02 setembro 2008

Coacção por telefone é que despromove

Será que, como Veiga no Estoril, o Vieira vai ter de pedir a ajuda do major por causa de uma multa? Mas a Luz terá interdição ou o Benfica desce de divisão? Pode-se contar com uma vitória na secretaria para o FC Porto?

Uns abnegados cronistas do regime branquearam a situação da agressão ao árbitro-auxiliar José Ramalho na Luz. Foi a imagem do fim-de-semana, de resto complementada com a coação que, posteriormente, se percebeu existir, com o auxiliar a ajuizar que a bola cortada por Bruno Alves estava dentro da baliza.

Logo pulularam na Imprensa os artigos menos nefastos do Regulamento de Disciplina, aqueles que falam de multas e, na pior das hipóteses, interdição de duas formas: jogos à porta fechada ou jogos com público a x quilómetros de distância.

Como temos o Benfica em casa a seguir contra o Sporting e é absurdo que o dr. Costa da Justiceira Liga onde reina o influenciado Taberneiro Hermínio, é claro que tudo deve passar com uma multazita. Porque um Benfica-Sporting à porta fechada é inimaginável, quando muito vá-se para o Allgarve que o António Boronha agradece...

Claro que não se põe a hipótese de o artigo 54º do RD, tão arremessado contra o Boavista por coacção por telefone, seja aplicável na terra do nunca: nunca prejudicar os interesses instalados, claro está lisbonenses também.

"Artigo 54.º

Coacção
1. Os Clubes que exerçam violências físicas ou morais sobre delegados da Liga, observadores de árbitros, dirigentes,
jogadores, treinadores, secretários ou auxiliares técnicos, médicos, massagistas e delegados ao jogo do Clube adversário, que ocasionem inferioridade na sua representação aquando dos jogos oficiais e contribuam para o desenrolar deste em condições anormais, serão punidos nos termos do n.º 2 do Art.º 51.º.

2. Se os factos referidos no número anterior forem cometidos sobre qualquer elemento da equipa de arbitragem com o fim de, por qualquer forma, ocasionar condições anormais na direcção do encontro com consequências no resultado ou levem o árbitro a falsear, por qualquer modo, o conteúdo do boletim do encontro, o Clube serão punidos nos termos do n.º 1 do Art.º 51.º.

3. Os factos referidos nos n.ºs 1 e 2, quando na forma de tentativa, serão punidos com pena de derrota e multa acessória de € 12.500 (doze mil quinhentos euros).

4. Os Clubes são considerados responsáveis, nos termos dos números anteriores, pelos factos cometidos, directa ou indirectamente, por qualquer dos seus dirigentes ou representantes, sócios e funcionários."

Portanto, espera-se uma vitória do FC Porto na secretaria: um árbitro foi agredido e esse mesmo quis ver uma bola na baliza do FC Porto a dar o empate ao Benfica. Não é preciso o Miguel "parece-me claramente que a bola entrou" Prates. Em 2004 (o lance Petit-Baía), o lance polémico, como agora, não foi conclusivo no visionamento das imagens.

A Lei 16/2004 foi criada por causa e em vésperas do Europeu em Portugal. Sabemos como somos um País de Leis impossíveis de cumprir. Como os regulamentos da tropa, quem os inventou teve de suicidar-se por ser incapaz de os respeitar... Um país de malucos, com corninhos como o diabo nem que ande a passo de caracol das bancadas à linha lateral, que os polícias - onde estavam os snipers? - quase deixavam o homem de Gaia (a sul do Douro, entenda-se) voltar tranquilamente, ufano e vitoriado pela turba ululante, para o seu poiso ardente.

Curiosamente, a 3 jornadas do fim da época 2003-2004, o Sporting-Benfica teve um energúmeno dito líder da Juve Leo, Fernando Mendes como é conhecido, a invadir o campo, com um pau, travado a custo por José Eduardo Bettancourt.

O Sporting não levou interdição alguma, o rapazola não foi preso e continuou, impunemente, a entrar em estádios. Isto estava a Lei fresquinha, mas era só para ingleses e outros camones verem quando assistissem ao Europeu nesta terra de brandos costumes.

Tivemos, porém, o abuso da coacção pelo Boavista a ditar a sua despromoção. O dr. Costa, da Justiceira Liga, tem agora o seu momento zen que não faltarão microfones e câmaras de tv para enaltecer a sua figura modelar: aplique os mesmos ditâmes que norteou a sua conduta nos acórdãos da Liga que puniram o Boavista ou os axadrezados saberão que, por coacção, mais vale bater que telefonar aos árbitros.

Os justiceiros da Imprensa não terão duas caras para contrariarem o sentido ético e moral que os norteia, um futebol limpo e sem violência.

Será desta que o campeonato da I Liga ficará com número ímpar de concorrentes?

E o Benfica não ganhará um campeonato nas calmas lá pela II Liga, justificando o investimento louco, desesperado, desta época?

Só a coacção por telefone despromove?

O Freitas do Amaral, em vez dos 65 mil euros do parecer fantoche, vai receber 6,5M por outra opinião a divagar sobre o Português e o entendimento de situações agressivas, ainda que "normais mas fora do comum", num contorcionismo a que forçosamente terá de juntar-se doutas opiniões de eminentes magistrados?

Venha de lá essa douta interpretação da CD da Liga. Até o Rui Santos já amenizou as coisas a remeter para José Ramalho o ónus de poder despromover o Benfica...

Delgado, belzebú onde estás tu?

Nã, foi só um folclore de final de Verão.

p.s. - parece que o empate da Luz foi justo. Uma plêiade de jornalistas o sentenciou, ilibou até o árbitro de influências no resultado. O Governo retira ênfase à onda de violência. Até se enaltece o apagamento dos fogos de Verão. Não vivemos no País em que estamos...

57 comentários:

  1. Que a estupidez do Ramalho diabinho septuagenário sirva de exemplo para os anormais que insistem em frequentar os estádios deste país.

    Ninguém está imune aos adeptos sem massa cinzenta e respeito pelo civismo.

    Que sirva de exemplo, porque independentemente da sanção aplicada aos milhafres, a próxima é que vai ser definitivamente punida.

    Que não seja no Dragão é a minha vontade. Mas receio um daqueles jogos que já estão a ser preparados para o nosso campo. Daqui a umas semanas enviam-nos uma encomenda para arbitrar e dois fiscais para irritar. Irritar muuuuuitoooo.

    As coisas fazem-se assim. E agora pensem.

    ResponderEliminar
  2. Parabéns Zé Luis

    Extraordinário post e pleno de oportunidade.

    ResponderEliminar
  3. mano aristides, li o teu post e concordo.
    espero que tenha sido só pelos insultos que lá escreveste que o apagaram, no geral concordo!

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Tem todo o cabimento a aplicação do artº 54 neste caso.

    Já na altura do Apito Final e na despromoção do Boavista, muita gente alertou para o precedente que estava a ser criado.
    Aí está o resultado.

    Alguns dirão que é exagerado a despromoção de um clube por causa de uma acção de um seu sócio. Também concordo. Mas eu não percebo nada disto nem sou professor de direito na Universidade de Coimbra. O insígne Dr. Ricardo Costa, Presidente da Comissão Disciplinar da Liga é que acha que é assim.

    Quero ver como é agora.

    ResponderEliminar
  6. Excelente post, mas é claro que esta situação vai passar em claro, ja viram as explicações no record kakakakakaka é mesmo o jornal do regime filhos da puta.
    se fosse no dragão ja tinha ido uma tudo abaixo, quero ver o que a comissão disciplinar vai decidir, ja agora sera sido eu o unico a ver a cotovelada do Boi corno paneleiro com dentes de canival o Luizão ao sapuranu?quero sumarissimo para ess arruaçeiro, pois se fosse o Bruno Alves ja tinha a folha feita.

    Viva o FC PORTO, contra tudo e contra todos seremos tetra

    ResponderEliminar
  7. Espero que esta situação seja levada pela Sad do FCP até às últimas consequências.

    Lógicamente que já sabemos que um dos próximos jogos no Dragão, irá ser apitado pelo nosso amigo Bruno psicologico Amor e paixão, que nos levará ao extremo da paciência.

    Cuidado que esta situação vai ser montada, e é preciso que o FCP e sua massa de adeptos se prepare, pois o que eles vão querer é que aconteça o mesmo no Dragão para que o SLRosas não desça de divisão.

    Quanto ao FCP, é apoiar ao máximo e deixem-se de merdas contra a SAD e o PdC.

    Se vocês estão a achar que está a ser fácil preparar tudo, com esta merda de apitos, tribunais, liga dos campeões, Quaresmas, empresários vendidos ao adversário, etc...etc...tiro-vos o chapéu.

    Já que sabem tudo, ofereçam os V/préstimos e ponham lá o V/"guito" para comprar uma posição na SAD.

    Imaginem o que seria esta semana se o jogo da Luz tivesse sido no Dragão, se o adepto vermelho era azul, se o Luisão era o B.Alves, se o Katsu era o Rolando e se o Nulo Gomes era o Lisandro a dar aquelas pauladas.
    Imaginem se as constantes interrupções nos cantos fosse para chamar a atenção do B.Alves para não agarrar o Luisão. O árbitro mandava seguir e marcava penalti, por obstrução. Já imaginaram o que teriamos que ouvir da comunicação social, da liga da FPF, do Estado, etc?

    Imaginem se o Postiga marcava aqule golo em braga com a camisola do FCP. Imaginem o que já se teria escrito e dito.

    Se o FCP joga-se conforme jogou o SBorting ontem ou o SLRosas no sábado, já teria havido um controlozinho ao xi-xi....

    É contra estas merdas que temos que lutar, contra tudo e contra todos, e não contra o nosso Clube.

    Claro que cometemos erros, mas se ganharmos contra estes merdeiros todos, só temos que tirar o chapéu a quêm luta com a camisola do FCP.

    FORÇA FCP.

    Jesualdo vê se acordas, porque isto não vai ser fácil....

    ResponderEliminar
  8. O + engracado foi 1 lampiao a dar 1 abraco a outro lampiao, pelos vistos nortenhos o barbas de GAIA e o de preto de Valongo

    ResponderEliminar
  9. Zé Luis

    Excelente post.
    É necessário ajudar o Clube, pois todos fazemos falta.

    Não se esqueçam que os berdes e os bermelhos estão unidos na coisa.

    Cabe oa PdC descobrir algo que os ponham à bulha.

    ResponderEliminar
  10. Futebol: Benfica-FC Porto - Julgamento do adepto do Benfica adiado, processo passou a comum
    Sporting
    16h49m

    Lisboa, 02 Set (Lusa) - O juiz que deveria julgar o adepto benfiquista que agrediu o árbitro assistente no jogo de sábado com o FC Porto, no Estádio da Luz, alegou um "vício formal" e transformou o processo sumário em processo comum, havendo lugar a novas diligências.

    O caso deveria ter sido julgado em processo sumário, tendo as partes sido notificadas para comparecerem no Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa às 10:00, mas apenas às 15:00 foi conhecida a decisão do juiz.

    "O senhor juiz entendeu que haveria um vício no processo e decidiu transformá-lo em processo comum", disse Maria João Fortunato, advogada do árbitro assistente José Ramalho, acrescentando: "Isto ficou a dever-se ao facto do julgamento ter sido passado para hoje e não se ter realizado ontem (segunda-feira, 48 horas após os factos)".

    A agressão ocorreu durante o encontro de sábado à noite, quando o adepto Carlos Bernardo Santos irrompeu pela lateral do relvado do Estádio da Luz e agrediu o assistente no pescoço, antes de ser detido por elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP) no local.

    A advogada precisou que o juiz optou por analisar a alegada "irregularidade", mas escusou-se a dar mais pormenores, nomeadamente quem terá efectuado a notificação para que o julgamento fosse realizado hoje de manhã, "por ainda não ter consultado o processo".

    António Sérgio, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, que acompanhou José Ramalho na diligência, adiantou que a notificação terá sido feita pela PSP.

    Maria João Fortunato disse ainda esperar que o processo termine em "condenação", explicitando que Carlos Bernardo Santos será acusado de "ofensas à integridade física" e "invasão de recinto desportivo", incorrendo em pena de prisão, que pode ser substituída por multa, e a pena acessória de inibição de entrada em recinto desportivo.

    Carlos Bernardo Santos e o seu advogado, que não quis revelar o nome, não prestaram declarações à saída do tribunal.

    JFF.

    Lusa/Fim

    ResponderEliminar
  11. O posicionamento de adeptos vermelhos na Comunicação Social continua a marcar pontos.

    Não frequento fóruns nem sou assíduo à generalidade de programas televisivos.

    Mas em zapping deparamos sempre com muitas coisas. O que eu vi e ouvi:

    - na SIC-N, 2ª de manhã, o editor de Desporto da TSF, ex-responsável pelo departamento de comunicação do Benfica no tempo de Jorge de Brito, fugiu a todos os lances quentes como o diabo da cruz. Por exemplo, disse ter dúvidas se a falta de Katso que deu 2º amarelo merecia o cartão porque, disse, "foi a meio-campo, uma jogada sem perigo do FC Porto". Disse ainda que "o árbitro não influiu no resultado" Chama-se Mário Fernando, o verme com cara de parolo e um recorrente na estação do cabo que espalha benfiquistas a comentar que podem confundir-se com a invasão de algas ou krill a tingir as águas ca costa portuguesa.
    Já constatei, de resto, nas passagens pelo programa que em matéria de futebol mostra o pior dos adeptos portugueses, que raramente adeptos portistas ligam para lá: bem ou mal, estão-se a cagar para o que ali se diz, mas no final é a versão vermelhusca que conta e os responsáveis do canal não se importam...

    - No Dia Seguinte, 2ª à noite, ainda na SIC-N, que não consigo ver até ao fim há muitos anos, aquele trio é do pior que há e quando o lume aquece o Seara arde por todos os lados. Foi ambíguo q.b. quanto ao sumaríssimo que deve aplicar-se ao Luisão por agredir Sapunaru e logo subiu de tom a discussão com o lagarto Dias Ferreira, uma peixeirada comum a quando se zangam as comadres.

    - na RTP-N, 2ª à noite, parece que entre os paineleiros está agora um verme gordo, sebento, que repescaram no Rascord, será um expert em CS, chama-se João Gobern e destila ódio contra o FC Porto em qualquer escrito no pasquim lisbonense. Como aparece na subestação da RTP no Porto não sei, não me interessa mas não deve ser alheia a participação naquele pasquim de Carlos Daniel, de resto como o insuportável AP Vasconcelos.

    - Os bem-falantes que enxameiam agora as tv's são todos politicamente correctos, parecem os comentadores de política de cócoras com o poder: nada de falar de casos de jogo, venham opiniões de adeptos como Rui Moreira e Bagão Félix chamados por Carlos Daniel na recuperação do Domingo Desportivo que dantes tinha imagens, golos, reportagens e pouco palavreado, como interessa ao fim do dia de futebol, e agora é palavreado em directo, numa praça qualquer de uma cidade, o que deve custar balúrdios (fora do estúdio) mas ninguém se importa com os gastos da RTP que atacou de novo o futebol após anos de penúria.

    Tudo como dantes, quartel-general em Abrantes. Os condes de Abranhos também abundam.

    ResponderEliminar
  12. Bom post, Zé Luis. A notificação foi feita pelo Orgão de Policia Criminal que procedeu à detenção, a PSP neste caso, e deveria ser feita para o primeiro dia útil a seguir à detenção, segunda-feira, logo o erro foi do agente da PSP, que a efectuou, a menos que tenha contactado previamente o representante do Ministério Públco, e este tenha ordenado de outro modo, o que não acredito.

    Legalmente não é grave, e nada impede que o individuo venha a ser condenado. Para mim o mais importante, era ver o que diriam e escreveriam os comentadores do sistema, se isto se passasse no Porto, no minimo seriam lançadas as maiores supeitas, sobre a idoneidade e seriedade dos policias, magistrados do MP, juizes, etc. Estariam comprados pelo Pinto da Costa.

    O que eu gostaria de ver e ouvir era alguém perguntar ao famoso dr Ricardo Costa, qual a sua apreciação deste caso, nomeadamente a sua interpretação do conceito de coação.

    Não tenho ilusões quanto às consequências para o clube, assim como não tenho quanto ao pretenso sumaríssimo ao Luizão, basta ler os orgãos de informação do sistema, de hoje, para se ver que a preparação do terreno já foi feita, no primeiro caso, vai haver uma multazita e o segundo passa ao lado.

    Espero é que este episódio sirva para alertar alguns de cabeça mais quente, de que tudo será feito para provocar algum gesto parecido, e não nos iludamos, o tratamento será bem diferente.

    Espero também que alguém com voz, na C. Social, nomeadamente, Miguel Sousa Tavares e Rui Moreira, não deixem passar isto em claro.

    ResponderEliminar
  13. Para acrescentar ao excelente post do zé Luis:
    O jornal a Bola ,considerou que o unico lapso da arbitragem de sabado, foi a não marcação de um penaltie contra o FCP,no lance em que o Raul Meireles corta a bola ao Di Maria!!
    É de bradar aos Céus!!
    Já todos sabemos que só vêm para um lado e que as não expulsões de Luisão e Nuno Gomes, caem depressa no esquecimento!
    Vai haver sumarissimos como havia ao benny Mc Carthy?
    ...
    Se apertar o pescoço ao liner, só der para uma multa, então preparem-se para o que der e vier, poderemos pensar em dar um pontapé no traseiro de um liner sempre que ele não marcar um penaltie a nosso favor..
    Assim poderemos coagir todos os liners nos jogos que se seguem.. e é vê-los errarem, por se sentirem ameaçados...
    A fantochada continua e ninguem poe termo a isto!

    ResponderEliminar
  14. Nélson Barbosa e Louro, o Costa da Liga bosta vai dizer que, além de a Língua Portuguesa ser muito traiçoeira e cada caso é um caso (e subjectivo, como ele os aprecia), os regulamentos não sejam claros e a pena mais grave não poder ser aplicada - até porque teria de ser já aplicada, à 2ª jornada, e não no remanso do final de época.

    Eu não aceito é que se ache que, ah o tipo é maluco, é um caso isolado, o clube não deve pagar por um parvo (mas eles são tantos naquele clube!), quando o presidente do SL Bosta já invadiu um estúdio de televisão e telefonou em directo a intervir em vários programas televisivos.

    Portanto, isto não é um caso isolado, é uma doença que deve erradicar-se com a despromoção do Benfica mas, no mínimo, com derrota neste jogo. Ninguém pode ignorar que o liner atacado por um adepto validou um golo muito pouco claro; se não tivesse sido apertado teria coragem de, na dúvida, não validar o empate? É possível.

    Mas depois de todas as explicações para justificar a despromoção do Boavista por coacção a árbitrods, e tendo o Ricardo Bosta sido inflexível ao afirmar que nem que fosse só num jogo e mesmo sem intervenção directa e maldosa no resutlado final, a coacção existiu pelos telefonemas e o Boavista devia descer.

    É o caralho quando se passa connosco, mas é assim a merda deste País de gente que não se merece respeito.

    Olha como os mouros andam calados que nem ratos. Foda-se que nunca se sabe se não virá o pior.

    Isto é o descrédito total e só não toma as proporções que todos nós adivinharíamos caso fosse o FC Porto culpado desta merda toda porque não há gente suficiente a manifestar-se; ao invés, alguns acham que é um acto isolado, um maluquinho e tal.

    Mal foi aprovada e publicada a Lei 16/2004, o energúmeno do Fernando Mendes invadiu o relvado e não houve suspensão para o Sporting nem o gajo impedido de ir aos estádios, obrigando-o a apresentações periódicas na Polícia quando o Sporting tivesse jogo.

    Isto é o que se faz em qualquer páís civilizado, onde a Lei impera e ninguém está acima da Lei. Seja em Inglaterra ou em Itália onde se gabou a Justiça desportiva da treta que lá campeia mas que nestes casos não perdoa: vejam-se as contínuas interrupções de jornadas e jogos à porta fechada.

    Portanto, aqui ou há moralidade ou comem todos.

    O branqueamento só prosseguirá se não se fizer guerra aos trafulhas e vingue, finalmente, o jogo limpo.

    Na Luz, como em menor escala em Alvalade, é o estádio onde em cada jogo há fumos, tochas, objectos atirados para o relvado, porque não há revista à entrada, a impunidade campeia em Lisboa e ninguém toca nos clubes de merda em que se tornaram.

    Ao invés, o Dragão tem um público exemplar, não se vêem fumos, não ha tochas, objectos arremessados, é um teatro de futebol.

    Estas diferenças têm de ser enaltecidas se a Liga da Bosta quiser combinar o que diz e defende com as regras que tem de fazer respeitar.

    No blog da bola, hoje, estão preocupados com quem ocupou os camarotes vip no Braga-Sporting.

    É o blog da bola de merda e do futebol da treta que temos e escandalosamente não se denuncia.

    Não se denunciou as inúmeras vezes que os jogadores do Benfica se atiraram para o chão, reclamando faltas, pedindo cartões.

    É a vergonha do costume, que nos aborrece, indigna mas temos de denunciar, permanentemente.

    ResponderEliminar
  15. Mais vale esperar-mos sentados, vai haver uma multa miseravel e mais nada.


    E depois sobram os lances analisados com criterios diferentes, passem em
    http://legionofdragons.blogspot.com/
    coloquei lá uns vídeos de lances branqueados pelos jornais.(o jogo no seu tribunal nem falou do lance do nulo gomes)

    ResponderEliminar
  16. Excelente post Zé Luís, cá continuamos na mesma como a lesma neste país menor.
    Ontem achei graça ao searinha que ficou quase em estado de apoplexia, ele que tanto gosta de dar tanga de forma sibilina.
    Vamos aguardar mas li no Record a correr - este pasquim só se existir no café e mesmo assim ... que não haveria motivo para sumaríssimo ao Luisão.
    Fosse tudo ao contrário....

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  18. Boas!!

    Esses artigos não se aplicam na situação porque a pessoa em causa era um adepto, possivelmente sócio, e não tinha qualquer cargo ou função no clube.

    A questão fundamental é que a liga não se adaptou à realidade que existe, desde praticamente 2003, em Portugal: a de que os estadios já não possuírem redes ou outro tipo de protecção para o relvado e qualquer um pode entrar em campo e fazer o que quer. Em Inglaterra é malta a entrar como veio ao mundo e penso que nunca se deu uma coisa deste tipo (um gajo entrar para agredir alguem em campo, agora o inverso já se viu sim).

    O regulamento devia punir exemplarmente os clubes quando isso acontece e deveria ser, obviamente, com interdição do estádio... em situações estremas, como a interrupção do jogo, sem duvida que a perca de pontos devia ser concreta.

    Agora, os clubes tém de ser responsabilizados pelos actos dos seus adeptos, por mais cromos que possam ser... e contra nós falo, porque no FCP tambem há muitos trolhas que, como aquele que no sábado entrou dentro de campo, só tem m**da na cabeça (perdoem a linguagem)

    Abraços!!

    ResponderEliminar
  19. A avaliar pela forma agressiva como escreve e insulta pessoas do FCP, este Hurakatai deve ser azul e branco por fora vermelho por dentro.

    Fosse um adepto dos nossos (do FCP entenda-se, não o do clube do Hurakatai) que tivesse agredido o árbitro assistente, e o discurso e a prática da CS e da generalidade das autoridades desportivas e não só, mudaria logo do dia para a noite.

    Portistas(?) sempre muito preocupados com a "propaganda SÁDica" e nada preocupados com a propaganda e a prática anti Porto do país lisboeta SLB da treta, deixam muito a desejar. Mudem para o SLB que assim o vosso discurso já faz sentido.

    ResponderEliminar
  20. Como esperado a montanha pariu um rato (quase literalmente).

    Soco no árbitro assistente é punido pela LPFP com multa de 3500€.

    Mais uma vitória para a máfia do SLB. Sobre estas merdas os palhaços do record não fazem perguntas ao Platini.

    ResponderEliminar
  21. Hurakan ou kataimoscas, como queiras.

    A mim não ofende quem quer.

    Por meter uma vez uma colherada sobre um lance entre Benfica e Sporting já me chamaram de benfiquista e, claro, desatei a rir.

    Já levo a sério certas situações e nazismo é uma das que me faz urticária. Em vez de te armares em parvo escondendo identidade e até o clube a que pertences, deixando de ser estúpido com marca de origem percebendo-se de onde vens, deverias saber que neste País de merdas como tu - a quem eu gosto de tratar na devida proporção - não só nunca houve invasões de campo nem agressões a árbitros (outra gente, infelizmente, aconteceu, mas há muito tempo), como amiúde se conhece em Lisboa, como precisamente na Luz volta e meia aparece uma bandeira muito parecida com símbolo nazi, precisamente.

    Devias, por isso, saber do que falar, mas deves confundir um penico com um prato.

    ResponderEliminar
  22. Benfica: sumaríssimo vale dois jogos de castigo a Luisão
    [ 2008/09/02 | 20:29 ] Redacção LS

    A Comissão Disciplinar da Liga decidiu esta terça-feira punir Luisão com dois jogos de castigo e mil euros de multa.

    Esta pena, atribuída em processo sumaríssimo, retira o defesa central do Benfica dos próximos dois jogos, com Paços de Ferreira e Sporting.

    Logo no início do clássico de sábado à noite, as câmaras da SportTV mostraram uma cotovelada de Luisão em Rolando. Aconteceu antes de um lance de bola parada. Os jogadores do Benfica chamaram a atenção do árbitro Jorge de Sousa para o facto de o central portista estar a sangrar da testa.

    Rolando saiu, foi assistido e jogou o resto da partida com um penso na zona atingida.

    Esta é o primeiro processo sumarísismo aplicado pela Comissão Disciplinar da Liga esta temporada. No entanto, este procedimento tem sido relativamente comum em épocas transactas. De acordo com os regulamentos, aplica-se sempre que existe lesão do jogador atingido de forma violenta pelo adversário e apenas em lances que os árbitros não puderam observar (artigo 172, ponto 5 do regulamento disciplinar).

    ResponderEliminar
  23. Benfica: agressão de adepto a árbitro resolvida com multa
    [ 2008/09/02 | 20:35 ] Redacção LS
    Links relacionados:
    Benfica: agressão a árbitro deve ser resolvida com multa
    Clique para ler os fundamentos da decisão A Comissão Disciplinar da Liga puniu esta terça-feira o Benfica com uma multa por um adepto ter agredido um árbitro auxiliar durante o jogo com o F.C. Porto.

    A CD entendeu que neste caso, por não ter havido lesão grave ou interrupção da partida, deveria aplicar-se o artigo 148 do Regulamento Disciplinar. O acórdão explica em detalhe o quadro legal aplicável.

    Além da agressão que foi vista através das câmaras da SportTV, os árbitros relataram ainda uma outra. Aconteceu do outro lado do estádio, quando uma garrafa atingiu o outro auxiliar.

    Tudo somado, o Benfica foi punido com 4000 euros de multa, uma vez que além destes episódios houve também tochas. Ou seja, mau comportamento do público.

    O adepto, morador em Gaia, esteve esta manhã em Lisboa para responder em tribunal. O juíz entendeu transformar o caso em inquérito, pelo que só mais tarde será conhecida a decisão.

    in Maisfutebol

    Portanto, dois liners agredidos, um a soco, outro com garrafa. Tudo por 4 000 euros valeu um empate com o FC Porto.

    E acham que o futebol pode ser limpo em Portugal.

    ResponderEliminar
  24. Á luz da lei todos devem ser iguais tanto valor deve ter um simples accionista, com uma acção, como um associado!
    Coacção Física, vista por todos. CD tenha coragem e faça o que tem de fazer, coloque os vermelhos na segunda divisão!
    Ou então assumam, que mais uma vez o VERDADEIRO SISTEMA está a funcionar!
    Sim, porque o verdadeiro sistema é o que durante anos dominou a presidência da FPF, com a rotatividade entre presidentes indicados pelo SLB, Sporting e Belenenses;
    O verdadeiro sistema proibiu a inclusão em orgãos da Federação elementos que não vivessem a mais de 50 KM da capital do Império!
    O verdadeiro sistema foi aquele que lhes permitiu dominar Conselhos de Justiça, de disciplina, e de arbitragem anos e anos seguidos!
    Era desta derrota em toda a linha que o saudoso Adriano Pinto falava quando dizia que tinha dado "um chito", a verdadeira democratização do futebol português!
    Relembremos quantos portistas estiveram à frente dos Conselhos de Arbitragem, da Comissão Disciplinar da Liga, da Comissão de Arbitragem da mesma?
    Muito poucos, um no máximo, nós temos sempre de lutar contra tudo e contra todos, por isso cada uma das nossas vitórias vale por vinte das dos outros!

    Nao nos calemos e peço aos nossos representantes na comunicação social que por favor não se calem.
    Com esta situação e com o sumaríssimo ao Luisão, de uma vez por todas desmascaremos o que é o verdadeiro sistema!

    ResponderEliminar
  25. ok ,afinal uma garrafa na cabeça e um apertar de pescoço valem 4.000 Euro de multa?
    Que vergonha!
    Luisão dá cotovelada é punido com dois jogos ,Benny Mc Carthy fez o mesmo leva tres jogos?
    Inacreditável!
    Lembram-se daquele arbitro Sueco (Anders Frisck), que num jogo da Liga dos Campeoes levou com um isqueiro na cabeça (julgo eu)no jogo do Roma contra o kiev..deu derrota para a Roma e jogos seguintes á porta fechada!!
    Ou então recentemente, no jogo da Noruega contra a Suécia, que um adepto da casa, tentou agredir o arbitro, sendo impedido por um jogador., deu derrota da equipa da casa por 0-3!!
    e agora comissão da Liga?..
    No minimo derrota dos mouros por 0-3, correcto?
    Que vergonha o futebol portugues!..ainda por cima abafado pela Imprensa!

    ResponderEliminar
  26. Louro, foi o Herbert Fändel no Dinamarca-Suécia e mal levou um encontrão do adepto dinamarquês.

    Os mais avisados, mas não alarmistas, perceberam logo que na Europa o castigo seria derrota e interdição.

    Tamos em Portugau, né?

    ResponderEliminar
  27. Zé Luis:
    Esta situação já aconteceu em varios países,é grave e condenável mas também não vamos extrapolar as coisas....
    .
    .
    Não basta fazeres copy paste do artigo e depois nºao o interpretares conveninetemente.
    .
    .
    Não houve uma situação de coacção,houve uma falha no sistema de segurança do estádio com a invasão de um adepto que agrediu um árbitro.
    .
    .
    Há pouco tempo aconteceu o mesmo num Dinamarca-Suécia,e o árbitro teve a atitude correcta,apitou para o final do jogo e escreveu no relatório que não havia condições para o jogo decorrer com normalidade após o sucedido.
    .
    Resultado...A selecção visitada perdeu o jogo 3-0.
    Era isso que o fiscal de linha deveria ter feito após o sucedido,e por não o ter feit é que agora o senhor LFV e o Rui Costa agradecem a coragem do árbitro...porque sabiam que podia ter sido muito pior...
    .
    .
    Gostava era de saber como LFv suspenso teve acesso á cabine do árbitro ou pode pedir ao árbitro desculpas como presidente do Benfica...Isso o Dr Ricardo Costa não analisa nem investigue...
    .
    .
    A situação em questão analisada pelo José Luis está destorcida.
    Não comporta situação de coacção porque para isso teria que haver uma intenção premeditada por parte do clube a que um 3º que tivesse ligação com o clube(nem sei se o individuo é sócio sequer),neste caso sócio coagisse o árbitro e não há qualquer prova disso.
    Há alguma prova ou escuta em que ul dirigente do Benfica peça a esse determinado adepto para invadir o campo e agredir o árbitro para assim coagi-lo?

    Vê-se que foi um acto espontânio, inesperado e não planeado.
    .
    E nem sei se é o mesmo árbitro que depois assinala golo,parece-me que não.
    .
    .
    Não estudei em especial a legislação,mas pelo pouco que sei,a invasão de campo e agressão de um agente desportivo tem uma moldura legal que vai de 1 a 5 jogos de interdição mais uma pena de multa.
    .
    .
    Os juristas do Benfica defendem-se com outro artigo,(o 40 e tal) que prevê apenas pena de multa para casos de adeptos que invadem o campo apenas com o objectivo de interromper ou retardar o desenrolar do jogo e que tenha agressõa consideradas pouco graves.
    .
    Mas também aí o Benfica está a ser exagerado,tal como o Zé Luis neste artigo a falar em coacção e descida de divisão.
    .
    Porque esse referido artigo,foi feito a pensar naqueles tipicos exibicionistas que invadem o campo apenas para aparecer e que podem causar um dano leve,como fez aquele adepto do barcelona ao atirar uma bandeira da Catalunha á cara do Figo no jogo com o Real Madrid.
    Nesse tipo de casos podemos aceitar apenas a pena de multa segundo o que se interpreta da norma.
    .
    .
    Mas neste caso em questão,não foi essa a intenção do adepto,não foi interromper o jogo ou exibir-se,mas sim agredir o árbitro auxiliar e devemos falar de alguma gravidade porque lhe apertou o pescoço.
    .
    Assim como podemos falar do arremesso de bolas de golf para dentro do campoç.
    .
    Estas situações num jogo da Uefa dá direito a interdição do estádio e na legislação portuguesa também apesar de nunca terem sido tomadas decisões nesse sentido.
    .
    .
    Falar em descida de divisão pelo acto de isolado de um adepto é absolutamente absurdo quando vemos lá fora adeptos que já feriram jogadores com petardos e árbitros que já saíram também feridos de um jogo.
    .
    Esse tipo de situações comportaram um ilícito que corresponde uma moldura de interdição de 1 a 5 jogos acompanhado com uma multa...
    .
    O resto de descer de divisão,isso já é tão sonhador como os benfquistas acharem que o F. C. Porto por tentativa de corrupção poderia descer de divisão quando os regulamentos nem o permitiam ou o Deco ser irradiado há uns anos por descalçar a bota e atirar na direcção do árbitro sem atingir...Fait Divers de parte a parte.
    .
    .
    O que devemos exigir da nossa Sad é uma reacção forte a pedir a interdição do estádio da luz e não deixar este episódio ser apagado pela comunicação social como tem sido.
    .
    Se não houver pressão nesse sentido.,não tenho dúvidas que o Dr Ricardo Costa vai resolver tudo com uma simples multa,quando com o F. C. Porto até vontade de alterar os regulamentos á pressa tinha para nos fazer descer de divisão...
    .
    Mas isso já é o costume...

    ResponderEliminar
  28. Ricardo Costa, quanto a interpretaçõs de leis e, ainda, do Português estamos conversados.

    O artigo diz claramente que dá direito a despromoção um acto daqueles.

    Vir agora com o labiríntico procurar a agulha num palheiro de encontrar um motivo por detrás disto é próprio dos Ricardo Costa deste país.

    O da Liga esmiuçou tudo das conversas telefónicas e despromoveu o Boavista.

    Como o Ricardo Costa deste blog estuda para jurista e até se confessou poder aspirar a um cargo na Liga - pelo que li num comentário antigo - então é conveniente que leia os fundamentos da decisão condenatória do Boavista.

    O Ricardo Costa da Liga exprimiu, de forma enfática, que nem importava que a coacção - muito subjectiva como estamos agora a discutir - não tivesse influência no resultado. O Boavista, é ler os acórdãos, desceu por actos menos objectivos do que este. O Ricardo Costa que quer ser jurista devia saber e devia ler para não divagar por interpretações mais subjectivas ainda.

    Um dos jogos que castigaram o Boavista, do total de 3, foi um jogo na Luz, com Elmano Santos. O Boavista foi espoliado, acabou com 9 jogadores e perdeu 3-2. Lembro-me do jogo, dos lances capitais e da forma como os boavisteiros foram expulsos. De resto, como me lembro de muitos jogos do Elmano, inclusivamente um em que prejudicou de forma infame o Gil Vicente (no ano em que desceu) no Bessa tempos depois.

    As conversas telefónicas a que teve de emprestar-se uma carga subjectiva na interpretação paralevar à coacção podiam ser condenáveis, como é curial que seja. Mas nada é mais objectivo do que o assalto a um árbitro como o que foi perpretado na Luz.

    Para os Ricardo Costa deste país não pode haver dúvidas que o liner atacado foi-o porque alegadamente - como agora se ouve aos benfiquistas - o Lucho estaria fora-de-jogo no lance do penálti.

    Acredito, por intuição e por rebobinar o filme mentalmente, que o endiabrado adepto foi dizer isso ao liner, com um cachaço.

    Mas foi este liner que validou um golo, ao Benfica, na 2ª parte.

    Quem me diz que não estava coagido? Então não houve um ataque a um árbitro e este não permitiu que um lance duvidoso resultasse em golo?

    Onde estão os Ricardos Costa atentos ao futebol? Seja em leis na Liga ou em comentários a desancar o FC Porto por parte de um mero adepto?

    Então não se identifica a letra com a careta?

    Não fui eu que condenei o Boavista e apesar de ter percebido que o teor das conversas telefónicas era inadmissível, daí a provar coacção - sabendo-se que a pena máxima era fortíssima, portanto consciente do dano a causar - achei um exagero tudo aquilo. Aliás, tudo aquilo, para mim, é um disparate pegado, e não comprovado, do Apito Dourado.

    Portanto, quem fez a cama que se deite nela.

    Não tenho simpatia especial pelo Boavista não estou aqui para defender um caso particular. Quero é que a justiça seja igual para todos. E claramente se percebeu que o Apito Dourado só podia surgir para alguns e que iria sempre haver dois pesos e duas medidas.

    Ora, o pior que a Justiça pode fazer é dar essa imagem de si própria.

    Dizer que, ah um adepto, tolinho e tal, nem sei se é sócio...

    Mas a Liga também não provou, ao imputar a coacção a Valentim Loureiro, que este tinha alguma coisa a ver, à data dos factos, com o Boavista.

    Andou ali a discutir-se se ele tinha uma acção, simbólica ou não, para o colar ao clube e, porra!, andaram à procura da agulha no palheiro.

    Isto é inadmissível e por isso não posso aceitar que se duvide que o diabinho de Gaia não é sócio do Benfas. Ele é tão conhecido como o Barbas, está lá sempre, vê-se na tv em todos os jogos e só quem se veste assim já dá ideia do seu perfil idiótico mas nos adeptos parece que tudo se desculpa, até os cachaços num árbitro-auxiliar.

    Um Herbert Fändel levou um encontro numa bravata de um dinamarquês a 5' do Dinamarca-Suécia terminar (3-3), que foi menos forte que o cachaço que o Ramalho levou.

    Agora, sim, podemos especular tudo, tudo, tudo.

    Uma equipa de árbitros de benfiquistas, em que Jorge Sousa é sabido ser, José Luís Melo é o benfiquista de Valongo e José Ramalho porventura benfiquista porque sabia que se acusasse o toque podia deitar tudo a perder para o seu clube.

    Assim é especular.

    Quanto a discutir se o adepto é sócio não custa confirmar. Que o liner atacado sancionou um golo duvidoso, idem aspas. Para mais, continuando na coacção, foi naquela baliza e com um liner naquela posição que o Benfica alegou ter marcado um golo a Baía em 2004.

    A coacção vem de longe, mas há quem teime não ver ao perto.

    Porém, isto vai para o foro psicológico, não para doença oftalmológica.

    Desejos de melhores interpretações dos factos. E que, dentro da objectividade possível, se perceba alguma ironia - ou pensas que não o fiz ao longo do texto?

    Quanto a leis, especialmente as que saem a vulso da Liga, aconselho-te a inspirares-te no homónimo justicialista. Estão bem um para o outro.

    ResponderEliminar
  29. Para quem não percebeu algumas ironias, inclusive a de não acreditar-se que alguém poderia fazer o Benfica descer de divisão, eu acentuei, claramente, objectivamente, que o mínimo a esperar, para mim, seria uma vitória na secretaria.

    É ler o nº 3 do art. 54º.

    Aquilo não foi "tentativa", foi objectivamente uma agressão.

    Que devia dar derrota. Haja coragem, já que falta muito entendimento de Português. aí ter solicitado o recurso ao contorcionista linguístico Freitas do Amaral.

    Uma derrota era o mínimo que eu esperava.

    Mas o Ricardo Costa que espera uma reacção forte da SAD (também eu) nem isso foi capaz de dizer, que uma derrota na secretaria é o mínimo que podia esperar-se da Liga.

    Se o Ricardo Costa, expert em negócios do futebol, em gestão de empresas, em leis e sistemas de jogo, fosse dirigente, era assim que se ficava? Ter uma reacção forte sem pedir uma derrota na secretaria?

    ResponderEliminar
  30. Vejam as imagens do jogo.
    Mal acontece a invasão, o Presidente do SLR, atende o telemovel. Com quem estaria a falar? Isso é que era importante saber, para ficarmos todos esclarecidos, sobre as influências.

    Já se sabe, que vai ser um campeonato em chamas, pois só existe um com lugar garantido na champions.

    Como verdes e vermelhos estão falidos, as ajudas vão ser tantas que o que se passou sábado e 2ª feira, são histórias para embalar meninos.

    Nem vergonha tem em adimitir publicamente, pois os representantes dos verdes e vermelhos o afirmaram no 1ª programa jogo falado, deste verão.

    Compete a todo o portista, puxar pela sua equipe com o máximo das suas forças, pois todos seremos poucos para aguentar com estes vermes.

    Se estão à espera que as leis sejam aplicadas de igual modo, podem tirar o cavalinho da chuva, porque não o vão ser.

    Não se esqueçam que esta campanha de 6 anos sobre corrupção colocou um estigma sobre o FCP, que só mesmo gente com seriadade e coragem aplica as leis sem olhar à côr ds camisolas.

    A máxima de vomitar todos os dias noticias e alegações sobre o FCP e corrupção, tem vindo a criar um clima de impunidade nos adeptos dos outros clubes, que é por demais.

    Como é possivel, os clubes de lisboa terem comprado tantos jogadores, quando nem um venderam.
    Quanto não custa a equipa do Sborting, em salários e prémios?
    Acham que o Postiga que ganhava 30/40 no FCP, foi ganhar menos?
    Derlei, Liedson, Caneira, Polga, Moutinho, Veloso, Grimmi, etc..etc..Só avançados são 5.
    E tudo para jogarem, conforme jogava a equipe do J.Pacheco que foi campeão pelo Boavista.

    Correr muito, bater e voltar a correr muito.
    Jogar, ou fazer jogadas?
    Isto é para ganhar e mais nada.

    Do Benfas nem falo. Devem ter um poço de petróleo na cave do estádio.

    Isto é que devia ser esclarecido, e não vejo ninguêm a procurar e a investigar.
    Dinheiro, da onde vêns?

    Assim, sem sabermos as contas, se calhar muitos dos Clubes nem sequer deveriam disputar a liga, por não cumprir os regulamentos.

    ResponderEliminar
  31. dragon4, não sei se têm poço de petróleo na cave do estádio.

    Mas quem quer desculpar, mais uma vez, tantas vezes, quantas vezes mais?, os adeptos do Benfica que criam um ambiente de feira e barraca no estádio, lembre-se que na cave já foram encontradas armas.

    De resto, quem acha que ah foi um adepto tolinho disse o mesmo doutro que matou um rival do Sporting no Jamor em 1986.

    Não houve perda da Taça, não houve castigos, a polícia e a segurança do jogo foram culpadas (e bem, porque também têm culpa), a FPF passou mais de 11 anos a pagar uma indemnização à família do falecido, creio que o fez só há um ou dois anos.

    No pasa nada. Nesta país, com certa gente, no pasa nada. É só cóboiada. Só fumaça. Só impunidade. Só vergonha. Só nojo.

    Ah, foi só um adepto, maluquinho, ele devia ter consciência de não voltar a entrar num estádio?

    Então um maluquinho vai ter consciência?

    Entáo as leis não proibem adeptos de entrarem em estádios?

    Então agressões a árbitros não dão derrota?

    Ah, é só um.

    É só (mais) um.

    ResponderEliminar
  32. NORMAS DISCIPLINARES:
    "Artº...º
    (...)
    5 - E é permitido ainda o ataque traiçoeiro ao gasganete do juiz auxiliar, mesmo que no decurso do encontro e no exercício das suas funções, perpetrado por adepto, sócio ou outro, mediante o pagamento posterior de uma contrapartida de valor nunca superior a 5.000,00 €."

    in Mar Salgado

    ResponderEliminar
  33. Agora com Pelé no FCPorto a coisa vai mudar.

    abraços

    ResponderEliminar
  34. Dizia um colega meu inglês.

    Porque Portugal faz tantas leis, se as mesmas não são aplicadas? Faz leis em que dependendo do humor, do tempo, da côr da camisola ou da disposição, podemos aplicar conforme o freguês.

    Esta é que é a verdade.

    Existem leis, com tantas alineas que até se baralham umas às outras.


    Quanto ao que acima dizes.
    Tens razão.
    Depois de tanta asneira, tanta porcaria, armas, droga,invasão de campo, agressão a árbitros, etc...etc...Porque raio os Benfas e Sbortngs estão acima da lei?

    Não sei, e acho que nunca iremos saber. Nem me importava de pagar 2 meses de cotas ao SBosta para o saber.

    O jogador do Braga leva 2 jogos de suspensão por um chega para lá no Moutadas. O Maria quase parte a perna do Sapu, e não leva nenhum?

    Outras.
    Na final da supertaça, o Amarelinho do Velosa, entra no campo, para festejar. Levou amarelo?

    Quando o Aimar se dirigia para a cabine, atalhou pelo campo, nas barbas do bandeirinha. Foi admoestado?
    Não, pois é a impunidade total.

    São estas pequeninas coisas, sem castigo que levam as pessoas desses clubes a fazer coisas cada vez piores, porque se julgam acima da lei.

    Cá está.
    É a lei de lisboa.

    ResponderEliminar
  35. fogo..como é que nós portistas podemos criticar regulamentos se mesmo condenados por tentativa de coaçao (nao tou a dizer se houve ou nao, se foi justo ou nao, so a citar factos e a verdade é que o fomos) nao descemos de divisão como era suposto! os grandes tão SEMPRE protegidos nestes casos! seja benfica seja sporting seja PORTO! nao percebem que todos se queixam do mesmo independentemente da cor??

    ResponderEliminar
  36. Zé Luis,
    apesar de ter nascido no Porto e ser obviamente Portista, vivo desde sempre em Gaia e, nada justifica essa do "a Sul do Rio Douro". ;)

    Como bem deves saber, não seria surpresa para ninguém se soubesses que em Gaia a percentagem de Portistas ainda deve ser mais alta que na própria Cidade Invicta!

    Se o Velhote é Benfiquista, isso é um problema dele (e que grande problema, diga-se), mas por favor não generalizes tal opinião, quando sabes que aqui, deste lado do Rio Douro, grande percentagem das pessoas são Portistas. Estiveste mal aí ;)

    Abraço

    ResponderEliminar
  37. joão ribas, essa do sul do Douro era mais uma ironia minha. Mas concebo que não domino essa arte para que a percebam.

    Pouco me interessa se é de Gaia ou da Maia. Há gente boa e má em todo o lado. Como em muitas coisas do post, quis brincar com algumas coisas porque isto, infelzmente, não é para ser levado a sério.
    O objectivo da ironia é esse, dizer verdades sob a capa de brincadeira.

    Pelo visto, há muita indignação por coisas sem relevância: são as capelinhas ao pé da porta e "na minha rua é que é porreiro".

    O essencial parece que passa ao lado. Por favor, não entendam "maldades" que possa dizer como ofensivas. As que o forem mesmo serão compreensíveis, assim o espero, porque gosto de ser objectivo sabendo a "realidade" com que lido. Mas nestes casos resta-me pedir desculpa pelo mau entendimento que possa criar.

    Grato pelo reparo, oferece-me a oportunidade para alertar os mais susceptíveis que determinadas expressões não são para me levarem á letra. Era o que faltava se isso, para mim, significasse que só no Porto, talvez só na parte velha da cidade, é que há portistas.

    Eu sou um viajante do mundo e conheço os ambientes do futebol. Por exemplo, há muito disse que não é recomendável ir à Luz, como a Alvalade. Mas a Luz é insuportável, o ambiente de feira num estádio mal amanhado por fora e rodeado de casotas que afunilam as passagens dos espectadores (Alguém do Reflexão Portista voltou a descrevê-lo como eu o fiz na visita anterior de 1 de Dezembro último) e tornam, além de labiríntico, um palco próprio para confusões entre adeptos.

    ResponderEliminar
  38. Benfica admite "violação involuntária" do balneário
    14h17m
    O Benfica defende que a presença do presidente do clube no balneário do árbitro após o jogo com o F. C. Porto foi uma "violação involuntária" do castigo imposto pela Liga de futebol e vai "aguardar o desenrolar do processo".

    No final do jogo (1-1), Luís Filipe Vieira foi pedir desculpa à equipa de arbitragem liderada por Jorge Sousa, depois de um adepto do clube da Luz ter agredido um dos árbitros auxiliares, desrespeitando o cumprimento de uma suspensão de dois meses, facto que terá motivado uma queixa do F. C. Porto.

    "Nunca foi intenção do presidente do Benfica desrespeitar a decisão da Comissão Disciplinar da Liga. Perante o sucedido no campo, o Benfica entendeu que devia apresentar um pedido de desculpas à equipa de arbitragem e foi aquilo que fez", disse à Lusa o Director de Comunicação do Benfica, João Gabriel.

    O responsável do clube explicou que, por parte de Luís Filipe Vieira, "não houve nenhuma intencionalidade em violar o castigo" e que o dirigente nem sequer pensou se não podia ir àquela zona (balneário). "Foi uma violação involuntária da restrição", sublinhou João Gabriel.

    O presidente do Benfica encontra-se suspenso por dois meses, por decisão da CD da Liga e na sequência de injúrias e ofensas à reputação dos membros do Conselho de Justiça da FPF e ao árbitro Lucílio Baptista.

    ResponderEliminar
  39. ... portanto,

    1) houve coação na agressão de um adepto a um "liner" que, mais tarde, validou um golo que imagem alguma comprovou ser efectivamente válido; teria havido "boa visão" do "liner" agredido se não levasse o cachaço do adepto do Benfica? Esse acto intimidatório não perturbou o "liner" agredido, porventura mais lesto a deixar passar tudo o possível a favor do Benfica?

    2) Se Vieira foi ao balneário, ou redondezas (o que também é proibido pelos regulamentos), do árbitro não foi para o coagir a não escrever algo de mais maldoso?

    Pois, a porcaria da coacção é uma faca de dois legumes, diria o outro.

    ResponderEliminar
  40. Se pedisse as desculpas pelo telefone podiamos ter caso, como foi no balneário no fim do jogo acho que não.

    ResponderEliminar
  41. http://estadiodragao.com/quem-sera-o-proximo/

    Votem no favorito!

    ResponderEliminar
  42. Foi pedir desculpas, foi. Está-se mesmo a ver que sim. E como quem não quer a coisa ainda deve ter presenteado a equipa de arbitragem com umas chuteiras Adidas novinhas em folha, ou um jantar, algures em Penafiel.

    ResponderEliminar
  43. Caro José Luis:

    O que eu escrevi é que é populista e demagógico colocar um artigo sem o intepretar convenientemente.
    .
    Nem sequer comentei o caso Boavista porque não me debrucei sobre ele,mas tenho tambem uma opinião,por acaso abonatório em relação ao Boavista,mas guardo.a para mim.
    .
    .
    Se reparares ao contrário de ti que pugnavas pela descida de divisão( o que era tão irreal e demagógico como os benfiquistas pedirem a irradiação do Deco há uns anos.,ou a descida do Porto por tentativa de corrupção), eu sempre me manifestei surpreso foi por o fiscal de linha não ter dado a indicação ao árbitro para por um ponto final do jogo e o Benfica perder o jogo 3-0.,
    .
    .
    O árbitro não o fez e assim o Benfica já se pode valer do facto de o jogo até nem ter parado mais que uns segundos e o árbitro dizer que foi algo sem grande gravidade no seu relatório e que nao lhe havia impedido de prosseguir o jogo.
    .

    O artigo que se aplicaría neste caso seria sem duvida o de interdição do estádio que podia ir de 1 a 5 jogos.
    Era isso que a Sad do Porto se devia manifestar e não estar calada como até agora.
    Andamos dois anos com o Benfic a atacar-nos e a fazer queixinhas nossas á liga,uefa,secretário de estado do desporto etc.
    Para quando o Porto alertar para o Estorilgate e agora esta invasão em campo que nem direito a interdiçao deu...
    .
    .
    A Uefa nao terá interesse em saber disto,uma vez que, no estádio da Luz se jogará a Taça Uefa...?
    .
    .
    Quanto ás tuas considerações sobre a minha pessoa...Bem,sem comentários.
    .
    saudações portistas

    ResponderEliminar
  44. Zé Luis:

    Nunca podia ser coacção porque para isso teria que se provar intenção de coagir.
    E teria que ser alguém responsavel do clube que teria ordenado essa coacção.
    Tens provas disso?
    Achas mesmo que aquela personagem tem sequer a inteligência de soletrar 3 palavras quanto mais orquestrar esse filme todo com a direcção do Benfica?
    Teria que haver a intenção de coagir.
    .
    .
    Isto sem falar que o próprio árbitro no seu relatório não me parece que tenha dito que se sentiu inferiorizado ou incapaz de prosseguir o jogo.
    .

    ResponderEliminar
  45. Zé Luis,tocas agora finalmente logo no 1º ponto que mencionei no meu 1º comentário e que pouca gente deu a importância que devia...
    .
    .Então o LFV pediu desculpas ao árbitro em nome do Benfica quando está suspenso?
    .
    Numa época em que o nosso presidente é seguido por toda a comunicação social como se do Big Brother se tratasse para ver se põe o pé em ramo verde para dizerem que não cumpriu o castigo,e até se preocupam com quem se sente ou deixa de sentar no estádio...
    .
    No jogo do Estádio da Luz vi Hermínio Loureiro lado a lado com LFV.O homem do organismo que suspendeu o presidente do benfica em amena cavaqueira com o individuo..
    .
    .
    Espero ver o que a liga fará com esta violação de LFv à sua suspensão,e que o Benfica pare com essa de ele não ter tido a intenção de violar,que para o caso não conta para nada...
    .
    .
    É o mesmo que um jogador está suspenso e entra em campo e depois diz que nem se lembrou que estava suspenso e que por isso não teve intenção.
    .
    .
    E mais grave,é normal no estádio da Luz LFV e Rui Costa terem acesso ao balneário do árbitro?
    Isso não é proibido pela liga?
    Não têm os árbitros um percurso até pré-estabelecido para que não possam ir para lado nenhum sem ser o seu balneário e estarem protegidos de qualquer tipo de pressões ou comunicações?
    .
    .
    Não estão sempre um ou dois delegados da liga presentes nessa área? E como eles permitiram que um presidente suspenso de um dos clubes e o seu director desportivo entrassem na cabine do árbitro...?
    .
    Aqui sim José Luis,podes falar do artigo 54 mas o nº 2 que remete para a punição do artigo 51.

    ResponderEliminar
  46. Ricardo Costa, o homónimo da Liga da Bosta não precisou de provar nada sobre o sócio do Boavista Valentim Loureiro.

    Eu só comparo situações muito semelhantes e aconselho-te a tirares notas sobre os fundamentos da despromoção do Boavista.

    Não basta mostrar simpatia por isto ou aquilo. É apanhar os dados concretos e não brincar às leis e aos juízes da treta.

    Os que acompanharam a leitura dos acórdãos, mesmo de viés, sabem como foi justificada a despromoção do Boavista.

    Os árbitros afectados, e cito de memória Elmano Santos no Benfica-Boavista e o liner Paulo Januário no Boavista-Belenenses (ou Académica, salvo erro), também disseram que, apesar de abordados telefonicamente, não se sentiram intimidados ou coagidos, de resto o Boavista nem ganhou qualquer dos 3 jogos.

    Portanto, mesmo sem provas de que os árbitros foram coagidos o Boavista desceu. A acção da SAD do major serviu para ligar o Valentim ao clube, já nem bastava ser sócio, tinha de ter uma acção porque ligava à SAD e não ao clube (como sócio apenas).

    Não percebes as alusões e as ligações disto problema teu de entendimento.

    Agora, não venhas com tretas já antecipadas na Imprensa do regime de que há artigos mais satisfatórios para amenizar esta coisa da Luz. Isso é areia para os olhos, os tarefeiros de serviço jhá cumpriram a sua missão.

    Em rigor jurídico, ou pelo menos naquele que o douto Costa despromoveu o Boavista, a situação da Luz é similar: não há prova de coacção, os agentes ofendidos disseram que não foram afectados mas o Costa cagou no assunto e despachou como quis e pôde.

    Podes encontrar as atenuantes que quiseres, mas à luz do que foi decidido contra o Boavista agora teria de aplicar-se a mesma fórmula.

    De resto, se achas que só li o artigo 54 ou 148 ou outro, cito-te também o 51º que menciona a derrota só pela mera tentativa de agressão a um árbitro.

    Derrota era o mínimo que devia dar.

    A desculpa sobre o estado febril do diabo nada me diz. Eles fazem isto há muito tempo. Ninguém se comporta como aquela escumalha.

    Aliás, aos valentes que comentam mas não saem do sofá, desafio-os a irem à Luz, ou Alvalade por exemplo, para saberem o que é coacção - de resto lê-se na Imprensa pelos seus responsáveis contra os árbitros -, intimidação, perseguição, indignidades que só quem lá passa conhece.

    Portanto, esta porcaria tem de acabar.

    Vens com a mania de que o árbitro não se queixou. E se quisesse queixar-se?

    Imaginemos que um energúmeno - porque pode acontecer em qualquer lado, não o nego - faz o mesmo no Dragão a um liner.

    Não é só o que a Imprensa dirá.

    Mas o cachaço que o árbitro levar ele vem dizer que lhe doeu e no final do dia nem podia ir à retrete.

    Tás a ver o que pode fazer a diferença?

    A discricionaridade de que o dr. Costa faz alarde.

    Ele depois vem dizer que o árbitro queixou-se e o FC Porto sofre o que o Benfica não sofre agora.

    Isto é que é lamentável, o que possa acontecer e merecer a subjectividade que tem marcado a porca justiça do futebol português.

    De resto, se o FC Porto devia queixar-se, acho que sim, também o Boavista devia lamentar os dois pesos e duas medidas.

    Mas eu não gosto de queixinhas e não entendo bem que o FC Porto faça queixinhas aqui ou ali, deve só dizer de sua justiça e chamar a atenção para as... injustiças.

    Os órgãos de disciplina têm de actuar por si próprios e não serem alertados por um seara ao serão televisivo que aqui d'el rei o jogador do porto portou-se mal.

    ResponderEliminar
  47. Sobre os lugares onde se sentam os dirigentes nada me diz.

    E não sou ingénuo que o dono da casa conhece os corredores e portas do estádio.

    Vais ver que vão dizer que o árbitro foi abordado na saída do corredor que dava acesso à porta a encaminhar para o salão que antecedia a antecâmara por onde era forçoso chegar, via outra porta, à cabina do árbitro.

    Que interesse tem isso? É evidente que vão ao árbitro, nem que se desculpem de que na descida ao balneário da sua equipa equivocaram-se na porta...

    Os balneários normalmente são próximos uns dos outros, às vezes até contíguos e amiúde no mesmo corredor.

    Portanto, onde esteve e como esteve é irrelevante, porque é óbvio que essas coisas são passíveis de acontecer em qualquer estádio.

    Quem tem obrigação de registar isso é o delegado ao jogo (da Liga) e o delegado para a arbitragem, que acompanha o árbitro e avalia o seu desempenho.

    Nesta matéria, há muita maneira de matar ratos. Mas esta conversa levava-me mais longe.

    O que eu sei é que qualquer dirigente da "casa" pode cruzar-se com um árbitro em vários sítios como se fosse acidentalmente. Como conheço inúmeros estádios e já assisti a muitas coisas sei do que estou a falar.

    Para mim isso é conversa da treta: quer a presença junto ao árbitro quer o pedido de desculpas.

    Mas, então, o pedido de desculpas é que amenizou o relatório do árbitro.

    Muitos árbitros enviam os relatórios por faz no próprio estádio. Não se sabe se Jorge Sousa já tinha enviado o relatório antes da abordagem do Vieira.

    É como digo, o delegado da Liga tem obrigação de saber disto tudo porque está lá para isso.

    Mas na Luz tudo passa impune, se não aconteceu já agressões a adversários no túnel e tentativas de entrar na cabina do árbitro como o Rui Costa fez na época passada - alguém se lembra?

    Conversa para boi dormir, isto é, desviar as atenções do essencial.

    Eu só gozei com a questão do encontro do Vieira com o árbitro.

    O mal já estava feito.

    ResponderEliminar
  48. "violação involuntária"?!?!?

    LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL

    Algum entendido pode explicar qual é o enquadramento legal desta situação?

    ResponderEliminar
  49. the turk, estás a falar do diabo ou do Vieira?

    O diabo fez a violação involuntária permitida pelo articulado que o Vasco Lobo Xavier sublinhou e eu aqui trouxe:

    NORMAS DISCIPLINARES:
    "Artº...º
    (...)
    5 - E é permitido ainda o ataque traiçoeiro ao gasganete do juiz auxiliar, mesmo que no decurso do encontro e no exercício das suas funções, perpetrado por adepto, sócio ou outro, mediante o pagamento posterior de uma contrapartida de valor nunca superior a 5.000,00 €."

    in Mar Salgado

    Se for sobre o Vieira, the turk, ele teve um impulso involuntário, levantou-se da cadeira, disse aos capangas seguranças que se afastassem, furibundo desceu as escadas e foi ao árbitro, como há uns tempos o Rui Costa fez na porta da cabina, dizer, hum, hum, vê lá o que escreves, ó pascácio, senão chamo aqui a comissário da PSP de Lisboa que um dia insultei; até podes voltar vivo para o Porto, mas não te livras de umas carícias; o cachaço do diabo da bancada foi só um miminho de boi, a seguir levas com o primo do Veiga que está no aeroporto à tua espera.

    Penso eu de que...

    ResponderEliminar
  50. Estava mesmo a falar do orelhas. A tal "violação involuntária" significa que ele entrou pelo balneário dos árbitros por ter confundido com um estúdio da SIC? Para além de ter sido inapropriado, o LFV estava suspenso pela liga, violando portanto o regulamento disciplinar. Gostava de saber o que lhe poderia acontecer. A ele e ao SLB. Digo poderia porque já se sabe quem manda na liga. Provavelmente vai surgir mais um parecer encomendado a dizer que afinal foi tudo muito legal.

    ResponderEliminar