29 junho 2007

Os marginalizados...

"A recusa do FC Porto em realizar a final da Supertaça no Estádio do Algarve provoca indignação nos algarvios. Com os adeptos que o FCP tem no sul do país, não seria uma boa oportunidade presenteá-los desta maneira? Sabendo que este jogo poderia significar a divulgação na região das equipas envolvidas e o consequente aumento dos simpatizantes, não será esta atitude um erro de gestão?

A ausência de equipas algarvias na Superliga e o facto de não existir futebol de alto nível a sul do Tejo levou a que as gentes do sul criassem grandes expectativas de assistirem à realização da final da Supertaça no seu belo estádio, com uma enchente garantida. Com a negação dos dirigentes do FCP à sua efectivação, viram-se assim os "sulistas" impedidos de saciar os seus desejos... Queixam-se os portistas da centralização do futebol e depois só aparecem para a inauguração das casas do FCP?!

Sou algarvio e manifesto aqui a minha indignação pelo desrespeito dos responsáveis de tal atitude para com todos os adeptos de FCP e Sporting CP, que vêem assim frustrada a oportunidade de verem os seus ídolos."
Aloi in relvado.com

Esta opinião não é de um portista, mas até poderia ser. O FCPorto recusa-se a jogar a Supertaça no Algarve, numa altura em que essa zona do país terá muitos adeptos dos dois clubes, inclusive muita gente do norte e portistas. E vocês o que acham?

Agora é preciso suá-los
Os equipamentos do FCPorto para a época 2007/2008 foram ontem apresentados e corresponderam ao que o Portistas de Bancada tinha adiantado há uns dias atrás.

Já quase tudo foi dito sobre a nova "farda" do Dragão, mas o presidente Pinto da Costa disse mais, disse que os novos equipamentos irão continuar a «representar Portugal no mundo» e que com eles «vamos continuar a conquistar contra tudo e todos e seremos campeões». Dito isto, nada mais a acrescentar, apenas que o jogadores entendam que para vencer será necessário suá-los, e muito.

104 comentários:

  1. Mais um comentário Anti-Porto como vem a ser hábito.
    Residi 17 anos no Algarve e sei da antipatia que o nossso clube tem por aquelas bandas.
    Por uma questão de lógica os lagartos jogariam em casa,logo os clubes não teriam um apoio equilibrado.
    A realização do jogo em Coinbra seria justo para ambas as equipas.
    Cumprmentos do Louro

    ResponderEliminar
  2. Fica combinado. Para o ano quando a Supertaça for entre o Porto e o Leixões, vamos ao Algarve jogar!

    ResponderEliminar
  3. E porque não irem aos Barreiros, no Funchal?
    Ou escolherem um estádio num qualquer país onde a comunidade lusófona emigrante fosse de tal ordem que merecesse receber dois dois maiores clubes portugueses?
    França, Alemanha, Brasil, Canadá, África do Sul (estes às tantas ainda pagavam as viagens só para testarem algum estádio para o Mundial)...
    Algarve? Tanto se me dá, tanto se me deu. O Porto quando tem de ganhar, ganha em qualquer lado e ponto final.
    No que eu concordo a 400% com o Zirtaev é que, antes de tudo, é preciso mentalizar a rapaziada nova que vai chegar e alguns dos veteranos (tipo Hélder Postiga que, li em comentário ao post anterior, só marca e joga se andar motivado) que aquela camisola exige "quilos" de suor.
    Muito sinceramente, eu fico f... quando o Porto perde, mas fico duplamente f... quando perdemos sem jogar nada, sem mostrar o mínimo de esforço. E o na época transacta houve um ou outro joguito que as coisas foram assim...

    ResponderEliminar
  4. "Mais um comentário Anti-Porto como vem a ser hábito."

    Desculpa?! Será que entendi bem?!

    "Residi 17 anos no Algarve e sei da antipatia que o nossso clube tem por aquelas bandas."

    Leste tudo o que escrevi?
    Será que existem dúvidas que em Agosto no Algarve estarão portistas suficientes para encher aquele estádio?
    E será que não existem portistas no Algarve que mereceriam poder ver o seu clube perto de si?

    E além de tudo isto são apenas questões que até acho bem pertinentes.

    Andamos sempre a dizer que o FCPorto é um clube de nível mundial, mas não queremos estender-nos ao resto do país?! É impressão minha ou algumas visões ainda são algo limitadas?

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. ZIRTAEV e LOURO - Mas vocês ainda não perceberam que, se calhar (SE CALHAR), o Porto não quer ir ao Algarve só por causa de uma espécie de biira? Assim do género, nós não vamos jogar onde o Estoril faz fretes ao Benfica?
    É que, se bem conheço alguma daquela gente da SAD, a sua lógica retorcida funciona assim. E a funcionar assim não há LPM ou Vítor Baía que consiga dar a volta a algumas coisas.
    E, como disse anteriormente, a mim tanto se me dá que seja no Algarve ou em Quintanilha... Aliás, nos festejos do último campeonato vi bastantes portistas por ruas algarvias. Não devia ser tudo malta do Porto que estava de férias.
    Já aqui tenho lido que ser portista no Porto não custa nada, custa é sê-lo em Lisboa (como o Teixeira, por exemplo) ou outras cidades a Sul.
    Por isso, com tranquilidade, muiiiittaaaa tranquilidade.

    Li hoje, e disso já gostei, que o Porto vai ter na sua estrutura do futebol jovem um dos maiores peritos a nível internacional: Pepijn Lijnders, holandês de 24 anos que já trabalhou no PSV Eindhoven, onde chegou a treinar todos os escalões jovens do clube.

    ResponderEliminar
  6. E como sou teimoso: então o Santa Cruz não vale nada, é suplente no Bayern... para aqui, para acolá.
    Ontem, ao que sei, deixou o craque dos vermelhos (o tal Cardozo) no banco e jogou como "il faut".

    ResponderEliminar
  7. Quintino, esse holandês deve ter mais de 24 anos ... ou veio para jogar :)

    Como agente infiltrado em Lisboa :) gostava de ver o Porto no Algarve até porque poderei lá estar nessa altura.

    Para mais, se andamos a reivindicar, e muito justamente, que temos uma expressão de apoio a nível nacional, esta seria uma boa oportunidade para o mostrar. Aliás se levamos mais adeptos à luz do que o Sporting não sei porque não haveriamos de o fazer no Allgarve

    Não acredito que a recusa advenha de uma birra "nós não vamos jogar onde o Estoril faz fretes ao Benfica ". Com tanto frete seria difícil encontrar um estádio para o jogo :)

    Em relação ao palco da Supertaça, penso que deveria no local que a entidade organizadora seleccionasse, podendo e devendo usar um critério de descentralização e levar sempre que possível o jogo a regiões onde não se encontram clubes de 1º liga.

    Seja em que local for, temos obrigação de a vencer.

    ResponderEliminar
  8. Offshore - agora é que o amigo disse tudo. Quem organiza a prova
    e que devia marcar o palco do jogo.

    Quanto à idade do holandês, é o que vem no "Record" e "O Jogo". É eu até admito que possa ser assim. O Rui Faria pouco mais velho deve ser...

    Gostei de ver hoje no "Diário de Notícias" em entrevista ao Tavares Teles o João Vieira Pinto admitir mais uma vez o que segue:

    "A.T.T - Foi a cara do Benfica durante várias épocas e foi um símbolo do Sporting. Falhou o FC Porto...

    J.V.P - Falhei e tenho pena. Gostava de ter jogado no FC Porto, mas nunca se proporcionou".

    Assim se prova que JVP, pode ter os seus defeitos, mas não peca por falta de frontalidade e que o FCP é mesmo grande.

    ResponderEliminar
  9. OFFSHORE - directamente do site psvjeugd.nl:

    Pepijn Lijnders
    Functie: Assistent Techniektrainer
    Geboortedatum: 24-01-1983
    Leeftijd: 24 jaar

    E veio para treinar a vertente técnica das camadas jovens.

    ResponderEliminar
  10. " (...) En el segundo tiempo apareció en toda su dimensión la categoría de Santa Cruz, incontenible para la zaga cafetera. Menos de un minuto luego de la reanudación recibió un pase sobre la izquierda y con un rival ceñido a él corrió 30 metros hasta definir ante otra tardía salida de Calero (2-0).

    (...) llegó el tercer tanto de Roque, de cabeza, a los 79’, que demolió a los colombianos"

    Diz cá o rapaz, se o Roque Santa Cruz é capaz de marcar "una tripleta" à Colômbia, também era capaz de ser homem para marcar um ao Benfica, não?

    ResponderEliminar
  11. Desculpa, pensei que tinha sido uma gralha.

    Fico satisfeito com este tipo de contratações e de abordagem ao trabalho.

    Sou dos que acredita que o futebol / os futebolistas podem beneficiar muito com o trabalho sistemático e rigoroso à semelhança do que aconteceria se tivessem uma profissão que requeresse elevadas capacidade tecnicas/intelectuais.

    um jogador não se pode preparar apenas com corridas à volta do campo, treino com bola e palestras de motivação antes de entrar no relvado; ainda para mais nas camadas jovens.

    Em suma.
    Boa contratação, aposta na qualidade de treino, aposta na boa formação técnica dos nossos jovens.

    Temos de estar satisfeitos.

    ResponderEliminar
  12. convido-vos a ler a crónica do Alcides freire http://www.ojogo.pt/23-128/artigo642407.asp

    uma delícia !

    ResponderEliminar
  13. Quintino essa fixação pelo Santacruz... :-)

    Mas para ajudar à festa:
    «Acabo de ver o Paraguai-Colômbia. Hat-trick de Roque Santa Cruz e dois golos do homem que substituiu Óscar Cardozo aos 60', na goleada por 5-0. Cardozo mandou uma bola para a bancada e só mostrou o cabedal. Quase ao nível do Renteri. Pobre amostra para quem custou tantos milhões...ou foi só uma noite má?»
    In Bola na Area

    Offshore, essa crónica (Vantagem) está excelente. Talvez seja uma ideia para aqui colocar amanhã.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  14. Já li, já li.

    Os futebolistas podem beneficiar muito com o trabalho sistemático e rigoroso à semelhança do que aconteceria se tivessem uma profissão que requeresse elevadas capacidade tecnicas/intelectuais?
    Claro que podem.
    Ainda ontem, meu caro amigo, deu-me cá umas ganas de me desmanchar a rir ouvir o Miguel Veloso, na Antena 1, a falar... Dizia o rapaz (que é bom de bola): "O Miguel Veloso está satisfeito...", "o Miguel Veloso aquilo...", o Miguel Veloso para aqui...
    Às tantas temos dois Miguéis Velosos no futebol e não sabemos...

    Quanto aos 24 anos do holandês com nome esquisito, também a mim me fez espécie. Mas para aqueles lados, não sei se é do frio, da cerveja, do queijo, do sexo ou dos charros, os tipos são finos...

    ResponderEliminar
  15. Zirtaev - é só birra, birra... e agora ainda dá mais gozo porque afinal o Vieira pagou 80% de 9 milhões (acho que é assim) por um Cardozo que um Roque (que só vale 5) encosta e ainda lhe mostra como se marcam 3 num só jogo...

    No resto, é mesmo só para chatear ou animar (depende da perspectiva).

    ResponderEliminar
  16. Conheço um grande portista algarvio que ficava todo feliz por ver o seu FCP a jogar perto de casa e por mim nem me importava que o jogo fosse lá, , além disso, o jogo é num sábado por isso quase ninguém trabalha no dia seguinte, o mais irónico disto tudo é que em onde existem mais sportinguistas é em Leiria.

    Quintino, o JVP é de uma família de GRANDES portistas, ele próprio também o era, mas ficou revoltado por ter sido dispensado nos infantis por ser pequenino, e já não é a 1ª vez que fala disso, até já confessou que esteve reunido com o presidente na altura de ir para o Sporting, mas o FCP demorou a negociar.

    Se ele estivesse aqui pelo menos era mais vezes campeão, não tinha tantos problemas com o Paulinho e não chamava drogado ao Deco, como ele o fez, se calhar se ele não veio, se calhar, foi por causa dessas atitudes.

    ResponderEliminar
  17. As melhores declarações de hoje são do Abel, do Sporting, que diz que o Paulo Bento já está na história, se calhar é por ter sido o treinador mais gozado de todos os tempos.

    Vêem a exigência de um adepto sportinguista comparado com a do portista ? Como diz o Azenha, não se pode comparar aquilo que se exige no FCP a um jogador do que aquilo que o Sporting exige por isso não nos podemos comparar quando queremos falar de formação e exigências.

    ResponderEliminar
  18. ...porra, tenho que começar a ler mais antes de fazer um comentário..não liguem algumas repetições...lol

    ResponderEliminar
  19. Alguém sabe alguma coisa sobre as possíveis vendas de R.COsta e Postiga? Novidades?

    Qt ao local da supertaça, por mt q compreenda os lamentos de alguns Portistas era um facto q o scp estaria em vantagem.

    ResponderEliminar
  20. Menphis_Child: eu bem sei que não é a primeira vez que o JVP fala no assunto e na mesma entrevista evita falar de Paulinho Santos. Só registei que não lhe custa publicamente admitir o que muitos não ousam confessar...
    Outros - como o Derlei - que foi campeão europeu e vencedor da Taça UEFA no Porto, chegou à Luz disse o que disse.
    Só acho que lhe fica bem admitir que gostaria de ter jogado no Porto.

    O Paulo Bento é a prova que uma boa política de comunicação faz milagres.
    Paulo Bento ganhou a Taça e é um herói.
    Jesualdo Ferreira (de quem não gosto) é campeão, e é um estupor!
    É por isso que estou ansioso por ver no que vai dar a ligação à LPM...

    ResponderEliminar
  21. Bem, ainda me estou a rir. Vocês já viram a capa do Record de hoje? Vejam aqui. Grande LOL. Estes gajos não terão noção do ridículo?

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  22. Zirtaev, o grande sonho do Ricardinho era jogar futebol de 11 mas era no FCP, agora esse jornal é cada vez mais ridículo . Na 4ª feira a sondagem do dia era " Acha que as contas do FCP são irregulares ? " adivinhem os resultados.

    Acho que jornais desses nem deveriam entrar no Dragão.

    ResponderEliminar
  23. " o JVP é de uma família de GRANDES portistas, ele próprio também o era, mas ficou revoltado por ter sido dispensado nos infantis por ser pequenino, e já não é a 1ª vez que fala disso, até já confessou que esteve reunido com o presidente na altura de ir para o Sporting, mas o FCP demorou a negociar. "

    O JVP nunca jogou no FCP (a menos que queiras dizer que foi treinar e foi dispensado). Foi do Bairro Falcão para o Boavista. E só não veio para o FCP porque tinha tudo acordado com o Luis Duque e tinha a família adaptada a Lisboa. Foi ganhar 400 mil para o Sporting/epoca e o FCP ofereceu 500 mil. Já não foi a tempo.

    ResponderEliminar
  24. pedro, era isso que queria dizer foi dispensado nos infantis, mas nas captações.

    ResponderEliminar
  25. Menphis por falar em pasquins desses não entrarem no Dragão, não é que acredite que este género de movimentos terá algum valor, mas já agora divulgo esta petição:

    "Sócios, adeptos e simpatizantes do F.C. Porto

    Ex.mo Sr. Presidente do Conselho de Administração da Sociedade Anónima Desportiva do Futebol Clube do Porto,

    O grupo de sócios, adeptos e simpatizantes do F.C. Porto, que abaixo subscreve esta petição, vem por este meio submeter à vossa atenta apreciação e solicita diferimento imediato:

    Os nossos objectivos são:
    - Demonstrar a nossa profunda indignação pela forma como o nome do F.C. Porto tem vindo a ser sucessivamente desrespeitado em diversos órgãos de comunicação social;
    - Dar conhecimento a todos os ditos portugueses que invejam as nossas cores, as nossas vitórias, a nossa honra, e o nosso sucesso a todos os níveis - sublinhamos todos os níveis - que não mais aceitaremos faltas de respeito, de profissionalismo e de ética para com o nosso F.C. Porto.

    Este é o clube que amamos e pelo qual sofremos, é muito mais que um símbolo, é uma identidade que vai para além da nossa existência. E por respeito a todos aqueles que viveram, sentiram e sofreram todas as competições onde o F.C. Porto participou, todo o eclectismo, todas as memórias, todos os sacrifícios, não mais poderemos aceitar as permanentes blasfémias que alguns órgãos de comunicação social têm proferido quando se referem ao F.C. Porto.

    Está na hora de dizer basta! A campanha para sujar o bom nome do clube e dos seus representantes amplamente difundida pela máquina propagandista e absolutista da capital tem de ser travada. Não mais aceitaremos que usem e abusem da liberdade de expressão e de escrita para, impunemente, nos desrespeitarem, nos minimizarem e subverterem a verdade, à luz de interesses, invejas e outros sentimentos mesquinhos que nada têm a ver com a função jornalística de informar com seriedade e imparcialidade.

    Pretendemos, por isso, pôr em causa os propósitos de todos e quaisquer elementos ditos profissionais, todas e quaisquer publicações e meios audiovisuais ditos profissionais que continuem a ofender sócios e adeptos e a enxovalhar o bom nome do F.C. Porto. Não mais aceitaremos este estado de coisas e por isso estamos aqui a dar o nosso aval para que o clube promova todo um conjunto de acções capazes de desencorajar a mentira e a maledicência que a dita máquina de propaganda está a perpetrar na sociedade portuguesa.

    Desta forma, sugerimos e solicitamos a V. Exa. se digne tomar uma atitude firme relativamente a todos os meios de comunicação social que fazem questão de insultar o nosso nome e a nossa honra, que consiste na proibição da entrada de todos os agentes da desinformação na nossa casa – o Estádio do Dragão – por tempo indeterminado e até ao momento em que as entidades que representam se retratem publicamente. Na nossa casa mandamos nós e jamais aceitaremos que gente sem escrúpulos, sem um pingo de educação, despejada de valores, testemunhe a chama vitoriosa do Dragão.

    Ficamos, desde já, na expectativa de que esta petição traga os frutos necessários e desejáveis e alastre aos quatro cantos do País e do Mundo a mensagem de que somos Homens e Mulheres Portistas e Campeões que jamais aceitarão que o actual estado do jornalismo português manche a nossa glória.

    Petição Dragão Revoltado

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  26. Zirtaev, nessa petição sou o nº 220. já assinei esta semana, vi no " Sou portista com orgulho ".

    ResponderEliminar
  27. Por agora comento apenas para afirmar que por mim o jogo até pode ser em alvalade ou na luz. Que gozo que daria ganhar a supertaça na 2ª circular. Também era a única maneira de eles verem festa...

    ;)

    A verdade é que o FCP tem de se deixar de birras.


    Abraço

    voltarei mais tarde que hoje há muita coisa para comentar.

    Quintino, tu é que tens olhinho. Santa Cruz já!

    [[]]

    ResponderEliminar
  28. Acho q a fazer um investimento o santa cruz poderia msm ser uma opção..
    vamos esperar p ver, o porto qd parece adormecido é que é perigoso
    mais cedo ou mais tarde vão surgir noticias desse extremo e avançado q o porto vai comprar!!

    Zirtaev concordo plenamente ctg
    para quem tanta luta e polémica faz contra a marginalização do norte e para quem tanto reivindica q o porto é um clube mundial
    acho msm q seria uma boa oportunidade de abrir horizontes..
    a supertaça seria uma excelente oportunidade para os portistas (poucos ou muitas a verdade é q os há) de poder assistir e torcer pelo seu clube
    ir ao dragão ver um jogo não é possível p mt gente (os preços dos bilhetes já são o q são ter de pagar viagem e estadia..)
    Se não querem jogar lá pelo menos que esclareçam as razões!

    A verdade é q o sporting e o benfica vão ter oportunidade de se mostrar e dar essa felicidade aos seus adeptos
    o porto mais uma vez quer mostrar-se cm uma equipa antipática q só cria problemas c td e c tds
    os adeptos não o merecem..

    FORÇA PORTO!!

    ResponderEliminar
  29. Quintino e Teixeira continuam a acreditar que temos dinheiro para pagar o salário do Roque?
    Cada vez mais tenho a certeza que não.

    ResponderEliminar
  30. " Manchester United pode ter de esperar um ano por Anderson "

    in Maisfutebol


    Será?

    ResponderEliminar
  31. Querem ver que o Anderson ainda se vai tornar a opção de empréstimo do Manchester?

    ResponderEliminar
  32. sinceramente não sei se seria assim tanto uma grande contratação..

    ele foi dos q mais demonstrou vontade e pressa em ir embora (infelizmente)
    depois de andar tanto tp a sonhar em jogar no manchester cm acham q ele veria a possibilidade em ter d voltar a jogar n porto..
    hmm não sei não!!
    acho q porto está a construir uma boa equipa, forte humilde e c uma mentalidade batalhadora..
    se ele voltasse c este espirito!!

    FORÇA PORTO!!

    ResponderEliminar
  33. Pessoalmente, gostava mais de jogar em Coimbra ou Aveiro do que em Faro. Dito isto, não encontro nenhuma razão para recusar a realização do jogo em Faro. A final teria uma projecção mediática e uma adesão de adeptos muito superior nesse estádio, pela "fome de bola" que os algarvios devem ter e pela altura do calendário em que é disputado esse troféu. E o FCP tem de angariar adeptos fora da região que o viu nascer - se quiser ter a dimensão que merece. Ganhar em Faro seria mais um passo nessa direcção.

    ResponderEliminar
  34. «"O Miguel Veloso está satisfeito...", "o Miguel Veloso aquilo...", o Miguel Veloso para aqui...»
    -Quintino ainda não reparas-te que estes fulanos começam a tornar-se narcisistas se são muito falados? Eles fartam-se de se verem ao espelho -ai que lindo que eu sou- e daí a tratarem-se a si próprios na 3ª pessoa é apenas uma consequência...De manhã: bom dia Miguel Veloso...Na retrete: cuidado Miguel Veloso!...À saída da retrete frente à mãe aborrecida com o ruído: não fui eu mãe, foi o Miguel Veloso...

    ResponderEliminar
  35. Anderson garante licença para a Premier League

    Brazilian Anderson has been granted a work permit by the Home Office to allow him to play for Manchester United.

    ResponderEliminar
  36. meirelesportuense....

    épa , eu sei que isto aqui é tipo a taberna do vamos dizer mal dos outros e todos vao atrás , mas porra

    TODOS OU QUASE TODOS os jogadores de futebol tratam-se pela terceira pessoa , por isso deixa lá o miguel veloso em paz !

    é preciso teres lata

    para quando conversa justa para todos ? só por causa de se ser portista, tem que se ser injusto para com os outros ?!

    ResponderEliminar
  37. sobre o anderson vir ...

    qual será a motivação do puto ?! se ele fosse do porto , e lhe dissessem "para o ano sais" , como foi o deco, isso sim dá motivação , pois é o ano de se mostrar.

    mas ele já tem o contracto assinado, já saiu! só se viesse para aqui brincar na areia !

    sobre santa cruz ou baiano ... mas nós precisamos mesmo de mais avançados ?! o que quero dizer é , despachem primeiro os que têm ! senao arriscam-se a ficar com eles todos ( que é o que tem acontecido )

    ResponderEliminar
  38. Por mim, o Porto joga em qualquer lado, ainda por cima em Agosto stá lá muita gente cá de cima em férias. O apoio não faltaria.
    No entanto, concordo que deveria ser a meio caminho entra Porto e lisboa.Mas nada tenho contra jogar no Algarve. É chegar e ganhar.
    Quanto ao Anderson, li agora no jogo que já pode jogar em Inglatera.

    ResponderEliminar
  39. Algarve? Uma imbecilidade!
    Estão lá muitos portistas? Fazem mal, eu recomendo o sul de Espanha! Prefiro fazer 1000 quilómetros a 600, porque fico mais bem servido, é outra aragem e sinto-me num país europeu.
    Nada tenho contra os algarvios, nem me move o ódio que eles têm ao FC Porto e só não o sabe quem não os conhece. Há portistas no Algarve como há em todo o lado. Há casas do FC Porto e das boas, como há em todo o lado. Mas isto da final da Supertaça, contra um rival de Lisboa, é para levar caramelos aos algarvios? Mais gente para a margem sul? É uma obra de caridade?
    Já não basta a parva Taça da Liga ter a decisão, ridícula, de marcar a final para Loulé, agora a Supertaça teria de ser lá porque está sol?
    Então porque não na Corunha? Fica a 300 Kms do Porto e 600 de Lisboa... Porto e Sporting já jogaram em Paris.
    É um assunto francamente idiota para se discutir, quaisquer que sejam os argumentos. É que, primeiro que tudo, tem de haver a concordância dos dois clubes. E se um discorda, é o mau da fita? Se discorda é por retaliação?
    Andamos a ver filmes e a temporada nem começou. Pois, é aqui também a tal silly season...

    ResponderEliminar
  40. pessoalmente,acho que devia-mos deixar os portistas algarvios "festejar um título in locko".
    quanto a equipamentos,o tradicional é um bom prenúncio,pois é idêntico ao que ganha-mos a taça uefa;o alternativo é dos mais bem conseguidos de sempre.
    cumprimentos

    ResponderEliminar
  41. Por mim não tenho nada em que o jogo se realize no Algarve. Mas porquê no Algarve??
    Ainda há dois anos lá foi. Porque não em Braga? É igual. Também seria mais vantajoso para os portistas se deslocarem atá lá!
    Há tantos estádios e já têm de repetir os lugares de anos anteriores? Não percebo.

    Um Abraço,
    Tripeiro
    http://magicoporto.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  42. Zé Luís, não gostas do sul, tudo bem, é um direito que te assiste. Não concordas que o jogo seja no Algarve, basta dares a tua opinião, não precisas ofender quem pensa: Porque não no Algarve? E é o que eu penso. O FCPorto deve ser um clube de todo o país, aliás um clube de todo o mundo e não um clube fechado na sua própria cidade.

    Se me disseres que por termos uma final da taça em Lisboa, uma final da taça da liga no Algarve e que a final da supertaça deverá ser a norte, em Braga, Guimarães ou até no Dragão, concordo, mas equacionar o facto de esta final ser no Algarve qd se sabe que estarão lá muitos portistas e que a própria região deverá já ter um grande número de portistas, acho perfeitamente legitimo e acho que o FCPorto não necessita de recusar este género de coisas por mera birra ou vingança para com os sulistas.

    Está o FCPorto a pensar nos seus sócios que estarão maioritariamente a norte, concordo e faz bem em defender os seus interesses, mas, novamente, não vejo porque não se poderá equacionar o facto de este jogo ser no Algarve.

    Não é a ofender que nem tu nem ninguém me muda a opinião.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  43. Iori o que eu tenho mais é lata...Ainda agora estive a provar um café com dois pares de grãosinhos de "cair para o lado" presentes e só me deu vontade de apertar aqueles grãos...Sem magoar claro! Mas isso de eu ser injusto é muito injusto da tua parte, a ocasião faz o ladrão...Falou o Miguel "Beloso", casca-se no Miguel "Beloso", se falar outro casca-se no outro, nós não fazemos distinções, isso fica a cargo dos Grammys...Nós somos mais do tipo Noite da Má Lingua...

    ResponderEliminar
  44. Zé Luís independentemente das razões de cada um quanto ao local para a final da Supertaça tenho-te a dizer (porque também gosto de ser frontal) que considero o teu comentário como profundamente infeliz. Do pior que aqui te vi escrever.

    Essa diferenciação em relação aos algarvios é triste, infundada e discriminatória.

    Ser adepto do FCP não pode nem deve ser assim. Essa raiva ao sul por parte dos velhos do restelo portistas já mete nojo. Mais até do que aquela que alguns sulistas têm pelo norte. Ainda quero acreditar que somos superiores a isso, infelizmente, o Zé Luís que até tem uma cultura acima da média devia começar por dar o exemplo, ao invés de extremar os assuntos e ofender muitos portistas que antes de tudo são algarvios. Conheço tantos que gostariam de ver o FCP mais vezes e não podem. Se eu precisava de motivos para "votar" Algarve foram-me dados agora pelo amigo Zé.

    Deixemo-nos de ser pequeninos.

    Abraço
    [[]]

    ResponderEliminar
  45. Ó Zirtaev e Teixeira, não ofendi ninguém. Acho ridículo a questão chegar a este ponto. Mas não fujo a ela. Não pensei é que por cortar a eito tivesse essa reacção, mas vamos lá ao assunto!
    Eu também não levaria o FC Porto ao Algarve. Se acham que isso é provincianismo, clube fechado ou outra bacoquice qualquer é com vocês.
    Acho Portugal suficientemente comprido para ser diferente de Norte a Sul. Não é que tenha alguma coisa contra o Sul, digo que somos muito diferentes e não é só por questão clubística: é filosofia de vida, é social, é política, é cultural.
    Nesse ponto, o Algarve não é mais do que Bragança ou Trás-os-Montes e vocês são patetas se acham que esse choradinho me pega. E chamar patetas não é ofender, friso, é ir numa patetice que se pega como lastro que não larga mais ninguém.
    Então se o Porto tem adeptos no Algarve, porque não a Supertaça no Funchal onde há ainda mais adeptos portistas?
    E porquê o Algarve? A patetice, desculpem lá que nestas coisas não fico pelas meias palavras, a patetice, repito, é pensar que temos de seguir o argumento de ter mais adeptos na praia. Pelo amor de Deus, isto é ridículo!!! Pior: a patetice é ir no choradinho de que o Algarve não tem futebol de Primeira. Então isso é argumento? Então sempre somos a obra de misericórdia? Porque não no Nordeste brasileiro onde muitos portugueses passam férias em Agosto? E em Havana?
    Haja decência e coerência! Lá porque a porcaria do Europeu serviu para litoralizar mais o País com novos estádios vou preferir Faro a Viseu? Eu queria um estádio novo no interior, um estádio novo na Madeira! Eu não queria um estádio em Leiria, outro em Coimbra e outro em Aveiro!!! Isto é a HERANÇA, política, do que de mal nos deixou o Euro-2004 e vocês não vêem nada à frente, digo-vos com franqueza!
    Lá que não gostem da opinião, tudo bem, têm a vossa e eu a minha, mas por defender a minha com argumentos incontestáveis e não "choramingas" já levam isso para o insulto?
    Problema vosso. Agora, incontestável é que os algarvios nem podem ver o FC Porto, disso não tenham dúvidas. A mim já me custa ir à final da Taça no Jamor e muitas vezes até desisti de ir e não me arrependi. Há muita gente que aqui fala mas não andou pelo País com o FC Porto, de Norte a Sul. Deixemo-nos de tretas, o País está dividido em Norte e Sul e não é por criar guerras, elas existem e não dei para esse peditório mas sei que existem. Mas recuso o Algarve não por isso, mas pelo que disse antes.
    E nem vou de férias ao Algarve, prefiro o sul de Espanha, de resto a Espanha toda. Algarve bastou-me uma vez ou um par de vezes. Sei por experiência própria, não ponho lá mais os pés.
    As desigualdades e oportunidades políticas levaram àquele elefante branco que alguém quer rendibilizar. Então não basta o Torneio do Guadiana? Deixem jogar o Estoril e fica o povão satisfeito. Mas para o povão ficar satisfeito eu não tenho de ficar contrafeito. Ou pensam que se o FC Porto recusou o Algarve foi porque não pensou nos adeptos que lá tem?
    Lamento que não vejam para lá do óbvio, mas nem todos temos a mesma percepção das coisas, não é? Isto para não valorizar quem tem a melhor delas.
    Criaram um monstro no deserto e agora querem que os pategos lá vão pagar bilhete. As portagens estão caras, a gasolina também e tudo isto custa a sair do bolso. Agora, o idiota que lançou a ideia para a mesa devia ir a penates ao Allgarve. E felizmente neste campo os clubes têm de dar a sua concordância. Obviamente, não esperava outra coisa do FC Porto. Em Leiria, há um ano, quantos adeptos lá estiveram? Dez mil, no máximo? E acham que vão mais ao Allgarve? Que os adeptos algarvios de outros clubes vão encher o estádio sedentos de ver equipas de primeira? Pensem em todos os detalhes antes de acharem se a coisa tem lógica ou não. Como já disse alguém por aqui, quando for um Porto-Boavista vai-se a Setúbal em vez de Vila do Conde como em 2001.
    Lamentável, digo outra vez, é que se alguém pensou nisto a sério fê-lo com a desfaçatez de estar a deixar mal o FC Porto, sabendo de antemão a recusa. É premeditado. Mas no nosso futebol é só inteligentes. E para esta luminária sair da FPF, imaginem onde se terá inspirado tal manigância só para criar atrito? Esta questão é para valorizar na perspectiva do adepto dos dois clubes, não dos adeptos de uma região despovoada, com mais ou menos deserto no Sul, de futebol de primeira. Para isso temos a parva da Taça da Liga para enganar os pacóvios e decretar, como está, que a final será em Loulé. Havia de ser entre o Varzim e o Trofense que queria ver o "derby" no Algarve. Haja dó!

    ResponderEliminar
  46. Zé Luís,

    os argumentos sobre a questão de se ter de aproveitar os elefantes brancos de 2004 até podem colher o meu apoio.

    A minha questão coloca-se pelo facto de teres chamado aqueles que aceitam a ideia de fazer a final da supertaça no Algarve como sendo imbecil.

    Ora, eu não acho que adjectivar os outros, mesmo que indirectamente de idiotas seja pacifico. Pelo menos para mim não é. No meu primeiro comentário até afirmei que por mim a final até pode ser no estádio de alvalade, portanto...

    Generalizar que os algarvios têm ódio aos portistas também não me parece correcto. Existe "amor e ódio" aos portistas em todo o país. O Algarve não é diferente. E a roubalheira, o tacho político e as injustiças não são exclusivas daquela região.

    Entendo que é chegada a altura de sermos superiores a essas diferenciações de região - do género " para baixo de Aveiro é tudo mouro", "só queremos ver LX a arder" etc. Até parece o outro com a história do deserto.

    A FPF quer fazer no Algarve? Pois eu acho que deve ser ela a escolher o local e que os clubes não devem ser tidos nem achados na questão, desde que o o jogo seja feito em território nacional. É que senão parece aquela escolha tradicional dos clubes acordarem entre si, qual o árbitro para a final da taça.

    Querem no Algarve? Escolheram porque esperavam que o FCP fosse contra? Ora aí estava uma boa oportunidade de lhes demonstrarmos que o nosso clube é mais do que a representação de uma cidade.

    Que seja no Algarve.

    Abraço
    [[]]

    Espanha? Dispenso.

    ResponderEliminar
  47. Serrotenovic no Benfica...Aquilo lá para aqueles lados é mesmo de cortar à faca ou melhor, ao serrote...Depois da MegaContratação do Ricardinho só faltava o Serrote Novix para fazer umas andas e dar mais altura ao homem do Futsal...Depois verificamos que todo o jogador que sai do Porto em baixa, acaba por aparecer lá em baixo, foi o João Pinto e agora o Ricardinho...Até tem lógica, directamente do Bairro do Falcão, para o ninho das Águias em extinção!
    -Diziam que era uma águia, que voava, voava em busca da carne putrefacta, "pero" eu não acreditei...Busquei a verdade e me disseram que não, não era uma águia, mas sim um milhafre, aquele pássaro que cruza os ares daquela banheira vermelha em ziguezague tonto, para conseguir alcançar o seu naco de pobre sustento diário...Triste mentira essa de fazer passar um milhafre por uma águia, mas que se pode exigir de quem mais parece um fidalgo arruinado ou um ricaço inculto? Pouco mais, pouco mais...

    ResponderEliminar
  48. Final da Supertaça no Algarve?
    Entao o Algarve, tal como Lisboa e a Madeira nao receberam 70% das ajudas comunitarias durante 2 décadas?

    Se nao teem nenhuma equipa na 1a divisao é porque aquela atitude de falta de associativismo lhes tolhe a vista e capacidade para se organizarem e criarem clubes fortes.

    O Porto nao tem culpa disso.

    Querem ir para o sul?
    Marquem a final para o Alentejo.

    Mas e porque é que haveria de ir para o Sul?
    A final da taça é em Oeiras, a final da taça da Liga é no Algarve e a final da Supertaça também é no Algarve?

    Estadio por estadio, troquem o de Loulé pelo da Guarda e levem o futebol para o interior onde estao os verdadeiros marginalizados.

    Nesta decisao estou com a SAD e com Pinto da Costa.

    Querem fazer dinheiro?
    Vao para Paris ou para Londres. Tinham o estadio cheio e tornavamos estas competiçoes em jogos de calibre europeu como se quer numa Europa evoluida.

    Os equipamentos teem identidade e sao bonitos. Agora é preciso sua-los como diz o Quintino.
    Espero na proxima época nao ter que ler mais entrevistas de meninos mimados tipo Mortaes e Postiga a dizerem que precisam de se sentir motivados e apoiados para suarem mais a camisola. Coitadinhos, estavam melhor antes de virem para o Porto. E ainda por cima ganham pouco.

    ResponderEliminar
  49. TEIXEIRA Zirtaev e Ricardo Oliveira e todos que defendem o fim do provincianismo do nosso grande FCP estou convosco! O FCP tem de se assumir como um clube nacional até mundial e ponto final parágrafo!

    ResponderEliminar
  50. Caro zirtaev
    Tive o cuidado de ler o comentario no relvado.com com o titulo " os marginalizados ",apos a tua critica á minha intervenção.
    É verdade que não li o teu comentario com atenção nem estou contra o que escreveste, mas contra o que habitualemnte escrevem certos idiotas.
    Nasci em Lisboa, fui para o Algarve com 3 anos e regressei a Lisboa com 20 anos tendo ficado na capital até aos 30.
    Actualmente resido em Lourosa-SM.Feira.
    O Nosso clube tem dimensão mundial e tem adeptos por todo o mundo, convivi com muitos estrangeiros no Algarve e para eles o FCP é uma equipa grandiosa e temivel,mas para 95 % dos algarvios (que gostam de futebol),o nosso clube não presta e associam-no á corrupção e a tudo o que de mal existe no futebol portugues.. e olha que isto não é por causa do apito dourado.
    Cresci habituado ás vitórias, mas no Algarve quando ganhámos a taça dos campeoes em 87, festejamos meia duzia de rapazes.Na minha escola em 500 alunos contavas 10 a 20 dos nosso simpatizantes,quando ias para o café ver um jogo do FCP na televisão,eles estavam a ver um jogo do campeonato espanhol e tu calavas-te bem caladinho.Para eles o FCP ganhou campeonatos á custa dos arbitros.,a comunicação social era (e comtinua a ser)) aquilo que todos sabem (10 paginas sobre os clubes de Lisboa e uma sobre o FCP)
    Alguma vez foste ver um SP.Farense-FCP?
    Vi lá dois jogos e nunca mais lá fui sabes porque?..porque tive de fugir para não ser linchado,só porque queria ver um jogo de futebol com o cachecol do meu clube ao pescoço,tentaram agredir-nos, apedrejavam, faziam esperas..enfim..coisas muito graves que nunca vieram á baila na comunicação social da época(Pior que isto só em Lisboa onde tambem já fui apedrejado).
    Não tenho nada contra o Algarve, mas a animosidade quando se fala de FCP é semelhante á de Lisboa e tambem não entendo porque tem de ser tudo no Sul(taça de Portugal em Oeiras e Supertaça no Algarve e pelos vistos tambem a final da taça da liga!?)
    Tambem sei que há muitos portistas no Algarve em Agosto,mas para haver 15 mil bilhetes para cada lado, teria de haver uma distribuiçao justa dos bilhetes e se calhar ia haver problemas..pois terias de os vender a associados e alguns( poucos) socios do clube nas casas do FCP no Algarve ou mesmo no sul..já agora quantas casas do FCP existem no algarve? e no alentejo?
    Naõ é pelas visões limitadas, é sim porque a cultura do sul é diferente da do Norte, as mentalidades anti-Porto existem e de uma maneira que não existe no Norte apesar de por cá tambem haver o contrario., só com vitórias é que estamos a conseguir demover essas mentes pouco a pouco e assim temos conquistado adeptos e simpatizantes no sul ao longo dos ultimos anos.
    Cumprimentos do louro

    ResponderEliminar
  51. Zé Luís e Louro, vocês têm as vossas razões para não quererem o jogo no Algarve, em muitas questões concordo com o que dizem, mas o que me indigna é insultarem-me só por ter posto o assunto em questão.

    O Louro disse que era um texto anti-porto, o Zé Luís chamou-me imbecil por sequer mencionaro assunto e estas coisas é que são inadmissíveis.

    Se têm ideias contrárias às minhas, tudo bem. Mas pura e simplesmente aceitem que existem portistas que não estãrão tão marcados como vocês em relação aos rivais e que começam a pensar de outra forma em relação a muitas questões do clube. era o que faltava agora eu não gostar de Leiria, que sei serem só Sportinguistas, e vir agora com uma conversa dessas.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  52. Se querem uma solução para este problema é fácil: uma final a duas mãos, um jogo em casa de cada uma das equipas é sempre o mais justo e acabava de vez a questão de se querer arrastar as finais para os lugares mais convenientes para este ou aquele....Final entre duas equipas do Norte disputava-se em duas mãos no Norte; entre duas equipas do Sul, duas mãos no Sul; entre uma do Norte e outra do Sul, um jogo no Sul e outro no Norte!...Quem gosta de criar estas discussões são sempre os mesmos...Peçam-lhes para começarem a disputar as finais -todas- aqui no Norte: Braga, Guimarães, Viana do Castelo, Aveiro, Coimbra, Viseu ou Vila real e verão a reacção desses paladinos!...Se o Sul não está representado a nível desportivo na grandes competições o problema tem que ser resolvido por eles, aqui no Norte também vão estar imensos emigrantes por alturas do Verão, emigrantes que só terão aí a oportunidade de ver esses jogos ao vivo! Agora transformar o Algarve numa espécie de feira de Verão é perigoso especialmente para as criancinhas...

    ResponderEliminar
  53. Concordo plenamente ctg Teixeira
    "Entendo que é chegada a altura de sermos superiores a essas diferenciações de região - do género " para baixo de Aveiro é tudo mouro", "só queremos ver LX a arder" etc. Até parece o outro com a história do deserto."

    Acredito que de facto o Algarve pode não ser o local com mais portistas mas não é com birras destas que vamos conquistar mais adeptos
    o porto tem de se mostrar uma equipa mais aberta e não tão provinciana como diz o Copperfield..
    e não venham com a conversa de que o porto não precisa de arranjar adeptos para aqueles lados, antes pelo contrário
    nos locais com menos portistas que o porto tem msm de se revelar

    Independentemente de se ter opiniões diferentes ninguém é melhor que ninguém mt menos mais intelegente ou menos imbecil ou idiota
    por preferir ter a taça num local ou no outro..
    Somos tds portistas queremos o melhor para o nosso clube e por isso que estamos tds aqui..

    O que me irrita msm é ver o joão malheiro a comentar um jogo de futebol de praia entre o porto e o benfica, isto sim é imparcialidade!!
    ainda por cima o jogo não nos está a correr bem, pode ser que na 3a parte o jogo melhore..

    FORÇA PORTO!!

    ResponderEliminar
  54. 'finalmente o nosso grande presidente decidiu partir para a guerra e não aceitar mais as atitudes difamatórias e o alvo de chacota constante que alguns programas e jornais insistem em 'colar' à sua imagem e à imagem do nosso FUTEBOL CLUBE DO PORTO...

    na minha opinião isto é apenas o início, o show vai começar agora..

    http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=827054&div_id=291

    ResponderEliminar
  55. Bom e já que a conversa vai azeda, porque não marcar todas os jogos da Supertaça em Chaves?Valença?Vila Real?
    Aqui estou como o Meireles, se o argumento é a "debandada" de portuenses em férias então acho muito mais aceitavel falar-se das dezenas de milhar de emigrantes que retornam ao seu País, e como sabemos quase todos são do Norte.

    Querem descentralizar comecem por descentralizar onde mais lhes custa.
    Quero ver as capas de jornais se a haver uma final da Taça num concelho limítrofe do Porto, as caravanas dos adeptos de clubes rivais forem apedrejadas a passar pelas Antas, tal qual nós somos a passar pela freguesia de Benfica.

    Nós portistas e tripeiros temos de reinvindicar, se em 3 competições 2 delas se decidem nos terrenos dos fidalgos, porque razão a 3ª que carece da nossa aprovação, se tem de realizar também por lá?

    nota - por fidalgos subentenda-se os directores e adeptos dos clubes rivais e federação e não os habitantes das regiões.

    ResponderEliminar
  56. o ricardo costa lá foi,ibson e postiga podem estar a ir também...

    agora se estes forem embora para vir estrangeirada duvidosa,muita gente vai ter saudades destes.


    o rumor Baiano assusta-me.

    ResponderEliminar
  57. Não é uma questão de sermos superiores ou o contrário...Se realmente esse juízo fosse suficiente então porque é que na Taça as equipas mais fortes não jogam sempre em casa das mais fracas? Porque razão a final da Taça tem de ser sempre efectuada em Lisboa? As convenções existem para serem aceites por todos ou então para serem alteradas até se encontrar o texto mais consentâneo com a vontade e os interesses do todo! Se é um facto indesmentível que nas finais das grandes competições Nacionais seja a que nível for estão quase sempre presentes as três grandes equipas Portuguesas, porque razão o local decisivo da competição tem de ser o Sul -quando não exactamente Lisboa- onde existem por maioria de razão a maioria dos adeptos de dois desses grandes clubes? Talvez se encontre aí uma resposta para o sucesso de muitos e muitos troféus já conquistados...Mesmo o Belenenses jogando no Jamor estará sempre em desvantagem frente aos dois maiores rivais de Lisboa, comparativamente com a opção da final realizada a dois jogos casa/fora ou fora/casa! Se for qualquer outro emblema a disputar as finais -se exceptuarmos o FCP- será ainda pior evidentemente...Por uma questão de justiça a melhor das hipóteses será sempre a das duas mãos e ela normalmente é preterida porquê? Porque equilibrando a balança, normalmente adia a decisão e muitos gostam de decisões rápidas e lidas apressadamente para não se perceber bem o texto! Porque razão a Supertaça foi conquistada mais vezes por nós ao longo da sua existência? Talvez porque foi esse o método inicial e o resultado quantitativo/qualitativo de qualquer um dos jogos não contava, mas apenas o tipo de resultado: vitória, empate ou derrota! Porque a não ser assim qualquer resultado disputado em casa do adversário directo poderia ser influenciado nos seus números e expressão por razões externas ao jogo real!...A nível internacional sucede a mesma coisa. Já repararam que sendo a Inglaterra uma grande potência do Futebol, em que País conquistou ela o seu único título Mundial? E a França? No campeonato do Mundo de 1958 na Suécia quem defrontou o grande Brasil de Pelé/menino na final? E Portugal quando esteve presente numa final de grande fôlego Internacional? Claro que há excepções mas elas apenas se limitam a confirmar qual é a regra dominante! Não sejamos ingénuos e olhemos as coisas com objectividade, se é uma questão de receita que está em causa, dois jogos não dão mais receita que um? Se é uma questão de equidade dois jogos não dão mais oportunidades a ambas as equipas que apenas um? Veja-se o Basquetebol, disputa-se numa ronda de pelo menos cinco jogos em que o único factor não aleatório é a decisão do local em que se disputa o primeiro jogo, que por si só transfere automaticamente para esse mesmo local a possibilidade fortemente decisória do jogo final...Se esse jogo não for decisivo já não se disputa...Se é espectacular no Basquetebol porque não o será no Futebol? Atenção aos óculos e à cor de quem os usa!

    ResponderEliminar
  58. Ó Zirtaev, desculpa lá, mas diz-me onde te chamei imbecil. Zirtaev, como o Teixeira, desculpem lá, mas digam-me onde, no meu primeiro comentário - e onde quis deixar a minha opinião sobre o assunto, começando precisamente por dizer que, sobre o tema (qual é o tema, porra?!), [a ideia do] Algarve é uma imbecilidade, e ao dizer isto não foi o Zirtaev que o escreveu, foi o post que entendeu colocar para ser comentado e eu faço, como sempre, um comentário ao post - eu insultei alguém? Sinceramente, começo a ficar lixado com leituras atravessadas que são feitas ad hoc.
    Eu, arrostando com más interpretações do que disse, com a repulsa do Zirtaev e o nojo do Teixeira, manifestei a minha opinião.
    E vinco, muito bem e mais uma vez, que antes de falar do assunto gostava de saber a origem dele.
    1) quem atirou a ideia?
    2) provavelmente a FPF que teima em fazer a final da Taça no Jamor sem condições há 25 anos ou mais tanto quanto me lembro de ali ter ido e logo ter criticado o "situacionismo"...
    3) gosto de saber a paternidade da ideia, para perceber até onde vai o alcance e perceber que intenções estão por detrás da ideia, digamos, peregrina.
    4) e frisei muito este ponto, além de opiniões avulsas sobre o Algarve e os argumentos aduzidos por V. Exas., porque era bom que antes de subscreverem, embora possam fazê-lo livremente, uma ideia idiota como esta, retirada sabe-se lá de que contexto, colocassem outras questões.
    Eu tentarei ajudar-vos, então:
    1) a coisa saiu de um ressabiado num sítio qualquer que desconheço
    2) a FPF é a patrocinadora da questão, por dirigir a Supertaça e devia ter vergonha de sugerir o Algarve quando não é capaz de mudar a Taça do Jamor - para mais quando o palhaço do regime, Madaíl, desde 2004 (foi um Benfica-Porto, lembram-se?) e com estádios a estrear, admitiu que a final da Taça devia mudar de sítio para estádios com mais capacidade e mais comodidade, conforto, segurança. Pois não se lembram, mas eu sei deste tipo de coisas e gozo com a falta de memória da Imprensa destrutiva cá da parvónia.
    3) não esqueçam que é o dinheiro que move FPF e clubes, logo se uma cerveja qualquer pagar um patrocínio até em Timor ou Luanda pode ser porque há dinheiro para vergar qualquer posição, legítima, de um clube que tem o direito, não se esqueçam também, de opinião sobre a matéria.
    4) eu continuo a achar que a Supertaça é para ganhar, não é para exibição e muito menos obra de caridade.
    A este propósito, e para terminar, lembro ao Teixeira e ao Zirtaev, a respeito de acharem que o FC Porto perde dimensão nacional, fica fechado no seu burgo, quintal ou o que queiram chamar:
    Há 30 anos que ouço duas coisas do FC Porto, do lado dos inimigos:
    a) que o FC Porto compra árbitros e campeonatos
    b) que o FC Porto não passa de um clube regional, não sai das suas fronteiras, não ganha dimensão nacional e até internacional.
    Se calhar é mais tempo do que aquele que vocês, grosso modo, têm de adeptos portistas e não levem a mal por dizer isto mas quero chegar a este ponto:
    - foi por dizer-se isto desde há 30 anos que o FC Porto deixou de crescer? deixou de se implantar a nível nacional, ter adeptos no Algarve (e eu defendi que há bons adeptos lá e boas casas do FC Porto, não tratei mal os adeptos do FC Porto nem os algarvios em geral só por eu ter apreciado, e o louro veio confirmá-lo, como odeiam, em geral, o FC Porto)? deixou de crescer a nível mundial?
    - o que eu lamento é ouvir estes dizeres dos ressabiados que odeiam o FC Porto, porque ganha, ganha e ganha e só assim conquistou adeptos no Algarve, na Madeira e no Mundo!, serem repetidos por portistas e eu reconheço-vos como grandes portistas mas não posso aceitar que uma (alegada, porque não sei se é verídica, mas concordam que legítima) recusa do clube em jogar no Algarve (prerrogativa que a Supertaça dá aos clubes e não à FPF) seja logo alvo de dichotes que os inimigos repetem há 30 anos. É isto que mais me custa em vocês, não por terem opinião diferente a que todos temos direito, mas por repetirem algo em que, creio eu, é natural os adversários dizerem do FC Porto mas aos adeptos portistas fica mal dizê-lo por decerto nem pensarem nesse reflexo condicionado já sintomático nos inimigos.
    Estas tangas, tantas tangas, já deixei de ouvir há anos aos marmelos e melões que passaram a opinar nas Tv's e nas colunas dos jornais. Não ligo aos Ruis, nem Jorges, nem Vítores. Já sei o que sentem, o que acham, o que os incomoda. Essas coisas são veiculadas pela Imprensa destrutiva, aquela que teve anos a fio o futebol maioral e de títulos à porta mas deixou de ter e passou a combater pelo lado do bota-abaixismo.
    Ao invés, eu contraponho, rebato, aduzo argumentos, tenho outra maneira de pensar que a minha experiência me ditou ao longo dos anos. Desses palermas com direito de antena já nem ligo, até desligo a TV ou passo à frente a página de jornal. Quem se fixa neles não aprenderá outra coisa, e depois deles vêm outros repetir os clichés que ouviram. Nunca repararam nos clichés repetidos? nos personagens que ao longo dos anos mudam mas o discurso não se altera?
    Pois é contra este pensar que o FC Porto age, luta e ganha. Não é subserviente, desconfia da bondade de muitas ideias, tem uma vivência de combate pelos seus próprios meios que fazem antecipar certas medidas e a resposta a dar-lhes.
    Se tal aconteceu, a recusa de ir ao Algarve, acredito que terá sido de imediato. Nem pensar! Mesmo com pena dos adeptos portistas no Algarve, porque todos contamos nas fileiras azuis e brancas, mas esse não pode ser o pensamento prioritário. Porque o FC Porto quer ganhar e acha-se no direito, e na medida em que puder questionar certas decisões ou ideias, de ver reunidas as condições para vencer. Meio de Agosto no Algarve não é o ideal, futebolisticamente falando, a não ser para jogos de exibição ou torneios de Verão. O FC Porto tem de ganhar e só a ganhar reuniu mais adeptos, a crescerem contra aqueles que se ficaram pela atitude de denegrir gratuitamente.

    ResponderEliminar
  59. O F.C.PORTO , actualmente , tem mais adeptos no Algarve do que possam pensar.

    O tempo em que no Algarve se conseguiam contar os simpatizantes do F.C.Porto , já lá foi.

    Agora são às centenas. Só não sabe quem não quer saber. Basta ir às escolas , aos recintos desportivos, às praias , ou andar na rua.

    São montes e montes de rapazes e raparigas , portugueses , ingleses, chineses, russos, ucranianos e de outras nacionalidades que se exibem com camisolas do F.C.Porto.

    Acordem , porque as coisas estão a acontecer e em mudança acelerada.

    O F.C.Porto (clube de dimensão planetária) estaria no Algarve (como em muitos outros lugares)
    simplesmente , a jogar em casa .

    ResponderEliminar
  60. Que exagero, azul dragão! O estádio sempre tem 30 mil lugares. E vai uma aposta em como não encheria? Nem o Sporting tem adeptos para isso!
    O Sporting não encheu qualquer jogo da Champions em Alvalade, fez pouco mais de 30 mil pessoas na semifinal com o AZ!!!
    O Sporting não tem mais adeptos do que o FC Porto, pelo menos não acredito que tenha. Sem dúvida que somos muitos mais portistas e em cada vez mais pontos do país e do mundo. Isso é pacífico e motivo de orgulho. Mas não podemos iludir a questão essencial...

    ResponderEliminar
  61. Ah, e sobre a quantidade de portistas supostamente a banhos no Allgarve, a não ser que acreditemos todos na retoma económica, para não ferir as susceptibilidades do nosso Zé e dos Zés Ninguém que o rodeiam, e lá teremos um milhão de tugas no Allgarve como se regozijou o tio Guterres há 10 anos...
    Pois, mas eu sou do contra-contos de fadas.

    ResponderEliminar
  62. Zé Luís,

    espero que tenhas entendido que quando utilizo a palavra "nojo" tem a ver com a forma como alguns portistas insistem em fechar-se em si próprios.

    Podes ter razão no essencial mas continuo a não entender qual é o problema para o FCP de jogar no Algarve.

    No Algarve, na China ou no Japão o que interessa é que chegados à final joguemos tal e qual como a nossa camisola exige. Suor, vontade e melhor qualidade da equipa. Como já disse anteriormente por mim a federação até pode marcar o jogo em Alvalade que a mim não me dão "arrepios". Seria apenas mais uma forma de demonstrarmos a nossa superioridade. A recusa do FCP em jogar no sul para além de parecer a tipica birra dá a entender que precisamos de jogar "em casa" para vencer seja o que for. O que como estamos fartos de saber não conrresponde à realidade.

    Quanto à palavra imbecilidade por ti utilizada para quem colocou essa ideia na mesa, já entendi onde querias chegar e peço as minhas desculpas se achares que são necessárias.

    Abraço
    [[]]

    ResponderEliminar
  63. Amigo Zirtaev,
    Não te podes sentir insultado,pois não foi essa a minha intenção.
    Por norma concordo com uma boa parte dos teus comentários, mas desta vez tenho de dar razão ao zé Luis que como sempre, faz os comentarios mais acertados neste blog.
    Infelizmente a mentalidade sulista reflexo de uma imprensa centralizada em Lisboa fez com que o que foi dito seja verdade.
    Estou farto de ver, ler e ouvir em todos os orgãos de comunicação social,seja no futebol seja noutras modalidades comentários odiosos, e ao fazê-lo tentar denegrir o nosso clube.
    As pessoas são bombardeadas diariamente com noticias, comentários, suspeições e mesmo acusações que nos são desfavoráveis e a nossa luta é convencê-los dentro de campo do contrario,mas as pessoas do sul interiorizam isto tudo e depois opinam e tendem a não gostar do clube.
    Gosto do Algarve e vou lá estar em Agosto a passar férias, mas quando se fala que vimos do Porto as coisas mudam algo.
    O nosso clube é muito grande tal como o Barcelona e o Real madrid o são, mas em Espanha ninguem gosta do Barcelona(pelo menos na Andaluzia) e o clube é grande na mesma não é?

    ResponderEliminar
  64. Zirtaev, nem li o resto dos comentários, bastou-me ler o teu primeiro, emr esposta ao gajo que "viveu no algarve".
    Queres que o FCPorto se arraste ao resto do país??? o mesmo país que anda de mangas arregaçadas e dentes afiados a fazer tudo por tudo para arrastar o FCPORTO pela lama e pela merda????
    Concordo a 200% com a resposta negativa do FCPorto em relação a jogar no algarve. Todos os anos se fala na mesma coisa, é com a ST e com a final da Taça de Portugal, até parece que Portugal começa em Leiria e acaba no Algarve... será assim???? Jogar no algarve servia aos pelintras lagartenhos que provavelmente farão a pré-época a jogar contra o olhanense e o Tavira e já lá estão à espera do Dragão. Coimbra também é Portugal, Aveiro também é Portugal, PORTO também é Portugal, Braga também é Portugal... nem por isso se lembraram de jogar em Braga e obrigar os lagartixos a fazer 400 km, pois não????
    è uma equipa da segunda circular contra o campeão nacional em título, se o jogo é território neutro então que o seja o mais possível, e isso significa que fique equidistante a ambas as equipas, e mais nada... senão que façam a ST a duas mãos e vamos ao lagartódromo dar show de bola para os dragões mouriscos verem o campeão e recebemos os lagarticos com a casa cheia de dragões porque a lagartada e companhia tem é cagunfa e nem que se seja o jogo do título têm tomates para pôr os pés no DRAGÃO!!!!

    ResponderEliminar
  65. O que eu sei é que não se deve combater ódio com odio.

    Não é essa a atitude dos grandes.

    Lembro-me de "discutir" aqui com o Zé Luís sobre os assobios dos SD ao minuto de silêncio pelo Bento. O Zé desculpava esses assobios e eu vejo em muitos comentários dele esse "odio" que eu decidamente não subscrevo.

    A diferença entre adversários e inimigos é muito grande.

    [[]]

    ResponderEliminar
  66. Teixeira, a mim já nem as palavras ferem, já me habituei a nomes feios e não é nojo que me causa repulsa. Está descansado, escusas de pedir desculpas, estamos aqui para debater uma questão que, repito, não vi na Imprensa destrutiva, logo nem sei como surgiu e nestas matérias sou portista até ao tutano sem querer dizer que não dou o braço a torcer. Mas a forma como a questão, digamos, académica é lançada cria-me logo uma reacção visceral, fico em pele de galinha e solto a minha paixão e o que a minha experiência e conhecimento das coisas me diz. Não sou politicamente correcto, não dependo de Lisboa felizmente e o facto de lamentar que o BI tenha "vindo" do arquivo na capital faz-me confusão porque não havia necessidade, penso eu de que...
    E repito-te que já morreram muitos articulistas a dizer as banalidades que hoje se reproduzem pela multitude de meios comunicacionais e a tecla era a de que o FC Porto não saía, não se dava a conhecer, isto e aquilo e, como sabes, tu cresceste portista em Oeiras, o Quintino idem, o Louro andou também pelos Algarves e muitos milhares de portistas nasceram com as vitórias e horrorizando-se como os perdedores tratavam o novo clube ganhador e menosprezavam os novos adeptos vencedores. E o FC Porto não tem fronteiras, aliás as transmissões televisivas fazem por si só a promoção dos clubes e dos jogadores. Dantes, sem TV, é que era cada clube no sei bairro, a sua base social de apoio. Agora é a globalização, não importa muito onde se joga nem que adeptos vêem nesta ou aquela região. As vitórias é que projectaram o FC Porto, atraíram admiradores, superaram todas as barreiras, só os prisioneiros das palavras ficam agrilhoados aos tais clichés perfilhados em Lisboa onde era bom e bonito ter o principal fornecedor de títulos e finalistas e não havia chatices de ter de escolher lugares para jogar.
    Os cristãos-novos, chamemos-lhes assim, que advogam dever jogar-se em todo o lado recusam tirar a Taça de Oeiras. A Supertaça pode jogar-se em vários pontos do país, no Algarve pois claro, mas com certas condições. A Taça devia ser a mesma coisa. Então no século XXI voltamos ao antigamente das finais no sul? Já não é uma, mas duas e três? Há limites para tudo. E neste contexto do Sporting-Porto, proposto pelo tal texto cuja bondade eu duvido, é curioso que se desvaloriza o facto, nele descrito, de os leões terem torcido a nariz a Aveiro... E esta, hein!

    ResponderEliminar
  67. Já se sabe que da imprensa não há "bondade" nenhuma com o FCP. ainda na semana passada as parangonas davam destaque ao facto do Chelsea ser o campeão das audiências em TV esquecendo-se que esse jogo foi efectuado com o FC Porto. Tudo para poderem dizer que era do slb o recorde nacional de audiências...

    Mas isto são coisas que por ter nascido em Lisboa faz com que tenha a carapaça bem dura. Passei a minha vida toda a argumentar com adversários e inimigos. Tenho pena quando a nossa administração instiga o ódio e feche-se em si própria. Faz com que tenha de me calar perante atitudes de autêntica guerra regional. Deixemos o ódio para os outros - as novas gerações dariam-nos mais crédito.

    Olha, ando lixado é com a possibilidade de o Bollati ficar na Argentina sob ordem do tribunal, porque os "marrecos" do Corunha que ainda nos devem dinheiro andam a inflacionar o passe do trinco. Anda aí "marosca"...

    [[]]

    ResponderEliminar
  68. zé luís :

    Mas quem falou em encher estádios?

    Quem falou em 30 mil ?

    Onde está o exagero ?

    Quando digo que o F.C.Porto jogaria no Algarve ou em qualquer outro lado (como quem joga em casa) é para vincar que , felizmente , o F.C.Porto tem adeptos (e muitos !) espalhados por todo o Mundo.
    Só isso !

    ResponderEliminar
  69. Amigos,

    acabei de ver o Polónia 1 - Brasil 0 no mundial de sub-20 e só vos digo que o nosso FCP acertou em cheio na contratação do Leandro Lima.

    O miudo apesar de ser uma mini formiga de 60 kgs é um jogador incansavel, com muita, muita, muita técnica, muita velocidade um drible estonteante e o mais importante de tudo. Muita vontade de trabalhar.

    Temos jogador para entrar de caras no 11 seja na posição 10 ou numa das alas. Vai é levar tanta porradinha que até já mete dó.

    Abraço - temos apesar de diferente, um novo "JUREMA".

    ResponderEliminar
  70. Meus amigos!

    Brasil 0 - Polonia 1.

    O Leandro Lima é craque! Técnica fabulosa, pensa rápido, passa bem, joga para a equipa corre até mais não. Não é Quaresma, não é Anderson fez-me lembrar o Deco.

    ResponderEliminar
  71. Meus amigos!

    Brasil 0 - Polonia 1.

    O Leandro Lima é craque! Técnica fabulosa, pensa rápido, passa bem, joga para a equipa corre até mais não. Não é Quaresma, não é Anderson fez-me lembrar o Deco.

    ResponderEliminar
  72. Bandiduh,

    adorei ver o puto a jogar à bola.

    :)

    temos craque!!!

    ResponderEliminar
  73. Lendro Lima pareceu-me um miudo muito promissor...gostei de o ver atras a procurar a bola..venha ele depressa!!

    ResponderEliminar
  74. Não pude ver porque não sabia em que canal era transmitido o jogo, já agora informem-me se o jogo será repetido e se sim em que canal e a que horas...Gostava imenso de apreciar as qualidades do miúdo!

    ResponderEliminar
  75. Meireles,

    eu vi o jogo através do SOPCAST, um programa que permite ver vários canais estrangeiros. No caso através do LIVE TV - polaco.

    Podes seguir a programação através do excelente site TV TUGA:

    http://www.tvtuga.com/

    É através dos canais por eles recomendados que sigo com atenção muitas equipas e jogadores que de outra forma seria impossivel conhecer.

    Abraço


    Temos craque Meireles!

    :)

    ResponderEliminar
  76. Gracias Teixeira, lá vou eu à procura do site.
    Um abraço profundis...

    ResponderEliminar
  77. Não vi o jogo mas pelo que os amigos dizem eu tb já fico contente eheh
    Benvindo Leandro!!

    Agora estou cm o Teixeira, lixado com a possibilidade de o bolatti não vir p dragão cm esperávamos..
    apesar de não o conhecer tenho mt boas referências do rapaz e parece que o Jesualdo tem nele uma pedra importantíssima do "novo" FCP!!
    Espero que td se resolve a nosso favor.

    FORÇA PORTO!!

    ResponderEliminar
  78. Ó pessoal, mas então por causa da localizaçao de um "joguito" contra a lagartagem já andamos para aqui numa troca de galhardetes mais acesa?

    Apesar de vir aqui de fugida, leiam o Jornal de Notícias de hoje sobre depoimento de Fernanda Freitas ao M.P.
    Parece-me que vamos ter ainda alguns motivos para rir...

    Já agora, uma pequena correcção: O Zé Luís escreveu por aí algures que o Teixeira cresceu em Oeiras, o Quintino idem, o Louro no Algarve... No que me toca há um lapso... Eu cresci em Pretoria até aos 11 anos(África do Sul), depois foi Carvalhos, Espinho e agora Joane.
    E deixo aqui ao Zé Luís outra dica: vá para o Algarve e procure ficar no Monte Abelheira (Loulé), por exemplo... e em matéria de praia vá para a Deserta, em Faro... tem sete quilómetros de areal com 100 pessoas em Agosto... e um restaurante (Estaminé) que tem um peixe. embora aqui convenha levar a carteira recheada...

    O Costa sempre vai (foi)... o Ibson é para emprestar... Moraes vai-se... Alan no Vitória... falta o Postiga, falta o Postiga...

    ResponderEliminar
  79. Quintino, obrigado pelas dicas, mas se me meto para o sul faço um desvio para a Andaluzia. Disseste 100 pessoas nessa praia em Agosto? Não são 100.000? Desculpa, eu pensei que vivesses não em Oeiras mas pela capital e arredores, tive sempre essa ideia ou já escreveste algo que me levou por esse caminho, então percebi mal.
    Gostei de ler comentários ao LL mas também não vi o jogo, sei que a FIFA.com os transmite mas é preciso uma série de funcionalidades que não tenho e ontem nem deu para ver no trabalho.
    Ainda bem que todos concordam com o que viram do miúdo que ainda ontem um colega brasileiro me disse desconhecer. Vamos confirmar o Leandro Lima.
    A propósito de Ricardo Costa, linda despedida, grande elevação do rapaz. Fiquei a gostar dele ainda mais na saída, embora nunca tenha escondido que não apreciara as qualidades do moço. Mas a forma bonita como falou do FC Porto mostra a sua condição de homem e portista do coração. Se calhar já fez a sua carreira, ainda tão novo, levantou troféus e acaba por sair com uma imagem, pelo menos para mim, bem positiva, pelos últimos contributos dados à equipa quando foi chamado. Nunca escondi que não o apreciava, mas é a falar das capacidades enquanto jogador, de resto incompreendidas pela maioria dos adeptos. Mas caiu-me no goto e faço por destacar a forma correcta como se despediu. E o FC Porto encaixa mais 4 milhões.
    A propósito do Moraes, leram as últimas declarações do pai dele? Ah, se ele não se lesionasse sairia, mas agora vai ficar. Fica, sim, mas enterrado até ao pescoço. Na próxima vai mesmo. Falta o Postiga, de facto, ir também. Mas continuo a não desgostar do Alan - eu sei que não concordam - e acho que poderia fazer falta tal a falta de flanqueadores.

    ResponderEliminar
  80. Zé Luís, aproveito a correcção que o Quintino fez em relação a Oeiras, para eu também rectificar que nasci em Cascais. De longe a vila com melhor qualidade de vida deste pequeno país. Desculpem-me o "bairrismo" mas é mesmo assim. :)

    Quanto ao Leandro Lima, de facto um pequeno grande jogador. Numa equipa brasileira onde o jogo de equipa escasseia e muito, o 20 "zuca" é de longe um dos mais esclarecidos. Joga para a equipa apesar da sua tendência natural para driblar. Foi com estupefacção que o vimos defender até à sua área ajudando amiúdes vezes o desastrado André Luiz. Uma pérola. A SAD está de parabéns na contratação deste jogador. Depois da adaptação a um futebol mais viril como o nosso, vai concerteza dar muitas alegrias.

    Subscrevo o Zé Luís na questão R. Costa. Saiu de cabeça erguida e isso não está ao alcance de todos. Que seja muito feliz na Alemanha pois aqui já não tinha espaço para a qualidade que se exige a um Dragão. Quem sabe se ele não evoluirá para o central que todos esperavamos aquando de sub-21? Esperemos que sim - um portista merece ser feliz.

    Quanto à referência do amigo Quintino em relação às declarações da Fernanda Freitas à judiciária - agora quero ver se a "justiceira" MJM vai dar crédito a uma pessoa que é seguramente mais idónea do que a Carolina Sal(gado)...

    Abraço

    [[]]

    ResponderEliminar
  81. Segui com atenção o jogo do Brasil sub-20 para ver LL. Qualquer jogador deles toca bem a bola. Nascem para jogar futebol. Atitude e jogar como equipa é outra coisa. O central do benfas não esteve mal, os polacos quasenão atacaram. Mas gostei bastante do outro central, luizão, que penso ser do Cruzeiro, titular, a ocupar a vaga do Eliézio, lembram-se? Penso que fazia dupla com o Gladstone do SCP. O LL é um jogador baixote, criativo, de toque fácil, e sempre a procurar o drible. Fez-me lembrar o Romagnoli, mas anda sempre a correr. AQcho que até merecia ter mais bola, tanto que o rapaz corre. Obviamente menos experiente, e como tal, sempre a levar porrada. Não sei se não será uma opção para a ala, essa é a minha dúvida. É bom e vamos com calma, pode não pegar de imediato. Apesar disso o Anderson que vi nos sub-17 nunca me pareceu melhor, pouco interveniente, a "estrela", e é o craque que conhecemos. Dessa seleção gostei bastante do capitão, Denilson, ao melhor estilo de Dunga, e hoje está no Arsenal. E o craque desse mundial foi Geovani dos Santos, mexicano do Barcelona. Por isso um jogo é pouco para chegar a conclusões, apesar das indicações terem sido boas.
    Quanto ao Ricardo Costa já devia ter saido o ano apssado ou à dois anos. Era melhor para ele. No clube dele não era querido. Quando vinha às Antas jogar pelo Boavita era aplaudido, agora assobiado. Deu tudo pelo clube, jogou onde lhe pediam, e era o culpado dos maus resultados. Teve azar e depois de um mau jogo na selecção o jesualdo entendeu não forçar. Jogou o Alves, outro que ninguem dava nada por ele, e hoje é o que se sabe. Pelo que fez já devia ter saido. Talvez tenha passado ao lado de uma boa carreira. Espero que não vá tarde. Boa sorte para ele.

    ResponderEliminar
  82. Pedro, de facto o central Luisão dos sub-20 também me pareceu muito certinho ao contrário do André Luiz (que até aprecio) que nos poucos ataques da Polónia fez uma mão cheia de faltas desnecessárias.

    Do lado da Polónia gostei do 10 do qual não me recordo do nome.

    Quanto ao LL acho que depois de umas correcções poderemos coloca-lo na ala. Ele tem uma tendência para interiorizar mas assim que Jesualdo (se for essa a sua intenção) insistir no seu bom drible para procurar a linha poderemos aproveita-lo para extremo.

    No meio o seu pouco peso faz com que não se torne tão útil. Já o conhecia de há uns meses num jogo do São Caetano mas ontem pareceu-me muito mais maduro e esclarecido.

    É pena que os colegas vedetas de selecção não o procurem tantas vezes.


    [[]]

    ResponderEliminar
  83. zé luís :

    O quintino disse 100 pessoas .
    Eu acho que , nalguns dias , até muito longe disso (quase ninguém).

    ResponderEliminar
  84. Ao Teixeira devo dizer que concordo plenamente com ele relativamente a Cascais. Era no tempo em que preferencialmente me deslocava para lá, uma "cidadezinha" lindíssima com um centro muito bem arranjado e onde me dava gosto passear especialmente à noite...Quando saía da unidade onde estava na altura, era para lá que virava as baterias. Aliás toda aquela corda ribeirinha é muito bonita e mesmo sozinho ia muitas vezes para lá, depois de fazer aqueles curtos quilómetros no comboio que ligava Lisboa ao núcleo de Cascais...E depois o mar, ali tudo parece mar mesmo quando ainda não o era, não havia a percepção clara como acontece no Douro do "corte" entre as duas correntes, a única referência é o Forte Circular que está colocado no eixo do rio...Penso que já aqui falei disso! Quanto ao Ricardo Costa também enalteço a forma bonita como se despediu do Clube em Pedras Rubras...Tal como o Zé Luís, eu em relação homem não tenho nada a referir, até porque não o conheço -esta atitude marcou positivamente- mas falava simplesmente do jogador que me causava calafrios, especialmente este ano que findou, porque até houve um período -quando se afirmava ainda como esperança- em que cheguei a supor estar ali o "Central" que substituiria o JCosta...Mas creio que não me enganei nas apreciações que fui fazendo, assim como devo confessar, não era um admirador tão convicto do JCosta até por achar que tinha grandes deficiências a nível técnico e de velocidade e que ele supria muito bem com uma entrega total!...Recordo os jogos em que o João Pinto fazia dele gato sapato e claro, Pimba, levava que contar aos amigos e camaradas! Agora podem rir-se dessas picardias, pelo menos têm muito tempo para isso...Pelo que observei do Bruno Alves sempre me pareceu mais apto e a sua entrada um pouco ruidosa na equipa, apenas se deve a ter porventura provocado alguma ansiedade no homem/jovem e daí aquela impetuosidade desnecessária dos primeiros tempos. Por exemplo o Ricardo Silva com aquela cara de menina Minhota, pareceu-me sempre mais seguro nas suas funções e não entendi aquela sua saída extemporânea do Clube...

    ResponderEliminar
  85. Quanto à ilha Deserta também já lá fui e é um descanso, contrariamente à Armona que é um autêntico Rio de Janeiro Faveliano e assustador pela anarquia nas construções permitidas...Mas por exemplo se forem a Tavira e à Ilha verão que se abandonarem o núcleo junto à muralha do Porto e rumarem a Ocidente vão encontrar zonas deliciosas completamente desertas onde inclusivamente já vi grupos de pessoas a fazerem nudismo...

    ResponderEliminar
  86. Para quem ainda não leu:

    A escritora do livro "Eu, Carolina" disse em interrogatório perante o Ministério Público (MP) que a ex-companheira do presidente do FC Porto decidiu publicar o livro para se vingar de Pinto da Costa e para fazer dinheiro. No mesmo depoimento, junto em processos por difamação contra Carolina a correr no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) do MP do Porto, Maria Fernanda Freitas de Sousa denuncia ainda que a versão final do livro publicado não é igual ao texto que escreveu.

    Entre as várias diferenças, verifica-se a retirada de uma história relacionada com uma cantora suposta amante de um amigo do presidente portista; uma alusão um desentendimento entre os filhos de Pinto da Costa; e referências a outra suposta amante de uma destacada figura na altura ligada ao FC Porto. Tudo alterações introduzidas após Carolina ter levado para Lisboa a versão final do documento.

    Sem documentos?

    Num auto de interrogatório a que o JN teve acesso, Fernanda Freitas, docente do Ensino Secundário, afirma acreditar que, ao decidir expor a vida em comum com o dirigente, "Carolina actuou movida por motivações económicas e de vingança, mas alegando que pretendia proteger-se".

    De tudo isto, a autora garante que só se apercebeu mais tarde. "(...) o livro contém vastas menções difamatórias e desnecessárias", admitiu ao MP, esclarecendo ainda que "teve de 'filtrar' algumas das informações que a Carolina desejava registar, pois que [...] o livro ainda 'seria pior'".

    Fernanda Freitas fez também referências a um jantar realizado dois dias depois do lançamento do livro (Dezembro do ano passado), em que ficou "convencida de que Carolina e Leonor Pinhão eram amigas ou se conheciam bem". No jantar estava ainda o marido da jornalista e conhecida benfiquista e seguranças.

    Apesar de afirmar desconhecer como chegou o livro à "D. Quixote", disse saber, através de Carolina, que Leonor Pinhão é tradutora naquela editora.

    A escritora conta ainda que a certa altura, quando ainda se encontrava a escrever o livro, começou a ser pressionada para o terminar rapidamente. Durante o processo, Fernanda Freitas ficou com a sensação de que Carolina não dispunha de documentos que apoiassemo seu relato, até porque se socorria, por vezes, "de fotografias, de uma compilação de revistas dos "Superdragões" e - uma ou outra vez - de um livro do FC Porto". A mesma insegurança terá revelado também relativamente a alguns dos protagonistas, nomeadamente quando pretendeu referir-se a Pinto de Sousa. Sabia apenas que "era presidente de qualquer coisa ligada à arbitragem, mas não sabia de quê (em concreto)".

    Esta versão da pessoa que ajudou Carolina a escrever o livro que revolucionou o caso Apito Dourado pode vir a ajudar Pinto da Costa a defender-se de duas de três recentes acusações do MP sustentadas nas declarações de Carolina - jogos FC Porto-Amadora e Beira Mar-FC Porto. No caso Nacional-Benfica não é referido o testemunho da ex-companheira portista.

    Processos em suspenso

    Fernanda Freitas não tem sido acusada nos processos por difamação que têm sido concluídos no DIAP do MP do Porto. É que a escritora revelou-se "arrependida" de ter ajudado Carolina e pediu desculpa aos visados. Por esta razão, o MP propôs a suspensão provisória do processo, por 18 meses, mediante uma oferta de 350 euros a uma instituição de solidariedade. Assim sendo, tem sido arrolada como testemunha nos demais processos.

    ResponderEliminar
  87. O texto anterior é retirado do JN de hoje, 1-7-7

    ResponderEliminar
  88. Volto a Ricardo Costa para criticar, agora, a falta de referência à sua saída no site do clube. Assim, fica mal, parece-me. Já se sabia ontem que hoje partiria para a Alemanha. Não sei se a LPM que vai tratar da imagem do clube vai resolver alguma coisa. O ingresso, propalado, de um jornalista da Imprensa destrutiva, é que não se confirma. É como o Ricardinho: anunciou-se e o clube voltou atrás. Há quem fique bem neste tipo de fotografias, é mesmo a letra com a careta, o jornalista condizente com o jornal. E o FC Porto pelo menos deixa de ter mais um traste ao seu serviço, ao menos isso...

    ResponderEliminar
  89. Este novo desenvolvimento só vem provar a tese da conspiração e o envolvimento das pessoas ligadas ao benfas, do orelhas à Pinhão.
    É um importante contributo para descredibilizar a sal(gado) e arrasar com o caso.
    Quanto ao Ricardo Costa, que tenha o sucesso que aqui poderia ter tido, acho que foi uma vítima da polivalência.É mais um português que vai,estamos cada vez mais estrangeiros - sem xenofobia - um portista que se despediu com dignidade e grande cortesia.

    ResponderEliminar
  90. Estou a ver os sub-20 do Japão a adr festival contra a Escócia. onº8 e o nº10 são craques.

    ResponderEliminar
  91. Bem!!! Estou a ver que a conversa se alongou muito.

    Peço desculpas mas estive todo o fim de semana fora e só agora aqui voltei e nem tive tempo para ler todos os comentários.

    Amanhã prometo ler tudo com atenção, agora tenho mesmo de ir descansar e só deu mesmo tempo de dar aqui uma fugida.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  92. Grande amigo Zé Luís - olhe que eu não lhe ia tentar vender gato por lebre.
    De qualquer modo, face às suas dúvidas, ainda bem que o Azul Dragão e o Meirelesportuense (obrigado aos dois) corroboram o que eu disse.
    Se mesmo assim tiver dúvidas, veja a Visão desta semana. Ou, melhor, vá lá antes que estraguem aquilo tudo. É que com tanta publicidade...

    ResponderEliminar
  93. Peço desde já desculpas a todos, mas não me vou pronunciar sobre o todos os outros comentários. Vou apenas escrever directamente para o Zé Luís e para o Louro.

    Zé Luís, agora mais frio e lendo de novo o teu comentário vejo que realmente não me chamaste imbecil. Ter-me-ei precipitado, mas o que é certo é que chamaste imbecil ao texto e ao assunto e como fui eu que o coloquei a discussão, enfiei a carapuça. Continuo a achar que o o assunto só foi empolgado (pelo menos aqui) pelo FCPorto por precisamente ter recusado o Algarve. Não me interessa o que o Sporting recusou, é problema deles e é sinal que estão a perder a força no pais, são claramente neste momento o 3º clube em termos de adeptos. Já o FCPorto não precisa de se preocupar, em todo o Portugal, onde vai jogar, tem adeptos em todo o lado para encher qq estádio e então no Algarve e nessa altura é que acho que tem. Não se pode comparar um jogo contra o Setubal com um jogo contra o Sporting. Com este clube o estádio enche de qq maneira, seja em Coimbra, Algarve ou Braga e não duvido que os bilhetes serão distribuidos em iguais partes sendo que os do FCPorto serão todos vendidos, com toda a certeza seja para que local for a realização do jogo. O argumento de que os emigrantes que estarão no norte tb têm direito a ver o FCPorto não funciona para este jogo. Não faltam jogos aos emigrantes para verem, desde a apresentação, até jogos já da liga que começa em Agosto.

    Quase tudo do que dizes, Zé Luís, é verdade e tens toda a razão, mas acredito que estes argumentos que utilizei tb são muito válidos e que, num caso excepcional deveriam ser utilizados. Não te acreditas que andam muitos portistas no Algarve no Verão, é mesmo sinal que não vais lá há muito. Além das camisolas de clubes ingleses, vestidas por inglesas, o que mais se tem visto lá são precisamente adeptos do FCPorto vestido à FCPorto e isto é só um exemplo e sei que como eu muitos vão para lá passar férias. Queres exemplos, pelo que li, só nos comentadores do Portistas de Bancada, tenho eu, o Louro e o Offshore que já disseram que nessa altura lá estarão.

    Já disse que entendia os argumentos do FCPorto para não querer o jogo para lá, assim como os teus que são muito convincentes, mas tens de aceitar que acho tb os meus argumentos válidos e por isso os defendo.

    Louro, pelos vistos somos vizinhos muito próximos e mais não digo :-). O que me chateou é que poderias ter dito que este era um texto anti-porto, embora eu não gostasse, mas disseste que era mais um. Levei isso como um insulto a mim próprio, como se estivesses a dizer que o blog tinha mais um texto anti-porto e por isso fiquei chateado, já entendi que não terá sido directamente para mim, mas para quem o escreveu no relvado.com Assim sendo estamos esclarecidos.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  94. Ó Zirtaev, mais uma vez falhas o alvo. Ou sentes-te o alvo, não sei porquê? Pões um texto qualquer e pedes para comentar. Não disse que a tua acção era imbecil, disse que quem raciocina como estava nesse texto, de outrém, é patético e uma solkução destas preconizada com esses parcos argumentos uma imbecilidade fazer o jogo no Algarve. De resto, procurei fora do texto a origem disto tudo.
    Qu tenhas a tua opinião e eu a minha nunca esteve em causa. Que aches os teus argumentos válidos, é contigo, eu não acho. Mas a imbecilidade não foi pela diferença de pontos de vista. Qual é o problema de achar que uma ideia é imbecil? Significa que a pessoa é imbecil? Que temos só ideias geniais? Não temos, temos os nossos momentos imbecis, sem excepção. Eu levo mais a peito não os insultos, mas o que estará por detrás de se lançar uma ideia para o ar. Não a li em lado algum e gostava de saber de quem é a porcaria da ideia, porque a acho assim. E nesse campo, que valorizo mais, me pronunciei, aduzindo múltiplos argumentos, de cariz diferente para justificar a minha perplexidade. Não é só por achar que não é tempo, em Agosto, para se jogar no Algarve. É muito mais do que isso. O ue lamento, e reafirmo, é que os portistas copiem clichés gastos, velhos e relhos, sobre a falsa questão da identidade do clube a afirmação que há muito extravasou fronteira cá da minha terra. Ainda tu não eras adepto e já eu ouvia coisas dessas. Esses é que são os profetas da desgraça e olha como, apesar disso, o FC Porto se estendeu pelo País e o Mundo!
    Essa é a lição que deves tirar, se me permites, e aprenderes a não dizer, passe a expressão, coisas que não deves porque sabes que esse significado está errado e és exemplo disso. Cresceste como outros a ver o FC Porto campeão na televisão, sem importar se jogava mais no Algarve ou nas Beiras interiores.
    Imagina, agora, que no fim de contas o FC Porto jogaria, este ano ou no próximo, no Algarve. Tudo bem, mas não invalida o raciocínio que sei ser da maior parte dos portistas e muitos aqui se indignaram com isso. Há, de resto, um fio condutor no sentimento portista, bem no íntimo, que olha de soslaio para a bondade de algumas ideias. Há quem discorde, tudo bem, mas também não é por se tratar de ódio para cá ou para lá, como argumenta o Teixeira. Não tem a ver com mais nada senão saber-se em que melhores condições, não impostas, o nosso clube pode vencer. Acho estranho que minimizes o facto de o Sporting ter recusado Aveiro. Então, neste mundo cão do futebol português, que só é assim porque o FC Porto é o alvo a abater, porque achas que deve ser o FC Porto o magnânimo quando sabe de cor as feras do outro lado?
    Já agora, imaginas que Aveiro é sugerido por Madaíl por ele ser de lá. O Sporting fez-lhe um manguito e na capital ninguém achou mal, nem sequer questionaram o Sousa Franco por isso... Somos nõs que temos de pôr tudo em causa no nosso clube? Escolher o campo na Supertaça é prerrogativa dos dois clubes e fugir a isso é construir castelos na areia. Quem são os bons e os maus? O FC Porto, ao contrário do que se propala como fogo, está farto de dar bons exemplos. Se calhar cansou-se e eu prefiro a combatividade à passividade para não levarmos com os morcões lisbonenses como temos levado. Ah, e tal, que fica mal? Pior do que tem sido? Não, a marca do vencedor é ter disponibilidade para lutar. Os outros querem ganhar com menos esforço do que aquele que temos de dar para vencer. Ser do FC Porto, queiram ou não, tem de ser assim. Não acho é que seja preciso extremar posições só por não haver concordância na marcação de um local para a Supertaça.

    ResponderEliminar
  95. Zé Luís, aceito que um portista tenha essa mentalidade e que ela nos tenha trazido muitas vitórias, mas tento ter outra e este blog é a prova disso. Dá a entender que o FCPorto só ganha por estar sempre em guerra aberta contra os outros e o que eu quero é que o FCPorto seja vencedor ignorando os outros que para mim são menores em tudo menos em adeptos mas que acredito não ser por muito tempo. É essa a mentalidade que tento ter e seria essa a mentalidade que queria para o FCPorto. Acho que os adeptos dão importância demais aos outros e esta questão é prova disso mesmo, desconfianças de quem vêm as ideias e tenta-se logo contrariar porque elas terão vindo de Lisboa. Eu não quero saber disso, se calhar estou errado e tu certo. Mas para mim o FCPorto vai a qq sítio e deveria sentir-se em casa em qq sítio, seja no Algarve, seja na Madeira, seja em Lisboa. Se calhar estou totalmente errado, mas é assim que quero ser. Quero lá saber se a ideia seria afrontar o FCPorto, para mim o Algarve ou outro sitio qq tem muitos adeptos do FCPorto e este tem de se sentir em casa em POrtugal inteiro.

    Apesar de defender os interesses do norte e de ser contra a centralização que se vive no país, por exemplo na taça de Portugal nunca me importei que o jogo fosse no estádio de oeiras, já lá ganhamos muitas vezes e havemos de continuar a ganhar, porque temos poder para isso e porque tb Lisboa começa a ser do FCPorto.

    Mas aceito que consideres o texto e os seus argumentos uma imbecilidade e que eu ao dizer isto esteja a ser imbecil, mas mais uma vez são as minhas ideias e apesar de diferentes das da maior parte dos portistas, o interesse é sempre o mesmo, defender o clube que amo e se o resultado final forem vitórias, mesmo indo contra o que eu queria que o clube fosse (em certos aspectos), fico feliz e nesse aspecto para já não me posso queixar.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  96. Zirtaev,

    concordo contigo mais uma vez. Esta tua afirmação que copio de seguida é exactamente o que eupenso.


    "o FCPorto vai a qq sítio e deveria sentir-se em casa em qq sítio, seja no Algarve, seja na Madeira, seja em Lisboa. Se calhar estou totalmente errado, mas é assim que quero ser. Quero lá saber se a ideia seria afrontar o FCPorto, para mim o Algarve ou outro sitio qq tem muitos adeptos do FCPorto e este tem de se sentir em casa em POrtugal inteiro."

    Subscrevo e é esta a minha filosofia de sentir o FCP.


    Abraço
    [[]]

    ResponderEliminar
  97. Zirtaev e Teixeira, muito bonito, boas intenções mas não há paraísos na terra nem estamos rodeados de boas almas. Isso é platónico, mas continuamos com a Caverna pela frente com todos os perigos que ela esconde. Compreendo-vos, isso seria o ideal mas devem imaginar e tiveram a melhor prova na última época e em toda a perseguição continuada ao FC Porto, que este país é de marginais, impostores, mentirosos e mafiosos. Se, com esta experiência recente, ainda acreditam em fadas, tudo bem. Eu sou doutra cepa e não costuma dar a outra face. As monstruosidades são inúmeras, como sempre foram, e foi à sua maneira que o FC Porto vingou. Não conheço outra nem, no nosso contexto do tecido futebolístico nacional e as suas idiosincrasias, concebo outra maneira de ver o futebol. E se não fosse esta "pica", à moda sul-americana, isto até nem tinha piada nenhuma...

    ResponderEliminar
  98. É curioso como duas ideias antagónicas não deixam , ambas ,de
    assentar em presupostos válidos .

    Para mim, o zirtaev tem razão , como razão tem o zé luís.

    A polémica deve-se, apenas, à evidente paixão de ambos pelo F.C.PORTO.

    ResponderEliminar