certeza dada pela agremiação corrupta à Euroarea na aprovação da urbanização, que suportou então uma negociação de milhões.
    Não háverá matéria suficiente para investigação?

    http://oantilampiao.blogspot.com/2009/10/sera-consumacao-de-um-acto-de-trafico.html

    ResponderEliminar
  24. Vitória sofrida, mas justa. Uma vitória nos dois próximos encontros com o Apoel e a coisa fica resolvida.

    O que me preocupa é que, este ano, muito dificilmente conseguiremos qualificar-nos para a fase seguinte em primeiro lugar. O Chelsea não tem a inconstância de resultados do Arsenal e do Liverpool e duvido que nos deixe ultrapassá-los.

    Bruno Cardoso, infelizmente o cenário que traças não acontece apenas nos adeptos que vivem na cidade que dá guarida ao clube corrupto que Salazar protegeu. Essa forma de pensar está patente em 90% dos adeptos deles. É gentinha, contra isso pouco ou nada se pode fazer. A melhor resposta que lhes podes dar é dada pelos nossos jogadores em campo.

    Eu sei que às vezes é difícil manter a calma, contra mim falo, mas a forma mais eficaz de os calar é vê-los de trombas, após uma vitória nossa ou uma derrota deles.

    ResponderEliminar
  25. POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
    Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

    Petição em:
    http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

    ResponderEliminar